Mostrar mensagens com a etiqueta Antevisão da Jornada. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Antevisão da Jornada. Mostrar todas as mensagens

domingo, 25 de Agosto de 2013

Dragão abre portas ao Campeão


Amanhã, o Dragão abre portas ao Campeão naquele que será o primeiro jogo oficial em casa, depois da conquista da Supertaça e da vitória na primeira jornada para a Liga.

O início da Liga não foi nada fácil, com a equipa de Paulo Fonseca a ser surpreendida perante um Vitória de Setúbal, teoricamente acessível, mas que tornou o jogo muito complicado. É certo que o FC Porto não esteve ao seu melhor nível, mas foi também fruto do adversário que soube bloquear quase por completo o campeão.

Mas acreditamos todos que Paulo Fonseca tirou algumas conclusões acerca desse jogo. A primeira é que num plantel que tem por excedente jogadores para as alas, não pode deixar de fora da convocatória jogadores como Kelvin e Iturbe, quando Varela não estava disponível. É certo que Josué cumpriu em campo, mas foi mais médio do que ala e isso, aliado a uma exibição fraca de Licá, tornou o jogo ofensivo do FC Porto muito limitado.

Se o esquema treinado durante a pré-época foi o 4X3X3, então Paulo Fonseca tem de decidir se Iturbe e/ou Kelvin são opções. Se não forem, então, claramente, o FC Porto tem 1 semana para ir contratar pelo menos mais 1 extremo de qualidade acima dos que cá estão.

A semana foi fértil em inúmeras especulações em todos os sectores. Na defesa, voltaram as noticias que um dos centrais irá ser vendido: Otamenti ou Mangala. No meio campo, voltaram as ofertas do Inter a Fernando. No ataque, Jackson, que continua sem renovar, depois de “ter” pedido para renovar, a SAD continua a não conseguir fechar este dossier. Consequência ou não desta indefinição, voltou o interesse de clubes por Jackson, mas desta vez não estamos a falar de clubes como o Nápoles, mas sim, do Chelsea, que se não comprar Rooney por perto de 50M€, não terá qualquer problema em dar 40M€ por Jackson e assim, a SAD ficar com muito dinheiro no bolso, mas sem o melhor avançado, fazendo lembrar a saída de Falcão!

Ainda no ataque, Iturbe foi notícia primeiro por estar de saída, empréstimo ou saída em definitivo, para Espanha e mais recentemente para Itália. Aparentemente seria a noticia com mais fundamento, contudo, Paulo Fonseca disse ontem que contava com o jogador e hoje surpreendeu todos ao convocar Iturbe para o jogo de amanhã.

Esperam todos os Portistas que esta opção seja para manter. Faz todo o sentido depois da pré-época que Iturbe fez. Imaginar esta equipa com Iturbe e Quintero em campo, é sonhar com explosão e magia reunidas em prol da equipa.

É provavelmente, das 3 convocatórias oficiais da época, aquela que reúne mais consenso e lógica face aos disponíveis para o jogo.

Convocados: Helton, Danilo, Lucho, Maicon, Iturbe, Josué, Jackson, Quintero, Ghilas, Fucile, Herrera, Licá, Mangala, Fabiano, Fernando, Alex Sandro, Otamendi e Defour.

O adversário de amanhã não podia vir mais motivado, depois de ter vencido o clube do regime em sua casa. Mas sejamos justos, venceu com justiça, mas não foi melhor equipa nem tão pouco mostrou futebol acima daquilo que mostrou na época passada, pelo que, será sim um jogo complicado, pela qualidade da equipa e sobretudo pela motivação com que vai entrar em campo.

Paulo Fonseca tem uma baixa de peso no ataque, mas por outro lado já a teve frente ao Vitória de Setúbal. Varela não conseguiu recuperar e vai mais uma vez continuar de fora.

Perante isto, e se caso Paulo Fonseca mantenha a coerência nas opções, deverá realizar mexidas no sector atacante. Josué correspondeu, ainda que deslocado na posição que ocupava fruto de não ser um ala mas sim um médio ofensivo, mas Licá esteve muito aquém do que tinha feito na Supertaça. As opções para substituir Licá, se Paulo Fonseca assim entender que Licá não será titular, são Iturbe ou então apostar em Quintero.

Por um lado a opção de Licá é a de continuidade e de aposta no esquema de jogo, pois Iturbe não tem ritmo, por outro lado a aposta em Iturbe seria a de manter o esquema de jogo e claramente mostrar que Licá não agarrou o lugar e agora é Iturbe que tem a oportunidade.

Mas não será surpreendente se Paulo Fonseca apostar no miúdo maravilha Quintero, para jogar na ala, como falso extremo, tal como Josué o fez em Setúbal e James fez na época passada. A ser esta a aposta, será um FC Porto um pouco diferente, mas que garante qualidade de jogo e ritmo competitivo.

Na prática, Paulo Fonseca apenas tem 1 dúvida para amanhã, se irá manter Licá ou apostar em Iturbe ou em Quintero para o lugar de Licá.

Equipa: Helton, Danilo, Alex Sandro, Otamendi e Mangala, Fernando, Defour e Lucho, Josué, Quintero e Jackson.

Independentemente de quem jogar Paulo Fonseca tem ao seu dispor jogadores com qualidade suficiente para vencer no Dragão e assim manter o 1º lugar na Liga.
O jogo está marcado para as 19:45 e terá transmissão na Sporttv.

A todos aqueles que estejam por perto venham apoiar o FC Porto, naquele que será o primeiro jogo oficial no Dragão e aplaudir esta equipa que este ano já conquistou mais um título para o nosso futuro museu.

Força Porto.
Ricardo Gonçalves Jorge

sábado, 17 de Agosto de 2013

Boa Sorte Campões!


Amanhã os Campeões iniciam mais uma Liga, o principal objectivo da época, o tão desejado Tetra.

E época começou da melhor maneira, com mais uma vitória e mais um título oficial, já são 74 títulos dos quais 67 títulos nacionais, os mesmos que o clube do regime tem, ou seja, o FC Porto não só já é a equipa Portuguesa com mais títulos oficiais como está prestes a ultrapassar também nos títulos nacionais o clube do regime, tal como já o fez, há alguns anos, nos títulos internacionais!

Nesta semana era esperado algumas novidades no plantel do FC Porto, sobretudo no que diz respeito a saídas. Mas não, apenas foi confirmado o empréstimo, o jornal “A Bola” diz com cláusula de compra de 6M€ e se for verdade ainda ganha mais contornos de incompreensão, de Castro a um clube com o nome estranho na Turquia! O plantel emagreceu, de 28 elementos para 27 elementos, quando amanhã começa a Liga!

Já se percebeu que o plantel só no final de Agosto é que terá o emagrecimento esperado, pois está pendente de eventuais saídas do plantel. Mas é incompreensível, sendo Fernando uma das dúvidas, que a SAD tenha avançado já com o empréstimo de Castro!

Depois surgem os outros nomes, que não estão confirmados, mas o facto de não jogarem nem serem convocados quer dizer muita coisa! São eles, Tiago Rodrigues, Carlos Eduardo e Iturbe, sendo que os dois primeiros alinharam no primeiro jogo da equipa B e estão convocados para o segundo que se realizará hoje. O Russo Izmaylov também deverá estar de saída.

Quanto a Iturbe, não há muitas palavras para descrever a situação. Quando esta semana se soube dos desabafos de Rolando, é normal que se comece a colocar em causa, a relação de alguns dirigentes da SAD com Iturbe. Afinal o problema não era Victor Pereira, tal como Rolando, pois Victor Pereira saiu esta época, e nem Rolando teve uma oportunidade, nem Iturbe parece que a vai ter. E se no caso de Rolando, o empréstimo ou venda seria a solução mais normal para um jogador de 28 anos, já no caso de Iturbe, com 20 anos, entrar no 3º ano de FC Porto e não ter oportunidades para além de fazer a pré-época, é no mínimo assombroso e começa a ganhar contornos de mais uma desvalorização de um jogador que em condições normais e a jogar num clube com a projecção do FC Porto, poderia render muitos milhões no futuro.

O tempo não pára e no imediato é com os 18 que Paulo Fonseca convocou que o FC Porto vai tentar trazer os 3 pontos de Setúbal.
O adversário é um histórico do futebol Português e habitualmente cria sempre dificuldades, mas nos últimos anos, o FC Porto tem vencido e convencido e este ano, está claramente muito acima deste Vitória de Setúbal.

Ainda assim, é preciso um FC Porto no mínimo à imagem do jogo da Supertaça. Uma equipa que entre forte, com ritmo elevado e que procure o golo cedo.
Paulo Fonseca teve uma semana com muitas ausências devido aos jogos da selecção e viu mesmo um dos titulares da Supertaça, Fucile, apenas treinar hoje. Naturalmente, não foi convocado tal como Reyes que também só treinou hoje.

Por outro lado, viu Varela recuperar da pequena lesão que tinha e assim figurar nos convocados para Setúbal.

Mas mesmo assim, registaram-se algumas surpresas na convocatória. A confirmação que Iturbe está de saída (nem convocado para a B é, provavelmente porque não aceita, por razões óbvias), Ricardo Pereira que irá ficar no plantel, rodando na equipa B e por último a ausência de Maicon, que mesmo com a ausência de Fucile, foi excluído da convocatória tendo Abdoulaye e Ricardo Pereira sido convocados. Ora se até hoje se pensava que Aboulaye era um jogador que iria ser emprestado logo após a confirmação que Otamendi e Mangala fiquem no plantel, e assim não jogar para não registar como utilizável no clube, depois desta novidade, o mais certo é Maicon estar de saída, o que a concretizar-se no imediato, será mais um caso como Castro, ou seja, uma opção válida a sair do plantel quando para essa posição poderão sair jogadores…

Convocados: Helton, Fabiano, Danilo, Alex Sandro, Abdoulaye, Otamendi e Mangala, Fernando, Josué, Herrera, Defour, Lucho e Quintero, Licá, Varela, Ricardo, Jackson e Ghilas.

E se nos convocados as alterações foram 3, relativamente ao jogo da Supertaça, já no onze inicial apenas está previsto uma alteração, a entrada de Danilo para o lado direito da defesa.

Paulo Fonseca confirmou Licá e parece óbvio, face à convocatória, sem Iturbe, Izmaylov e Kelvin! Poderia também ter confirmado Varela, Jackson, etc… mas claramente Licá caiu nas graças de Paulo Fonseca, é certo que cumpriu e bem em Guimarães, mas continua a ser surpreendente como é que um jogador que jogou menos tempo na pré-época comparativamente a Kelvin e Iturbe, é titular no primeiro jogo e agora no segundo jogo não só é titular como os mesmos Kelvin e Iturbe nem nos convocados estão!

Equipa: Helton, Danilo, Alex Sandro, Otamendi e Mangala, Fernando, Defour e Lucho, Varela, Licá e Jackson.
Outro tema que esteve em destaque durante a semana foi a renovação de Jackson. Não é normal no FC Porto falar-se o que se falou esta semana, não é normal que seja o jogador pedir para renovar como também não é normal que o empresário diga que ele quer ficar no Porto e que nem assim a SAD tenha já avançado para a renovação quanto o mesmo está a ser cobiçado por clubes como Man Utd e Chelsea, que têm em Rooney o entrave até ao momento por não terem avançado com uma proposta!

Não tenho informação que o Presidente Pinto da Costa esteja de férias, mas que parece que passam os dias e a SAD não toma decisões, não haja dúvidas, isto para não falar que dos excedentários, apenas Rolando teve uma solução de desvalorização brutal, pois jogadores como Kléber, Djalma, Sereno e sobretudo Atsu, continuam sem destino e a desvalorizarem-se, quando segundo se sabe pela comunicação social, chegou uma proposta de perto de 5M€ por Atsu que não foi aceite e em relação a Kléber, no passado foram rejeitados 7M€, isto para não falar que no caso de Rolando já tinha sido recusado 12M!

Ainda não foi este ano que a SAD consegue antecipar estas situações e precaver-se dos últimos dias de mercado.

O grande mérito é sem dúvida a excelente equipa que temos que com as suas vitórias consegue claramente colocar para segundo plano estas questões, mas num país em que o dinheiro não abunda, seriam questões que teriam que ter uma prioridade elevada nas decisões da SAD.

Por último, vamos ter amanhã um dos melhores árbitros de Portugal a manipular resultados de jogos. O FC Porto não precisa de ajudar para ganhar, logo, a nomeação é claramente para nos prejudicar. Não confio nem nenhum adepto de futebol pode confiar neste árbitro, quem erra como ele errou na época passada, só pode ser entendido como erro propositado e não por incompetência.

Apelo a todos os adeptos que possam estar amanhã no Bonfim, vamos ter que estar a um nível muito bom para conquistar os 3 pontos. Os jogadores precisam do nosso apoio.

O jogo tem inicio marcado para as 20:00 e terá transmissão na Sporttv.

Força Porto.
Ricardo Gonçalves Jorge

sábado, 18 de Maio de 2013

O dia está a chegar…

Quando tudo parecia perdido eis que à 30ª jornada e última e depois de ter provado no confronto directo o lugar que ocupa, eis que amanhã, o FC Porto tem tudo ao seu alcance para conquistar o 27º título e o 73º título oficial da sua história.

Foi um campeonato atípico! O FC Porto, vencendo amanhã, tem a possibilidade de vir a terminar o campeonato sem derrotas, com mais pontos, mais golos marcados e menos golos sofridos do que na época passada. E se isto vier a acontecer, claramente não é sinal de ter sido mais fácil, mas sim, porque o equilíbrio forçado durante quase toda a época, manteve viva a chama vermelha do clube do regime vir a ser campeão.

A vitória na semana passada no Dragão apenas permitiu ao FC Porto, amanhã, depender de si próprio para conquistar a Liga. Os festejos excederam-se um pouco, por parte dos adeptos, mas é compreensível. Para quem venceu um rival que podia ter-se sagrado campeão no Dragão mas mais uma vez não conseguiu e para quem venceu um rival que há quase 3 semanas atrás já festejava o título, acaba por ser normal a euforia dos adeptos.

Contudo, jogadores, equipa técnica e dirigentes dosearam muito bem a alegria da vitória e a concentração para o jogo de amanhã começou logo após o apito final de Pedro Proença.

E por muito que a comunicação social de Lisboa pretenda destabilizar com as noticias de saídas de jogadores do FC Porto certo é que amanhã os jogadores vão entrar em campo com o objectivo muito claro: Vencer!

Mesmo com o lugar na pré-eliminatória da Champions já conquistado, o adversário de amanha irá concerteza dificultar e muito o jogo do FC Porto. A motivação daqueles jogadores ultrapassa todos os limites que alguma vez imaginavam. Uma coisa é certa, tem tudo para ser um jogo aberto e um excelente espectáculo.

A equipa entrou hoje em estágio e no que diz respeito a convocados, apenas 1 alteração, a saída por lesão de Fernando e o regresso de Izmaylov. Uma nota a realçar é a ausência, pela segunda vez consecutiva de Atsu, aparentemente sem problemas físicos, o que pode deixar no ar, a saída do Ganês na final da época.

Lista de convocados: Helton, Danilo, Lucho, Castro, João Moutinho, Jackson, James, Varela, Liedson, Mangala, Abdoulaye, Fabiano, Izmaylov, Alex Sandro, Kelvin, Otamendi, Defour e Sebá.



Vítor Pereira deverá apostar na mesma equipa do último jogo, com excepção de Fernando que deverá ter em Defour o seu substituto. Será um FC Porto à sua imagem, fortalecido com a entrada de Varela, que nos últimos 3 jogos foi uma pedra fundamental na equipa.

Equipa Provável: Helton, Danilo, Alex Sandro, Maicon e Mangala, Defour, Moutinho e Lucho, James, Varela e Jackson.

Muita expectativa para amanhã. Os adeptos irão encher o estádio, falta de apoio não será notada, mas dificuldades sim, são esperadas, porque o adversário é forte e está motivado.

Mas o FC Porto sabe que só depende de si próprio e será concerteza um FC Porto muito forte amanhã na Mata Real. Maior motivação do que ganhar mais um campeonato não existe e os jogadores sabem disso e sabem sobretudo que esta oportunidade não esteve tão certa como hoje.

Somos o maior clube Português. Somos mais pequenos em dimensão de adeptos, mas somos os maiores e este ano provámos acima de tudo, que o título será mais que justo, porque fomos mais fortes e não tivemos ajudas externas, como diz o outro, será Limpinho, Limpinho.

O jogo está marcado para as 18:30 e terá transmissão na Sporttv.

Força Porto.

O dia está a chegar…

Ricardo Nuno Gonçalves Jorge

sábado, 11 de Maio de 2013

Somos Porto

Todos os caminhos vão dar ao Dragão. Não é apenas mais um jogo para a Liga, é o jogo do título. E mesmo que em caso de vitória o FC Porto não materialize a conquista da Liga, será sempre o jogo do título.

Esta equipa, apesar de alguns percalços, alguns deles por apatia e azelhiçe, chega mais logo ao Dragão sem a possibilidade de fechar a conquista da Liga no seu reduto e tenho como adversário o seu grande rival. É certo que do outro lado, a diferença pontual podia e devia ser mais reduzida ou mesmo não existir se o campeonato tivesse sido bem mais limpinho do que tem sido.

Mas o importante é esquecer tudo durante os 90 minutos e a equipa voltar a demonstrar que SOMOS PORTO, tal como já fez tão bem, tantas vezes, 90 minutos de magia, de inspiração de raça, 90 minutos à Porto, que nos dará a liderança e que nos permitirá, sem margem para dúvidas, daqui a 1 semana, materializar o tão desejado título.

As tácticas pouco importam neste jogo. O adversário jogará como joga sempre contra o FC Porto e o FC Porto jogará como sabe.

A equipa esteve resguardada toda a semana e foi importante não terem ocorrido manifestações de arrogância e de excesso de confiança no grupo e dirigentes. Estas atitudes deixamos para o adversário, que já teve um belo sabor amargo no último jogo, depois de antes já terem andando a festejar em pleno relvado da Madeira.

A concentração tem de estar acima do limite, e se assim for, o FC Porto ganha e ganhará bem este jogo, porque somos melhores, porque estamos na nossa casa, porque somos Porto e eles são apenas o clube do regime, que ganham de tempos e tempos e sempre em épocas em que existe sempre uma história para contar.

O FC Porto está praticamente na máxima força. Apenas Maicon (por limitação física), Izmaylov (por castigo) e Atsu (por opção) ficam de fora. Regressam os jovens B’s Kelvin e Sebá e Alex Sandro recuperado da lesão.

Lista de convocados: Helton, Danilo, Lucho, Castro, João Moutinho, Jackson, James, Varela, Liedson, Mangala, Abdoulaye, Fabiano, Fernando, Alex Sandro, Kelvin, Otamendi, Defour e Sebá.



Vítor Pereira irá em condições normais apostar na equipa base, o onze que tem dado mais garantias. Este não é o jogo para inventar!

Equipa Provável: Helton, Danilo, Alex Sandro, Mangala e Otamendi, Fernando, Moutinho e Lucho, James, Varela e Jackson.

O Dragão vai estar cheio e será o nº12 que o FC Porto precisa. A nossa voz vai ser ouvida de ínicio ao fim e queremos no final, não fazer festas ridículas de rodinhas em pleno relvado, mas sim, ecoar o nome do FC Porto para todos ouvirem a nossa força e o nosso amor por este clube.

Quanto a Pedro Proença, que continue a apitar como tem apitado. O clube do regime não gosta porque Pedro Proença não tem medo de expulsar Cardozo’s e companhia, não tem medo de apitar penaltis contra este clube e se no passado errou, devo dizer que errou sempre menos do que Duarte Gomes, João Ferreira, Capela, e outros e também acertou muito mais do que os restantes.

O nosso destino é vencer.
Força Porto.

Ricardo Nuno Gonçalves Jorge

sábado, 4 de Maio de 2013

Somos Porto!

Está tudo resumido! Somos Porto! Faltam 3 jogos para o final da Liga, para o final da época desportiva e face ao cenário de o FC Porto não depender de si próprio, ainda que matemáticamente possa ser Campeão, resta aos jogadores, equipa técnica, SAD, cumprir com vitórias os jogos que faltam.

A concretizar-se este cenário, será sem dúvida um dos campeonatos mais frustrantes que os adeptos têm memória. No limite, terminar em segundo lugar a 1 ponto de ser Campeão, é no mínimo constrangedor sabendo que tudo poderia ser diferente em apenas 1 dos penaltis que foram falhados e que determinou a perda de 2 pontos!

Mais, caso o FC Porto vença os últimos três jogos somará mais 3 pontos do que a época passada, ou seja, terminará o campeonato sem a tal derrota que teve na época passada em Barcelos. E se analisarmos nesta perspectiva de comparação, claramente o FC Porto fará melhor do que a época passada, no que diz respeito a número de pontos. Mais, o FC Porto até ao momento conta com quase menos metade dos golos sofridos na época passada, em todas as competições, e está a 6 golos de igualar a marca dos golos marcados na época passada, ou seja, o FC Porto corre o risco de não ser Campeão, mas ter somado mais pontos, não ter perdido nenhum jogo, ter marcado tantos ou mais golos e ter sofrido metade dos golos da época passada!

No mínimo frustrante…

Claro que isto é possível porque o nosso adversário directo fez mais pontos do que a época passada, é verdade, mas no final veremos quantos mais fez e veremos se o jogo que até ao momento marca a verdade desportiva nesta Liga, terá ou não reflexo na classificação.

E é neste ambiente que hoje o FC Porto defronta o Nacional da Madeira. Jogo complicado, sobretudo porque o Nacional ainda tem uma pequena esperança de alcançar um lugar na Liga Europa. Complicado também porque na Madeira é sempre complicado, se bem que este ano o FC Porto já lá venceu 2 vezes, uma para a Taça de Portugal e outra para a Taça da Liga.

E se Somos Porto, então a equipa tem de estar motivada para ganhar o jogo, independentemente de nas últimas duas jornadas a esperança de chegar-se mais à frente ter escapado. Ainda faltam 3 jogos e se o FC Porto cumprir com o seu objectivo alicerçado na sua qualidade e garra, então temos Campeonato até à última jornada.

Vítor Pereira fez regressar Maicon mas por outro lado não tem Alex Sandro que não conseguiu recuperar, ao contrário de Maicon, da lesão que sofreu no último jogo.

Lista de convocados: Helton e Fabiano, Danilo, Lucho, Maicon, Castro, João Moutinho, Jackson, James, Izmaylov, Varela, Liedson, Mangala, Abdoulaye, Fernando, Atsu, Otamendi e Defour.

Quanto à equipa, Vítor Pereira, à semelhança da convocatória, também não deverá mexer muito na equipa inicial. Já se sabe que Alex Sandro não vai a jogo, Mangala será o seu substituto e Maicon avançará para o centro da defesa, fazendo dupla com Otamendi, e é provável mais uma alteração no ataque, com a saída de Atsu e a entrada de Varela, que no último jogo, entrou muito bem no jogo e foi determinante para agitar o ataque Portista, numa altura em que não eram criados desequilíbrios.

Equipa Provável: Helton, Danilo, Mangala, Otamendi e Maicon, Fernando, Moutinho e Lucho, Varela, James e Jackson.

O jogo está marcado para as 20:30 e terá transmissão na Sporttv.

Ultima nota para as declarações de Vítor Pereira na antevisão deste jogo. Não sei se este campeonato está sujinho ou limpinho, agora que aconteceram, para o final, 3 situações muito estranhas e ao mesmo tempo coerentes, lá isso aconteceu. A forma forçada como o FC Porto perdeu a Taça da Liga (menos um troféu oficial e podendo o adversário mais directo alcançar o mesmo número de títulos oficiais este ano), a forma como o Sporting foi aniquilado pelo mesmo árbitro da final da Taça da Liga e a forma como os jogadores do Marítimo abordaram o último jogo, é denominador comum que alguém jogou num campeonato paralelo nas últimas jornadas, quando já se sabia, que no próximo fim de semana, existe o tal jogo no Dragão!

E quando as pessoas ligadas a esse clube, falam de época maravilha, e aproveitam o sucesso na Liga Europa para que os últimos jogos não sejam falados, então apercebemo-nos que essas pessoas são as mesmas que colocaram em causa, a época de 2003/2004, onde o FC Porto, não só foi campeão nacional como foi também campeão Europeu, tudo por causa de um jogo frente ao Estrela de Amadora e outro frente ao Beira Mar, que o FC Porto até empatou, jogos que foram analisados e nada de estranho se passou neles, mesmo tendo o árbitro do jogo com o Beira Mar ter ido a casa do nosso Presidente!
É caso para dizer, no ano do Apito Dourado, os Portugueses ouviram áudio, que estava em segredo de justiça, manipulado no Youtube. Este ano, os Portugueses viram em directo na Televisão!

Força Porto.
Ricardo Nuno Gonçalves Jorge

sábado, 27 de Abril de 2013

Obrigação natural de Vencer!

Com o avançar das jornadas e a diferença pontual a manter-se as esperanças de depender de si próprio para ser Campeão diminuem, mas ainda não terminaram. A equipa, desde o último desaire para a Liga nos Barreiros, venceu os 3 jogos seguintes e hoje tem a obrigação natural de vencer.

Independentemente do adversário directo ter uma saída complicada, alias, provavelmente o jogo mais complicado, com excepção do jogo no Dragão, até final da época, o FC Porto terá que ser competente e profissional colocando em campo a motivação e garra para vencer e convencer.

Na jornada passada assistiu-se às forças ocultas, tal como nos únicos títulos do actual presidente do clube do regime. Foi assim no ano do apito dourado, foi assim no ano do túnel e este ano, fica marcado pelo ano do Capela, que no espaço de uma semana, conseguiu o feito histórico, nem o Paixão conseguiu tal proeza, de impedir que mais um troféu fosse para o Dragão e que, o mesmo Dragão, não se tivesse aproximado e ficasse a depender de si próprio para conquistar o título.

Curiosamente, o observador deu uma nota positiva, curiosamente a FPF quer rever essa nota e admite suspender o observador. Ora, será isto normal no futebol? Das duas uma, ou o observador vê mal ou então a FPF é uma instituição corrupta! Há que clarificar, tal como era importante clarificar porque razão o melhor árbitro Português e dos melhores do mundo, para a UEFA e para a FIFA, foi colocado de parte nos grandes jogos!

Não há vitórias morais! Mas será no Dragão que o FC Porto,independentemente de vir a ser Campeão ou não, de demonstrar a todos, o porquê de não ter sido campeão.

Com a vitória na última jornada o Vitória de Setúbal deu um passo importante na manutenção no principal escalão. Com 5 pontos de vantagem, não está assegurada a permanência, mas claramente está bem posicionado, até porque abaixo vê ainda 3 equipas antes da liga de água, razão pela qual virá ao Dragão mais tranquilo.

Mas ainda assim não se espera um jogo fácil. Esperam todos os Portistas que Vítor Pereira perceba que vai ter mais um jogo com 2 autocarros à frente da baliza. E não será por falta de experiência deste tipo de jogos que o FC Porto deverá ser surpreendido.

Vítor Pereira fez regressar Varela aos convocados tal como Abdoulaye. No sentido inverso, Quino e Kelvin ficaram de fora.

Lista de convocados: Helton, Danilo, Lucho, Castro, João Moutinho, Jackson, James, Izmaylov, Varela, Liedson, Mangala, Abdoulaye, Fabiano, Fernando, Alex Sandro, Atsu, Otamendi e Defour.

Quanto à equipa, Vítor Pereira não deverá introduzir muitas alterações. A equipa em Moreira de Cónegos esteve bem, ainda assim, com pouca agressividade nas alas, forçando muito o jogo interior. Mais logo não poderá ser apenas assim, até porque espera-se um adversário muito fechado, sobretudo no centro, isto no caso de ter feito o trabalho de casa em condições.

Há já algum tempo que o FC Porto perdeu força nas alas. Com a saída de Hulk, quer James, quer Varela asseguraram a qualidade nos tempos seguintes, mas o decréscimo de qualidade de Varela e a irreverência de Atsu a baixar, levou o FC Porto a perder qualidade e poder de penetração nas alas. Izmaylov, que tem actuado nas alas, não veio trazer essa agressividade, veio sim reforçar ainda mais o centro do relvado, o que levou a equipa, desde Janeiro, a formatar um esquema de jogo sem grandes alternativas.

Mas logo é preciso um FC Porto forte no centro mas com alternativas nas alas. Não poderão ser os defesas a assumir o papel defensivo e de ala ofensivo, daí o desgaste que se constata em Danilo e Alex Sandro.

Não é previsível que Varela assuma hoje a titularidade, muito provavelmente Vítor Pereira deverá apostar no mesmo onze de Moreira de Cónegos, mas seria surpreendente pela positiva caso apostasse hoje em Liedson ao lado de Jackson, surpreendendo os Portistas e muito provavelmente o adversário.

É nisto que pecou Vítor Pereira e que o vai atirar para fora do FC Porto. Não soube gerir o plantel, alternando os jogadores, e qualidade tinha que o sustentasse, e surpreendendo o adversário com esquemas alternativos. Não, foi sempre o mesmo FC Porto, quase sempre forte, mas muito previsível.

Equipa provável: Helton, Danilo, Alex Sandro, Mangala e Otamendi, Fernando, João Moutinho e Lucho, James, Atsu e Jackson.

O Jogo está marcado para as 20:30 e terá transmissão na Sporttv.

Vai estar uma noite fria no Dragão, mas será o penúltimo jogo da época, e quem sabe a última possibilidade de o FC Porto chegar ao jogo do Dragão a depender de si próprio. Por isso, faz sentido acreditar e marcar presença no Dragão.

Força Porto.
Ricardo Nuno Gonçalves Jorge


sábado, 20 de Abril de 2013

Querem ser Campeões?

Vítor Pereira andou durante a semana com um discurso que andavam a fazer dos atletas do FC Porto uns coitadinhos, a desvalorizar a sua capacidade, mas o que é que isso interessa?

Desde quando o FC Porto manda recados para a comunicação social?

O discurso tem de ser internamente, e a questão é se todos, todos os que trabalham para o FC Porto, querem ser Campeões? Como é obvio que todos diram que sim, mas há que provar dentro de campo, não só na entrega ao jogo,mas também na concentração para não se cometerem erros infantis.

Já chega de erros infantis, erros que já nos custaram muitos pontos, Olhanense, Marítimo, a Taça da Liga, etc…
Seria interessante em vez deste tipo de discurso, a SAD impor internamente e até final da época, um soft black out para que estas últimas 5 finais decorram com a concentração necessária para as ganhar e terminar a Liga com o dever que tudo fizeram nesta fase final para chegar ao objectivo.

Ou será que não percebem a razão porque determinada comunicação fá-lo e porque razão, em simultâneo, promove um determinado clube?

Mais logo o FC Porto viaja até Moreira de Cónegos para mais uma final. E é assim que tem de ser encarado o jogo. O grau de dificuldade é médio, sejamos realistas, mas o facto do adversário estar a lutar para não descer de divisão irá concerteza complicar um pouco mais o jogo.

Ainda assim não faz qualquer sentido pensar-se que o resultado possa ser diferente da vitória do FC Porto. A diferença entre as equipas é tão grande que só um FC Porto no seu pior é que não conseguirá vencer o jogo. Não é excesso de confiança, é a realidade que deveria, caso não seja, ser passada para os jogadores por forma a interiorizarem que o anormal será não ganhar em Moreira de Cónegos.

E nem vale a pena pensar que amanhã o nosso adversário terá um jogo complicado. Já sabemos que o mestre da final da Taça da Liga estará amanhã a apitar o jogo, pelo que resta-nos vencer hoje o Moreirense e esperar que o Leão mostre que é ele que manda nesta selva!

Vítor Pereira não mexeu praticamente me nada nos convocados para hoje. Maicon e Varela continuam ausentes e Abdoulaye foi a única alteração, forçada devido ao castigo, sendo substituido pelo lateral Quino.

Curioso que Liedson e Izmaylov continuam nos convocados! Numa semana que veio a público as incapacidades fisicas dos atletas, a SAD nada disse, mas foram convocados, não jogam, mas continuam a ser convocados!

Será que está contratualizado terem de ser convocados?

Não se percebe esta situação. Aparentemente possuem contratos bem remunerados e fizeram os normais exames médicos antes de assinarem. Izmaylov ainda jogou nos primeiros jogos, agora nem isso, Liedson, entrou no primeiro jogo e depois de Vítor Pereira dar a entender publicamente que iria apostar numa dupla com Jackson, simplesmente desapareceu!

Histórias caras, muito mal contadas!

Lista de convocados: Helton, Danilo, Lucho, Quiñones, Castro, João Moutinho, Jackson, James, Izmaylov, Liedson, Mangala, Fabiano, Fernando, Alex Sandro, Atsu, Kelvin, Otamendi e Defour.


E se nos convocados nada de novo na equipa inicial também não deverão existir muitas alterações. Otamendi, que tem estado desastroso, será titular ao lado de Mangala e muito provavelmente, Atsu avançará para o lugar de Defour, dando mais poder atacante. Helton regressará à baliza.

Equipa provável: Helton, Danilo, Alex Sandro, Otamendi e Mangala, Fernando, Moutinho e Lucho, Atsu, James e Jackson.

Última nota para os adeptos. Não percebi porque razão ocorreram tumultos na chegada ao Dragão na noite da final da Taça da Liga. Os jogadores tentaram tudo, não da melhor maneira, mas tentaram, mas não tiveram a postura que por exemplo tiveram em Málaga, ou no Marítimo, por exemplo, portanto, há que apoiar mais logo a equipa!

O jogo está marcado para as 20:30 e terá transmissão na Sporttv.

Força Porto.
Ricardo Nuno Gonçalves Jorge 

domingo, 7 de Abril de 2013

Ganhar ou então Ganhar!

No início desta segunda volta poucas pessoas iriam imaginar que o FC Porto fosse perder pontos com equipas como o Olhanense no Dragão e mesmo o Marítimo na Madeira e que amanhã o FC Porto fosse defrontar o actual 4º classificado atrás de um Paços de Ferreira, que iniciou este defeso com o objetivo de assegurar a manutenção!

Mas é verdade! O FC Porto defronta amanhã um SC Braga que este ano, curiosamente, apenas conseguiu empatar frente a um dos grandes, completando amanhã o ciclo dos jogos com os grandes, onde regista até ao momento 4 derrotas e 1 empate! O SC Braga, é um facto, que não está tão forte como na época passada, mas é bom que não se pense que a vitória amanhã está assegurada, com maior ou menor dificuldade.

O SC Braga vem de uma derrota, que poucos acreditavam, frente ao Sporting em casa, e sobretudo da forma como ocorreu, e este fim de semana, o Paços de Ferreira aumentou para 3 pontos a vantagem sobre este mesmo SC Braga. Isto significa que em caso de derrota, o SC Braga fica a 3 pontos do apuramento da Champions, isto quando ficará a faltar apenas 5 jogos até final da época.

Mas se a vitória é fundamental para o SC Braga, também é fundamental para o FC Porto. Só a vitória interessa, Ganhar ou então Ganhar! O adversário directo cumpriu, como era de esperar, com a sua obrigação, logo, o FC Porto, se pretende manter a esperança de conquistar o Tri-Campeonato, vai ter que vencer amanhã o SC Braga.

Será o terceiro confronto entre as duas equipas. Para o campeonato o FC Porto venceu com toda a justiça em Braga, no entanto, para a Taça de Portugal, perdeu igualmente em Braga, num jogo, em que a responsabilidade vai direitinha para Victor Pereira que entendeu colocar várias segundas opções frente a um adversário complicado.

Amanhã, Victor Pereira não vai repetir a graçinha, até porque estamos a falar do primeiro objectivo da época. Mas também não irá ter todos os jogadores disponíveis. Com os castigos de Mangala e Izmaylov, Victor Pereira vai mexer novamente no onze que derrotou a Académica e o Rio Ave nos dois últimos jogos. Alterações forçadas pelos castigos que se juntam a ainda lesão de Varela, que é a 3ª grande baixa para o jogo de amanhã. De regresso estão Quino e Atsu, recuperados das lesões.

Lista de convocados: Helton, Danilo, Lucho, Maicon, Quiñones, Castro, João Moutinho, Jackson, James, Liedson, Abdoulaye, Fabiano, Fernando, Alez Sandro, Atsu, Kelvin, Otamendi e Defour.



Aparentemente as saídas de Mangala e Izmaylov das opções para o onze já têm substitutos. Na defesa, Maicon irá avançar para o eixo da defesa, enquanto que Alex Sandro regressará ao lado esquerdo. No ataque, fica a dúvida se Atsu estará em condições de jogar de inicio ou se Victor Pereira será mais prudente e colocará Defour, o bombeiro do Dragão, no ataque juntamente com James a apoiar Jackson. Em principio será mesmo Defour, até porque Atsu vem de uma paragem de algumas semanas e não deverá ter o ritmo necessário para ser já opção inicial.

Certo é que Liedson não será opção. Não o foi frente ao Rio Ave, e os escassos minutos que esteve em campo não foram suficientes para mostrar confiança para assumir a titularidade num jogo complicado como será o de amanhã.

Equipa provável: Helton, Danilo, Alex Sandro, Maicon e Otamendi, Fernando, Moutinho e Lucho, Defour, James e Jackson.

Independentemente do resultado do rival, hoje, o FC Porto tem de entrar com a mesma vontade e motivação como se o rival ainda não tivesse jogado. Só a vitória interessa ao FC Porto até final da época. Só assim é que poderemos ser Campeões. Não há mais contas a fazer, é vencer os jogos até final da época e esperar que o adversário, pelo menos não vença 1 dos jogos que tem até final da época.

Amanhã será dificil, mas o FC Porto tem qualidade para o fazer. O adversário é forte e precisa de pontuar, mas o jogo é no Dragão, e no passado recente, com um SC Braga mais forte do que está, o FC Porto tem demonstrado força e tem vencido sem qualquer dúvida este adversário. Amanhã é para repetir.

O jogo está marcado para as 20:00 e tem transmissão na Sporttv.

Importante a presença dos adeptos amanhã no Dragão, pelo que, todos que puderem estar presentes, estejam a apoiar o nosso clube.

Eu acredito…

Força Porto.
Ricardo Nuno Gonçalves Jorge

terça-feira, 2 de Abril de 2013

A um passo da final...

Para quem ainda não sabe, amanhã o FC Porto irá jogar a meia final da Taça da Liga às 16:45, sim é verdade! Mas para aqueles que estiverem no trabalho, na escola, ou simplesmente com outra ocupação para uma tarde a meio da semana, e não possam ir ao Estádio, fica aqui a boa noticia que o jogo irá dar na televisão, o que na prática faz toda a diferença!

Falando de coisas sérias…

O FC Porto tem amanhã a possibilidade de atingir a 2ª final na história desta prova e assim poder ganhar o primeiro troféu, o único troféu oficial nacional que o FC Porto ainda não detém.

E será que vai amanhã fazer tudo para estar na final?

A ver pelo histórico da participação nesta prova, e pela forma como argumentou juridicamente na batalha contra a entidade que organiza a prova, tudo leva a crer que amanhã vamos ter um FC Porto forte e a impor a sua maior qualidade em campo e carimbar um lugar na final.

O adversário é o Rio Ave, mas é o Rio Ave que se tem apresentado até então antes do último jogo com o actual primeiro classificado. O Rio Ave do último jogo nunca existiu e nem mais irá existir, a não ser que o FC Porto puxe dos galões ao limite para superar uma marca, que é dificil de superar, sobretudo porque não terá uma equipa pela frente que vá entrar para entregar a vitória ao adversário!

Vítor Pereira fez apenas duas alterações à convocatória. Saiu Hélton e entraram Kadu e Sebá, que regressa assim às convocatórias da equipa principal.

Lista de convocados: Fabiano e Kadú, Danilo, Lucho, Maicon, Castro, João Moutinho, Jackson, James, Izmaylov, Liedson, Mangala, Abdoulaye, Fernando, Alex Sandro, Kelvin, Otamendi, Defour e Sebá.

A ver pelos eleitos o FC Porto irá apresentar-se forte em campo. Alguns nomes irão mudar, mas tudo indica que Vítor Pereira não irá poupar assim tanto, até porque está em causa, uma das duas únicas possibilidades da equipa conquistar títulos este ano.

Com Mangala suspenso para o jogo frente ao SC Braga na próxima jornada, Vítor Pereira deverá manter o Françês na equipa amanhã, faz todo o sentido, sendo provável que faça descançar Alex Sandro, não correndo o risco de perder as duas opções mais fortes para o lado esquerdo da defesa para o jogo com o SC Braga.

Quem deverá descansar também é João Moutinho. As opções aqui são fortes e Defour deverá avançar para a titularidade fazendo descansar o internacional Português.

No ataque continua a dúvida se Vítor Pereira irá apostar em Liedson sózinho no ataque ou se será desta vez que aposte na dupla Jackson e Liedson apoiados por James.

Equipa provável: Fabiano, Danilo, Mangala, Otamendi e Maicon, Fernando, Defour, Lucho e James, Jackson e Liedson.

A todos aqueles que estejam de férias, 2 dias depois da semana de férias da Páscoa, devemos estar a falar de muitas pessoas mesmo, vão até ao Dragão e apoiem a equipa ao máximo. Em Coimbra a equipa mostrou uma atitude muito boa e vamos acreditar e apoiar para que a atitude se mantenha.

Força Porto.
Ricardo Nuno Gonçalves Jorge

sexta-feira, 29 de Março de 2013

Tolerância Zero!

Vítor Pereira afirmou na conferência de ontem para o jogo da Académica mas já o devia ser antes do último jogo com o Marítimo! Depois de uma série de vitórias que colocou o FC Porto no primeiro lugar, os jogos com Olhanense e Marítimo, e a eliminação tão constrangedora da Champions, ficam para já na página mais negra desta época.

Curiosamente, nestes jogos com o Olhanense e Marítimo, para além de muita apatia e muita desconcentração, foram falhados 2 penaltis que seriam decisivos para a vitória do FC Porto, sobretudo neste último jogo, quando já faltava muito pouco para o final.

Por tanto desperdicio neste momento a equipa atravessa uma tolerância zero e consequentemente uma pressão anormal, para quem já mostrou tanto esta época. Amanhã, o jogo será complicado por várias razões. A Académica é sempre um adversário complicado, precisa de pontos e o FC Porto está altamente pressioando para não falhar, alías, mais uma falha aproveitada pelo adversário, antes do penultimo jogo no Dragão e poderá ser mesmo a perda do título.

Mas o problemas não é só os penaltis falhados! É a total desconcentração da equipa, a falta de comando de Vítor Pereira durante os jogos e sobretudo as inumeras más opções nos últimos jogos. É isto que tem de mudar já!

Agora que até final da época já não há mais jogos da selecção, nem Champions, haverá um último jogo a meio da semana para a Taça da Liga, a desculpa do cansaço fisico deixa de fazer sentido. O FC Porto tem a obrigação de ganhar todos os jogos até final da época, sabendo já que nem isso será suficiente para ser campeão, mas tem de ser este o único objectivo desta equipa, juntamente com a conquista da Taça da Liga que será apenas mais uma pequena compensação pela eliminação da Taça de Portugal.

A equipa está limitada a nível de jogadores para as alas. Curiosamente os únicos extremos de raiz, se assim se pode dizer, estão impedidos por lesão de ajudarem a equipa.

Lista de convocados: Helton e Fabiano, Danilo, Lucho, Maicon, Castro, João Moutinho, Jackson, James, Izmaylov, Liedson, Mangala, Abdoulaye, Fernando, Alex Sandro, Kelvin, Otamendi e Defour.

Será que Vítor Pereira, de uma vez por todas, altera o sistema de jogo e irá apostar num esquema de 2 avançados?
Será que a promessa inicial de rotinar Jackson e Liedson vai ter efeito prático amanhã?

Se não for amanhã, então não fará mais sentido! Utilizar James e Izmaylov como falsos extremos a apoiar Jackson é apresentar um modelo sem profundidade e atrofiar o jogo atacante pelo centro do relvado, tal como aconteceu no último jogo na Madeira. A equipa precisa de sangue novo e novas dinamicas. A entrada de Liedson, não só irá baralhar o adversário como permitirá a James ter espaço para jogar onde mais gosta e rende. Isto é potenciar os jogadores e Vítor Pereira tem de perceber que a equipa precisa de mudar, não basta só trocar o jogador A pelo jogador B na mesma posição.

É previsivel que Vítor Pereira altere também algo na defesa. Otamendi esteve desastrado na Madeira, duas falhas quase que deram um golo e naquele momento a vitória ao Marítimo. É certo que tem estado invariávelmente bem, contudo, faz sentido apostar em Maicon, que é uma mais valia no jogo áereo e na marcação de bolas paradas.

No meio campo o regresso de Moutinho é a principal novidade e caso Vítor Pereira aposte em Jackson e Liedson, este meio campo poderá ser reforçado com James para acções ofensivas.

Equipa provável: Helton, Danilo, Alex Sandro, Maicon e Mangala, Fernando, Moutinho, Lucho e James, Jackson e Liedson.

Ainda que seja um fim de semana festivo é muito importante que os adeptos possam apoiar a equipa amanhã em Coimbra. Não é uma deslocação próxima, sobretudo para a maior parte dos adeptos que costumam apoiar a equipa, mas é uma oportunidade dos adeptos Portistas do centro do país, irem apoiar a equipa.

Uma vitória amanhã irá trazer mais motivação e moral para a equipa, que nos últimos 2 jogos fora de casa não conseguiu vencer.

O jogo está marcado para as 18:15 e terá transmissão na Sporttv.

Força Porto.
Ricardo Nuno Gonçalves Jorge

sábado, 16 de Março de 2013

Depois da tempestade vem a bonança?

Muito provavelmente amanhã o FC Porto terá um jogo que poderá ser decisivo para o futuro da equipa na Liga.

Depois da tempestade em Malaga, onde a equipa não foi equipa, jogaram pessimamente mal, cometeram erros infantis, por momentos a deixar no ar que o importante era o jogo com a Maritimo e não aquele, o FC Porto defronta amanhã o Marítimo, na Madeira. Vai ser um jogo decisivo, pela dificuldade do adversário, pelo momento pós derrota em Malaga e pelo facto da equipa estar a olhar para cima no que toca à classificação.

E se a equipa está forte e quer continuar a demonstrar que a Liga é o principal objectivo, então tem amanhã um teste à sua capacidade fisica e psicológica.

Na primeira volta o FC Porto goleou o adversário de amanhã, em pleno Dragão, despachou o Marítimo com 5 golos sem resposta. Contudo o Marítimo não se apresenta amanhã como se apresentou na primeira volta no Dragão. A equipa, ainda que persista na irregularidade, está a lutar por um lugar na Europa e face ao histórico de animosidade com o FC Porto, tudo fará para roubar pontos ao Dragão.

Mas também é verdade que a equipa de Vítor Pereira tem mais que condições para vencer o jogo, aliás, assim o tinha também em Malaga, assim o tinha em outros jogos, mas quando a postura é apática ou com excesso de confiança, então não é preciso o adversário ser muito forte para conseguir impedir que a vitória sorria ao FC Porto.

Mas o problema não está apenas centrado nos jogadores. É certo que falham dentro de campo, mas também é certo que Vítor Pereira não soube, em Malaga, e não tem sabido em outros jogos agitar a equipa para que não entre num caminho que depois não consiga voltar atrás.

Importante o treino diário, mas é muito mais importante a atenção ao jogo e ter a atitude de mudar no momento certo. Não se podia ir para Malaga a pensar que com o tempo, o jogo chegaria ao fim e que a passagem aos quartos de final surgeria naturalmente. Amanhã, há que meter na cabeça que vão ter de correr e estar concentrados se quiserem trazer os 3 pontos para o Dragão.

Vítor Pereira não poderá contar com João Moutinho, a recuperar de uma lesão, isto segundo o site oficial, de resto contará com os restantes que viajaram para Malaga a meio da semana.

Lista de convocados: Helton e Fabiano; Danilo, Lucho, Maicon, Castro, Jackson Martínez, James, Izmaylov, Varela, Liedson, Mangala, Abdoulaye, Fernando, Alex Sandro, Atsu, Otamendi e Defour.

Vítor Pereira deverá voltar a mexer na equipa novamente. Foram poucos aqueles que estiveram em bom plano e face à ausência de Moutinho, voltará a apresentar a equipa no claro 4X3X3, com 3 avançados de raiz.

No sector defensivo não deverá haver mexidas. No meio campo, Defour deverá surgir no lugar de Moutinho e James deverá avançar para o ataque. Resta saber se Vítor Pereira irá apostar em Atsu, Varela ou Izmaylov para fazer companhia a Jackson. Tudo aponta que seja ou Atsu ou Izmaylov, Varela não esteve bem e certamente apresentar-se-á mais debilitado fisicamente. Face à muralha defensiva que o Marítimo vai apresentar não será surpresa se Vítor Pereira volte a apostar em Izmaylov para conseguir abrir espaços.

Equipa provável: Helton, Danilo, Alex Sandro, Mangala e Otamendi, Fernando, Defour e Lucho, James, Izmaylov e Jackson.

Dado positivo para amanhã é que o FC Porto joga primeiro do que o seu adversário directo. Em caso de vitória, que esperam todos os Portistas, poderá colocar pressão para o jogo em Guimarães. Mas primeiro e mais importante é conseguir os 3 pontos amanhã.

O jogo está marcado para as 18:00 e tem transmissão na Sporttv.

Força Porto.
Ricardo Nuno Gonçalves Jorge

sexta-feira, 8 de Março de 2013

Sem Margem para falhar

Depois da desilusão da última jornada em Alvalade, onde o FC Porto perdeu o primeiro lugar de uma forma constrangedora quanto tinha tudo para conquistar os 3 pontos, não existe margem para falhar mais logo.

Primeiro porque o FC Porto joga no Dragão, e no Dragão não pode voltar a acontecer jogos como contra o Olhanense! Segundo, porque agora, a equipa já tem de olhar para cima e mesmo faltando algumas jornadas para o final, o objectivo é recuperar os pontos de desvantagem e não correr o risco de acumular mais!

Pressão? O FC Porto é um clube exigente, é essa a imagem de marca como tal há que colocar em campo toda a qualidade da equipa, independentemente das ausências, e conquistar os 3 pontos que se exige.

O adversário não vai ser fácil. O Estoril tem sido, a par com o Paços de Ferreira e o Rio Ave as equipas sensação desta Liga. Com orçamentos muito reduzidos e no caso do Estoril, na época que regressou ao primeiro escalão, tem feito um campeonato excelente. E quem está atento a este clube, percebe que não é só uma questão de bons resultados. A equipa tem bons jogadores, joga coesa, com qualidade, prova disso os bons resultados até agora conseguidos e as dificuldades que já criou por duas vezes ao FC Porto.

Contudo o FC Porto é claramente favorito. E tem de assumir esse favoritismo. Para isso é preciso uma postura muito diferente daquela que teve em Alvalade. Há partida assim será, não só porque joga no Dragão e frente a um adversário, teoricamente mais acessivel se bem que não é isso que diz a classificação, mas também porque vem de um mau resultado.
Victor Pereira continua sem poder contar com Moutinho e Mangala, provavelmente, no caso de Moutinho, por precaução para o jogo com o Malaga. Duas ausências de peso, no entanto, a ausência de Moutinho notou-se mais em Alvalade do que propriamente a de Mangala.

Pensar já no jogo do Malaga pode ser mortifero para quem não se quer atrasar na classificação. Victor Pereira fez apenas uma alteração nos convocados, deixando de fora Sebá e fazendo regressar Quino.

Lista de convocados: Helton e Fabiano, Danilo, Lucho, Maicon, Quiñones, Castro, Jackson, James, Izmaylov, Varela, Liedson, Abdoulaye, Fernando, Alex Sandro, Atsu, Otamendi e Defour.

Apesar de não ter mexido quase nada na convocatória, são esperadas alterações na frente de ataque. A dupla Izmaylov e Varela em Alvalade estiveram muito abaixo do real valor. Por outro lado nem James nem Atsu trouxeram algo de novo à equipa. Liedson, pelos escassos minutos que esteve em campo e o facto de não lhe terem colocado a bola, foi mais um que não conseguiu contribuir no ataque.

Não sendo credivel que Victor Pereira apresente a dupla Liedson e Jackson, ainda que fosse muito interessante de ver este esquema de jogo implementado, é provável que James, que não esteve nada bem, possa avançar para a titularidade da equipa e fazer dupla com Atsu, substituindo assim a dupla que foi titular em Alvalade.

No sector do meio campo e defensivo nada de novo, Victor Pereira irá apostar nos mesmos 8 que estiveram em Alvalade.

Equipa provável: Helton, Danilo, Alex Sandro, Maicon e Otamendi, Fernando, Defour e Lucho, James, Atsu e Jackson.

Importante que Victor Pereira faça a leitura do jogo em tempo real e consiga perceber quando as coisas começarem a ficar complicadas. O Estoril não vai ao Dragão jogar deliberadamente ao ataque pelo que é muito provável que vá colocar muitos homens atrás da linha da bola e se assim for, Victor Pereira não pode voltar a fazer as mesmas substituições de sempre, trocando um jogador de uma posição por outro para a mesma posição.

Aliás, mais logo será também um teste a Victor Pereira depois de ter tido uma postura muito cautelosa, com o impacto de ter empatado, quando se exigia claramente a vitória.

O jogo está marcado para as 20:00 e terá transmissão na Sporttv.

A todas as mulheres Portistas, um feliz dia internacional da Mulher e que possam comemorar mais logo em pleno Dragão.

Força Porto.
RicardoNuno Gonçalves Jorge

sábado, 2 de Março de 2013

Teste ao Campeão!

O FC Porto chegou ao final da tarde de ontem a Lisboa onde hoje tem pela frente mais um clássico. E sim, ainda que o Sporting esteja no lugar em que está, hoje vamos ter um clássico em Alvalade. E desenganem-se aqueles que acharem que o FC Porto vai ter um jogo fácil pela frente!

No jogo da primeira mão, já existia uma diferença grande entre as duas equipas, e constatou-se que a vitória não foi simples, é certo que o FC Porto geriu bem o jogo, mas foi o respeito pelo adversário, já meio debilitado, a chave da conquista dos 3 pontos. Mais logo terá que ser um FC Porto com respeito pela história do adversário.

Uma vitória em Alvalade é mais um grande passo rumo ao principal objetivo da época. Não só pelos 3 pontos, mas sobretudo pela motivação adicional que a equipa terá para futuros confrontos. O campeonato avança e com o regresso da Champions o FC Porto entra agora no trilho mais critico para a definição da época. Com o principal adversário colado no primeiro lugar e sabendo que o adversário terá um jogo teoricamente simples, uma vitória hoje é mais um passo importante.

O adversário está claramente debilitado, certamente apresentará uma equipa irreverente, tal como Jesualdo Ferreira apelidou, jovem, mas irreverente, capaz de criar dificuldades a um FC Porto que se apresentar-se no campo do adversário com excesso de confiança poderá sair de Alvalade com um sabor amargo.

Vítor Pereira já sabia há uns dias que não poderia contar com Mangala, mas a notícia de hoje que João Moutinho se lesionou não estava nos planos de ninguém. São duas baixas de relevo na equipa, mas felizmente são em sectores que o FC Porto tem outras soluções de grande qualidade, ainda assim, perde o Campeão, duas opções de grande qualidade para o clássico.

Lista de convocados: Helton, Danilo, Lucho, Maicon, Castro, Jackson, James, Izmaylov, Varela, Liedson, Abdoulaye, Fabiano, Fernando, Alex Sandro, Atsu, Otamendi, Defour e Sebá.

Não será com as ausências de Moutinho e Mangala que Vítor Pereira irá apresentar um esquema diferente do habitual frente a este Sporting. O modelo de jogo irá manter-se e não resta dúvidas que substitutos da dupla que fica hoje de fora serão Defour e Maicon.

Provável também a titularidade de James, é certo que Izmaylov tem estado bem e Varela é de todos o jogador com características diferentes dos restantes nas alas, mas hoje Vítor Pereira deverá apostar na dupla James e Izmaylov para apoiar Jackson no ataque reforçando ao mesmo tempo o meio campo, pois são jogadores com características de mais posse de bola e com tendência para jogar no meio.

Esta opção de Vítor Pereira poderá permitir que Danilo e Alex Sandro tenham um pouco mais de liberdade nas acções ofensivas, mas tudo dependerá do adversário, pois previsivelmente colocará no ataque dois jogadores pelas alas.

Equipa provável: Helton, Danilo, Alex Sandro, Maicon e Otamendi, Fernando, Defour e Lucho, Izmaylov, James e Jackson.

Vai ser um teste importante, não decisivo, mas importante ao FC Porto. O mês de Março vai ser competitivo e será determinante para as contas da Liga.

O FC Porto tem tudo para impor o seu jogo e levar os 3 pontos para a invicta. E não será por falta de apoio que isso não acontecerá. São esperados muitos Portistas mais logo, naquela que é a última aparição da equipa em terras de Lisboa.

O jogo está marcado para as 19:45 e terá transmissão na Sporttv.

Força Porto.
Ricardo Nuno Gonçalves Jorge

sábado, 23 de Fevereiro de 2013

Limitado? No Dragão é para vencer…

Depois de mais uma jornada europeia pautada por mais uma vitória, que coloca o FC Porto em melhor posição para alcançar os quartos de final da Champions, regressa hoje a Liga naquele que será o primeiro de dois confrontos directos com o Rio Ave e no Dragão.

O Rio Ave tem sido uma das melhores equipas deste campeonato. Na primeira volta conseguiu impor um empate em sua casa frente ao FC Porto, mas, não convém relembrar que nesse jogo o FC Porto esteve em vantagem e dois erros defensivos e uma má arbitragem fez com que saisse de Vila do Conde apenas com 1 ponto.

Mas tem sido uma equipa muito consistente esta do Rio Ave. Não tem grandes nomes, mas tem um colectivo muito unido e coeso que deixa tudo em campo. Não é uma equipa muito concretizadora mas consegue segurar muito bem o jogo a meio campo impedindo muitas vezes o adversário de ir mais além.

O jogo da Taça da Liga não irá interferir neste confronto para nenhuma das equipas. Quer FC Porto quer Rio Ave pretendem manter o mesmo nível na Liga e sim, na próxima quarta-feira irão discutir o lugar na final dessa prova.

O jogo a meio da semana poderá causar alguma mossa no rendimento da equipa, mas já se sabe que Vítor Pereira vai ter de mexer, pelo menos, em duas peças do onze que alinhou frente ao Malaga. Alex Sandro e Mangala, dois dos jogadores que têm estado em evidência nos ultimos tempos, não poderão jogar e Atsu é baixa de última hora. De saudar o regresso de Defour.

Lista de convocados: Helton, Danilo, Lucho, Maicon, Quiño, Castro, João Moutinho, Jackson, James, Izmaylov, Varela, Liedson, Abdoulaye, Fabiano, Fernando, Kelvin, Otamendi e Defour.

Mas as limitações do lado esquerdo são evidentes. O processo de gestão de amarelos de Alex Sandro e Mangala não foi bem conduzido pela equipa técnica. Perder os dois jogadores em simultâneo, no mesmo jogo é possivel, a questão que se coloca foi porque motivo não se forçou um deles mais cedo?!

É uma incógnita o que Vítor Pereira irá fazer no lado esquerdo da defesa. Os centrais disponiveis são todos dextros e no meio campo as opções para o lado esquerdo de um sector defensivo são também limitadissimas. Será que a aposta é Quino?

Vítor Pereira deverá apostar em Abdoulaye para fechar o lado esquerdo da defesa. Será uma solução de recurso mas que poderá impulsionar Danilo para terrenos mais avançados, jogando cá atrás com 3 centrais. O Rio Ave tem como hábito povoar muito o meio campo e fará algum sentido o FC Porto apresentar-se mais reforçada no meio campo. Apostar em Quino é manter o mesmo esquema com a diferença que Quino não conseguirá fazer o jogo de qualidade ofensiva e defensiva que Alex Sandro faz.

Mas nem tudo são más noticias. James Rodrigues deverá avançar para a titularidade depois de ter voltado a ganhar minutos e ritmo na última partida. O sacrificado deverá ser Izmaylov que à partida terá mais dificuldades em recuperar num curto espaço de tempo.

Equipa provável: Helton, Danilo, Maicon, Otamendi e Abdoulaye, Fernando, Moutinho e Lucho, James, Varela e Jackson.

Este jogo antecede a visita do FC Porto a Alvalade pelo que é sem dúvida imperativo que a equipa consiga conquistar os 3 pontos para que chegue a Alvalade como lider.

O jogo está marcado para as 20:15 e terá transmissão na Sporttv.

Força Porto.
Ricardo Nuno Gonçalves Jorge

sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2013

Operação Regresso às Vitórias

O empate na última jornada teve claramente sabor a derrota. O FC Porto tinha tudo para conseguir os 3 pontos e sabia à partida que ficaria isolado no primeiro lugar, mas a partida de Carnaval estava preparada e ficou-se por uma má exibição e um resultado ainda pior.

Há que rapidamente regressar ás vitórias e nada como vencer já hoje o Beira Mar e não só manter o primeiro lugar como também subir os niveis de motivação e confiança para o confronto da próxima semana para a Champions.

O Beira Mar saltou para o lugar de despromoção na última jornada. Tem sido uma das equipas mais fracas deste campeonato, mas depois do pesadelo da última jornada no Dragão, e depois de já ter perdido 4 pontos, frente a Gil Vicente e Rio Ave, não se pode mais facilitar com equipas teoricamente e na prática, claramente inferiores.

Numa semana que fica claramente marcada pela confirmação da presença do FC Porto nas meias finais da Taça da Liga, ao contrário do que a própria Liga pretendia, Vítor Pereira teve a confirmação do regresso de James e Atsu aos disponiveis a ir a jogo. No sentido inverso, Varela ficou de fora, aparentemente devido a lesão, mas poderá estar apto para terça-feira, para a Champions.

É uma convocatória claramente virada para o ataque. Saiu um defesa das opções, Abdoulaye, e entrou mais uma solução ofensiva, o que transmite a ideia de um FC Porto ofensivo de inicio e com opções para claramente sufocar o adversário na seu reduto defensivo.

Lista de convocados: Helton, Danilo, Lucho, Maicon, Castro, João Moutinho, Jackson, James, Izmaylov, Liedson, Mangala, Fabiano, Fernando, Alex Sandro, Atsu, Kelvin, Otamendi e Sebá.

Os regressos de Atsu e James são claramente as grandes novidades. No caso de Atsu, o jogador vem com ritmo da CAN e deverá ser mesmo opção no onze inicial, já no que toca a James é uma icógnita, mas a avaliar pelo tempo de ausência não é credivel que Vítor Pereira aposte no jovem Colombiano de inicio frente ao Beira Mar.

Mas não deverá ser um FC Porto muito diferente dos últimos jogos. Vítor Pereira está já a pensar no Málaga, tal como os jogadores, mas o jogo de mais logo é para vencer e não deverá existir qualquer dúvida que os jogadores vão entrar em jogo para limpar a imagem deixada no último jogo no Dragão.

Ainda assim Vítor Pereira deverá proceder a algumas alterações. No sector defensivo, Maicon poderá surgir na equipa, fazendo descansar um dos centrais mais utilizados, e que deverão fazer dupla no jogo do Málaga. No meio campo, sem a opção Defour, Vítor Pereira deverá manter a tripla que lhe dá mais garantias, pelo menos no inicio do jogo. No ataque, Izmaylov e Atsu deverão avançar para o apoio a Jackson.

O mesmo esquema, com pequenas alterações, deverá ser assim o FC Porto mais logo em Aveiro, pequenas alterações mas com qualidade e vontade de regressar às vitórias.

Equipa provável: Helton, Danilo, Alex Sandro, Maicon e Mangala, Fernando, Moutinho e Lucho, Atsu, Izmaylov e Jackson.

Neste estádio o FC Porto já venceu esta época e conquistou o primeiro título oficial. Será muito importante a presença dos adeptos para apoiarem a equipa. Não só porque vem de um resultado menos bom, mas também para a equipa não sentir que está a jogar futebol num estádio muito colorido mas completamente às moscas!

O jogo está marcado para as 20:30 e terá transmissão na Sporttv.

Força Porto.
Ricardo Nuno Gonçalves Jorge

sábado, 9 de Fevereiro de 2013

No Dragão quem manda é o Campeão

Tem sido assim… o FC Porto ganhou todos os jogos oficiais esta época no Dragão. Ganhou para a Liga, ganhou para a Champions e ganhou também para a taça da Liga, aquela que ontem o jornal do clube do Regime escreveu que iria ser afastado nesse dia da competição!

Ou seja, uma constante de vitórias que demonstra que no Dragão o FC Porto tem uma postura dominante e, independentemente do adversário, quem manda é o campeão.

Se o mês de Janeiro foi marcante pelas vitórias e pelo regresso ao primeiro lugar da Liga, já o mês de Fevereiro não podia começar melhor. O FC Porto exibiu-se, provavelmente ao seu melhor nível esta época, e consolidou o primeiro lugar e a categoria que a equipa tem demonstrado em vários campos.

E este mês de Fevereiro tem a importância que marca o regresso da Champions. Até lá o FC Porto irá jogar mais duas vezes para a Liga, amanhã com o Olhanense, no próximo fim de semana em Aveiro. É muito importante que o FC Porto cumpra este objectivo de chegar ao jogo com o Málaga no primeiro lugar da Liga e sem perder qualquer ponto. Será uma dose extra de motivação e confiança para ultrapassar a equipa sensação da fase de grupos.

E para cumprir o objectivo o FC Porto terá que se apresentar no mesmo nível que se tem apresentado. O adversário de amanhã tem passado por muita instabilidade no grupo de trabalho, mas convém lembrar que deu muita luta no jogo da primeira volta em Olhão.

Vítor Pereira não viu nesta semana nenhum dos lesionados recuperar para o próximo jogo, continuam as mesmas baixas para amanhã o que fez com que a convocatória fosse rigorosamente a mesma que a da semana passada. Mas já na próxima jornada, frente ao Beira Mar pelo menos Atsu regressará às opções pois hoje despede-se da CAN no jogo para o 3º e 4º lugar da prova.

Lista de convocados: Helton, Danilo, Lucho, Maicon, Castro, João Moutinho, Jackson, Izmaylov, Varela, Liedson, Mangala, Abdoulaye, Fabiano, Fernando, Alex Sandro, Otamendi, Sebá e Tozé.


E se a convocatória é a mesma a equipa inicial deverá manter-se. A dúvida poderá ser a inclusão de Maicon, fazendo descansar ou Otamendi ou Mangala. É certo que quer Otamendi quer Mangala não merecem sair da equipa, mas Maicon é também uma mais valia, não só pela sua capacidade defensiva mas também pelo jogo em altura e pelos livres que tem marcado.

E face a um Olhanense que deverá jogar muito recuado as bolas paradas poderão ser determinantes pelo que não deverá ser absurdo Maicon surgir no onze no lugar de Otamendi.

Na frente tudo deverá manter-se como no jogo de Guimarães. A boa prestação de Izmaylov e a ainda a falta de ritmo de Liedson, deverá levar Vítor Pereira a manter a mesma linha do meio campo e do ataque.

Equipa provável: Helton, Danilo, Alex Sandro, Maicon e Mangala, Fernando, Moutinho e Lucho, Izmaylov, Varela e Jackson.

A noite vai estar fria mas no Dragão certamente será mais uma noite de grande futebol e de mais uma vitória da nossa equipa. A quem puder ir ao Dragão aproveite a oportunidade para saudar os nossos campeões.

O jogo está marcado para as 20:15 e terá transmissão na Sporttv.

Força Porto.
Ricardo Nuno Gonçalves Jorge

sábado, 2 de Fevereiro de 2013

Liderança é para manter…

Depois de alcançada a liderança com uma goleada de 5-0 frente ao Gil Vicente, o FC Porto olha agora apenas para baixo. E é assim que tem de continuar. A equipa, ainda que com muitas baixas importantes, deu uma excelente resposta no mês de Janeiro, seguindo em frente na Taça da Liga e alcançando o primeiro lugar da classificação da Liga.

Hoje, o adversário éo sempre complicado Vitória de Guimarães, sobretudo porque joga em casa e frente ao FC Porto! A equipa vitoriana está um pouco melhor do que no ínicio do campeonato, mas continua com um saldo negativo de golos, ou seja, sofre mais golos do que aqueles que marca, quando curiosamente está no 6º lugar da classificação!

No jogo da primeira volta o FC Porto goleou por 4-0 esta equipa, isto depois de uma jornada inauguaral muito fraca em termos exibicionais e lógicamente com reflexo no resultado. Mas no Dragão o FC Porto fez um dos melhores jogos da primeira volta, jogando bem e marcando bons golos.

Mas a motivação continua em alta. O FC Porto chega hoje a Guimarães no primeiro lugar da classificação e ainda que o jogo seja complicado, e as lesões continuem para alguns jogadores importantes, o FC Porto tem todas as condições para fazer um bom jogo e trazer os 3 pontos.

Vítor Pereira teve mais uma baixa nesta semana. Defour juntou-se a James e Atsu, as principais baixas no plantel. Por outro lado, já pode contar com Liedson, naquele que é uma das grandes espectactivas para o jogo de amanhã.

Lista de convocados: Helton, Danilo, Lucho, Maicon, Castro, João Moutinho, Jackson, Izmaylov, Varela, Liedson, Mangala, Abdoulaye, Fabiano, Fernando, Alex Sandro, Otamendi, Sebá e Tozé.

A baixa de Defour volta a obrigar Vítor Pereira a mexer na equipa, depois de James ter saído do onze. Desta vez a opção para deverá recair em Alex Sandro que deverá avançar no terreno, cedendo o lugar de defesa a Mangala, que será substituido por Maicon no eixo. Esta opção é a mais consistente que Vítor Pereira tem e irá permitir fechar as alas sempre que a equipa estiver em acções defensivas e dar mais profundidade sempre que a equipa estiver em acções ofensivas.

De resto Vítor Pereira não irá certamente mexer mais na equipa, até porque a nível de opções indiscutiveis para o onze inicial está claramente limitado.

Equipa provável: Helton, Danilo, Mangala, Maicon e Otamendi, Fernando, Moutinho e Lucho, Alex Sandro, Varela e Jackson.



É claramente uma das duas saídas mais complicadas que o FC Porto terá até ao fim do campeonato. Uma vitória hoje irá cimentar ainda mais o primeiro lugar, independentemente dos golos que se venham a marcar nos jogos dos dois primeiros classificados. A questão de golos para já só tem o efeito psicológico de ser o primeiro classificado, pelo que a vitória mais logo, nem que seja pela margem minima, será sempre o primeiro objectivo da equipa.

Se Liedson está convocado é porque poderá estar mesmo em condições minimas para realizar alguns minutos em campo. Se isso se concretizar será sem dúvida uma das grandes atrações para mais logo, não só pela qualidade que todos conhecem, mas também pelo simbolismo que tem no campeonato Português.

Ultima nota para apelar a todos os Portistas do Norte, sobretudo, que se possam deslocar a Guimarães e apoiar o nosso FC Porto. O estádio tem condições para receber muitos Portistas pelo que, face à dificuldade do encontro, faz todo o sentido que esteja muito bem preenchido de Portistas.

Por último ainda referir que mais uma vez o conselho de arbitragem entendeu nomear mais um árbitro mediocre para o jogo mais importante da jornada! Esperamos todos que a mediocridade não se faça sentir sempre para o mesmo lado!

O jogo está marcado para as 20h30 e terá transmissão televisiva na SportTv1.

Força Porto.
Ricardo Nuno Gonçalves Jorge

domingo, 27 de Janeiro de 2013

Liedson vai a jogo!

É sem dúvida a grande nota de destaque para o jogo de amanhã. Liedson chegou, treinou e já foi incluído nos convocados, sem bem que numa lista de 19, o que pressupõe que alguém poderá não estar na melhores condições.

O Gil Vicente foi uma das 3 equipas que na primeira volta roubou 2 pontos ao FC Porto. No caso concreto do jogo da primeira volta, o termo “roubou”, fica muito bem, pois quem não se lembra da arbitragem de Duarte Gomes em Barcelos, onde fez vista grossa a dois penaltis claros a favor do FC Porto?

Curiosamente, Duarte Gomes e João Ferreira já apitaram jogos do FC Porto. Pedro Proença e Olegário Benquerença, continuam ainda sem apitar qualquer jogo do clube do Regime!

O jogo da primeira volta terminou empatado a zero e ainda que se tenham verificados erros grosseiros de arbitragem, o FC Porto realizou uma má partida, talvez a pior para a Liga. Ainda com Hulk, a equipa estava desunida, partida, individualista e todos os adjectivos contra natura do que é o FC Porto, de tal forma, que a mensagem do treinador passou cá para fora e para dentro do balneário.

O Gil Vicente continua a ser uma equipa frágil e nem mesmo com o regresso de Hugo Vieira, a estrela da companhia na última época, faz com que o favoritismo não seja beliscado ao Dragão.

Do lado do FC Porto, e depois de saber o resultado do confronto entre os outros dois candidatos ao título, tem aqui uma boa oportunidade de chegar, feitas as contas aos golos, ao primeiro lugar. Para isso tem de vencer o Gil Vicente por mais de 1 golo, igualando todas as contas no topo, prevalecendo o facto de ter mais golos marcados na casa do adversário. O facto do clube do regime ter vencido nada deve alterar a concentração da equipa. A necessidade da vitória já existia e resta ao FC Porto continuar na sua caminhada de vitórias.

Grande expectactiva para saber se Liedson vai a jogo! O luso brasileiro está nos convocados e até poderá surgir mesmo no banco e estrear-se no Dragão. De resto continuam as mesmas ausências com excepção de Izmaylov que volta aos convocados depois de não ter sido utilizado em Setúbal pelo jogo em atraso que era e por na altura ser ainda jogador do Sporting.

Lista de Convocados: Helton, Fabiano, Danilo, Alex Sandro, Maicon, Abdoulaye, Otamendi, Mangala, Fernando, Castro, Moutinho, Defour, Kelvin, Lucho, Izmaylov, Sebá, Liedson, Varela e Jackson.

Ainda não existem perspectivas do regresso de James à equipa mas com as opções Izmaylov e Liedson, claramente, a equipa ganha duas opções experientes e de qualidade. Mesmo assim, não é expectável que Vítor Pereira aposte em qualquer um dos dois para a titularidade. O esquema deverá manter-se o mesmo. Resta saber se Vitor Pereira ira apostar em Alex Sandro como médio, Defour numa das alas, ou então dar a oportunidade a Sebá!

A leitura que se fez do último jogo em Setúbal é que Vítor Pereira apostou em Kelvin, mas rapidamente percebeu que não tinha sido uma boa aposta. Amanhã, não se deverá repetir este cenário, sendo o mais provável, apostar em Sebá ou mesmo Alex Sandro a médio, dando mais força a um esquema de 4X3X3 do que com Defour dará.

Outro dado a ter em conta é que Alex Sandro está a 1 cartão de não poder jogar no próximo jogo, jogo que será em Guimarães, pelo que não seria de todo surpreendente, que Alex Sandro estivesse de ínicio no banco de suplentes, avançando Mangala para a esquerda e Maicon para o eixo central, cabendo a Sebá, já merece a titularidade no Dragão, uma das alas de suporte a Jackson.

Equipa provável: Helton, Danilo, Mangala, Maicon e Otamendi, Fernando, Moutinho e Lucho, Sebá, Varela e Jackson.

A vitória é o grande e único objectivo. A questão dos golos é secundária, mas que o FC Porto tem aqui uma grande oportunidade para iniciar a 2ª volta da Liga no primeiro lugar, lá isso tem!

O jogo está marcado para amanhã, pelas 20:00, num semana que será de decisões finais para várias situações ainda pendentes, como são os casos de Rolando, Iturbe, Kléber e Fucile. Não é admissivel que entre mais jogadores, nem tão pouco existe essa necessidade, importante sem dúvida, a SAD resolver estes casos da melhor maneira e sem colocar em causa o valor enquanto activos do clube.

Força Porto
Ricardo Nuno Gonçalves Jorge