sexta-feira, 29 de abril de 2011

FC Porto Histórico, 5 Torpedos afundam o Submarino Amarelo!

Capa do jornal "O Jogo"
Não há palavras que consigam descrever a alegria que este FC Porto nos dá... Pinto da Costa disse ao Porto Canal que este seria um Porto melhor que o de Mourinho, ao nível do FCPorto de 1987, campeão europeu. Talvez o melhor de sempre... Sempre a quebrar records...

Com Guarin recuperado, Villas Boas lançou a equipa que se previu: Helton, Sapunaru, Alvaro Pereira, Rolando e Otamendi, Fernando, Moutinho e Guarin, Hulk, Falcão e Cristian Rodriguez.

A primeira parte foi muito dividida. A equipa portista decidiu pressionar alto, para tentar contrariar o bom futebol praticado pelo Villarreal. Uma forma arriscada de encarar o jogo, mas a única possível para conseguirmos atingir os objectivos definidos. Isso fez com que o meio campo conseguisse recuperar muitas bolas, mas também a equipa espanhola, fazendo uso do contra-ataque e da velocidade dos seus avançados, Valero, Soriano e Nilmar, foi criando perigo a espaços.

Concordo com Villas-Boas: o Porto não foi mau na primeira parte, não teve foi capacidade de finalização. Por outro lado, o Villarreal estava a jogar muito fechado na defesa, o que também dificultou as nossas movimentações. Em cima dos 45 minutos o Villarreal, numa jogada de contra-ataque, abre o marcador e coloca-se em vantagem. Sofremos um golo que foi causado pelo risco que tomámos na táctica escolhida, ainda assim tudo faria crer que mantendo a qualidade de jogo na segunda parte a equipa acabaria por dar a volta. Houve dúvidas?



Os azuis e brancos entraram na segunda parte praticamente a ganhar... Grande pressão ofensiva, que gerou uma grande penalidade aos 49 minutos ganha e concretizada por Falcao. E o Porto não mais parou... Golo de Guarin aos 61 minutos (o colombiano fez tudo sozinho!); e golos de Falcao aos 68 com assistência de Hulk, numa jogada de contra-ataque, aos 76, de cabeça, após livre cobrado por Guarin, e aos 90 minutos na sequência de um canto cobrado por James Rodriguez.

E a segunda parte foi só Porto. Após o 3-1 o Villarreal como que desistiu de lutar contra a superioridade da equipa portista, tornando cada vez mais o seu contra-ataque ineficaz. Demos 5 tiros no submarino amarelo!!

Estiveram todos bem, no geral, mas o grande destaque desta noite vai obviamente para Falcao. Em primeiro lugar porque marcou o primeiro poker da sua carreira, o que desde logo é memorável; em segundo lugar porque consolida-se cada vez mais como o melhor marcador desta edição da Liga Europa; por último, porque se revela como mais um destruidor de records esta época: ultrapassou Jardel como melhor marcador nas competições europeias por parte do FC Porto, e é também o melhor marcador de sempre da Liga Europa! Esta foi uma noite de sonho para o avançado portista! Esperemos que ele continue de Dragão ao peito!!

Destaque também para Guarín! O médio não baixa de rendimento e continua a dar boa resposta à aposta de Villas-Boas nele! Marcou o segundo golo que foi determinante na reviravolta e ainda assistiu o quarto.

Otamendi esteve também muito bem. Fez intervenções providencias e ajudou de forma constante e competente a lançar a equipa no ataque!

Bom jogo também de Helton! Não podia fazer nada no golo que sofreu, e sempre que foi chamado a intervir foi perfeito! Grande época deste grande capitão....

E não há muito mais a dizer.... Foi uma segunda parte esmagadora! Este Porto não se cansa (felizmente!!) de nos dar alegrias! Lembrar que este foi o terceiro jogo consecutivo na Europa a marcar 5 golos! A época está a chegar ao fim, mas parece que este Porto tem um ritmo de quem está a começar... absolutamente alucinante!

Declarações dos nossos heróis:



Sem dúvida que é a melhor equipa portuguesa do momento, e uma das melhores da Europa! Para o ano a Liga dos Campeões nos espera, e nós esperando que o Villas-Boas tenha um percurso semelhante ao de Mourinho nos anos 2003 e 2004.



Revista de imprensa por Rage:



Tuttosport * Itália


Olé * Argentina

Site Colombia.com * Colômbia

El Pais Colômbia * Colômbia

Sky Sports * Inglaterra

Site Lance.net * Brasil

Ovacion – Uruguai

Site oficial da UEFA

Site oficial de Radamel Falcao


Há que encarar a segunda mão com seriedade e cautela, tal como fizemos com o Spartak, mas nada consegue evitar esta euforia.... Este Porto não só ganha, como ganha com goleadas na Europa...

Grande treinador, grandes jogadores, época memorável!!



Dublin nos espera, venha quem vier!!

Saudações (emocionadas) portistas,

Carla Correia

8 comentários:

Andie disse...

a minha maior pena foi não ter podido ver o jogo!! mas não me estou a cansar de ver a repetição dos golos:) que equipa maravilhosa!

100% Dragão disse...

Boa Noite!

Absolutamente fabuloso o que esta equipa e este treinador estão a fazer...

Obrigado Porto


Grande Abraço

http://100porcentodragao.blogs.sapo.pt/

Carla Correia disse...

eu vi o jogo e mesmo assim não me canso de ver a repetição dos golos...:) Fantástico!!!

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Como se esperava encontramos muitas dificuldades para dar o primeiro rombo no submarino amarelo. O Villarreal foi a equipa que melhor futebol jogou no Dragão esta época.

Na primeira parte tiveram as melhores oportunidades de golo, e podiam ter partido para o intervalo com mais de um golo de vantagem.

Aproveitaram bem a nossa ala esquerda que era uma autêntica avenida, com Alvaro muito desconcentrado defensivamente.

Guarin muito lento, Hulk a complicar, e iam nos valendo Rolando, Otamendi, Helton, Sapunaru, Moutinho e Fernando a segurar as investidas ofensivas do Villarreal, e Cebola e Falcao a lutar contra a defensiva espanhola.

Rossi e Nilmar são muito difíceis de marcar, quando a equipa espanhola joga em contra-ataque. Jogam no limite do fora de jogo, e tem médios de grande qualidade técnica a servi-los. Na primeira parte tivemos uma grande oportunidade de Hulk, e ficámos-nos por aí.

Na segunda parte, depois dos espanhóis terem falhado o segundo golo, acordamos para o jogo e fizemos um 40 minutos fantásticos, demolidores, com Falcao a efectuar a melhor exibição desde que chegou ao Porto.

Guarin, fruto do reposicionamento operado por Villas-Boas apareceu no jogo e com Moutinho transportaram o jogo do Porto para a frente, e começaram a lançar bolas para as alas, que a cada cruzamento eram meio golo.

Foi a partir desse momento que nos deparamos com as fragilidades defensivas do Villarreal, e se o jogo tivesse mais uns minutos mais golos marcaríamos.

Nota positiva para o público que puxou pela equipa do primeiro ao último minuto, criando um ambiente arrepiante.

O árbitro sem influir no resultado final, cometeu pequenos erros de avaliação disciplinar e técnica. Amarelo a Fernando, e não amarelo logo a seguir a jogador espanhol. Foras de jogo mal tirados ... o jogo merecia um árbitro doutra craveira! Era uma final antecipada!

Na segunda mão temos de gerir sériamente o resultado, respeitando a valia do adversário, poupar Moutinho que está à beira da exclusão, e carimbar aquilo que todos ansiamos ... Final de Dublin.

Abraço e bom fim de semana

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com

P. Ungaro disse...

Boas,

Ontem mais uma vez se viu uma demonstração cabal do que é o FC Porto de Villas-Boas ... com esta atitude e empenho de todos, com um ponta de lança (avançado) fabuloso como o Falcao, com a entreajuda de toda a equipa só paramos quando o caneco estiver nas nossas mãos !!!

Um abraço

http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.com/

Dragaopentacampeao disse...

Mais uma bela e gloriosa página, escrita por uma equipa que sabe seguir à letra o lema do Clube: «Ganhar é o nosso destino».

Resultado e exibição que honram os pergaminhos e quando assim é para quê falar das dificuldades da primeira parte.

Dublin ficou imensamente mais perto, mas falta ultrapassar o «quase».

Estou certo que AVB vai continuar a fazer história e a pulverizar todos os recordes.

Estou cada vez mais orgulhoso deste Clube, o melhor de Portugal e um dos melhores do Mundo.

Um abraço

DavidPintoFaria disse...

Simplesmente Fantástico mais uma GRANDE NOITE, mais um GRANDE RESULTADO! Não podia estar mais ORGULHOSO... OBRIGADO F.C.PORTO!

HD disse...

O Submarino foi de facto abatido por 5 torpedos de sonho. Dublin está agora a um pequeno passo, mas o essencial é deixar a euforia de lado.

O Villarreal é uma excelente equipa que merece todo o nosso respeito. Fizemos uma boa primeira parte em que com alguma sorte podiamos ter chegado ao golo. Assim não foi. Por outro lado, o Villarreal gelou o Dragão ao minuto 44' do jogo. A verdade é que a equipa espanhola, utilizando um futebol mais directo fruto do sufoco que sentia, teve algumas boas oportunidades para abrir o marcador.

Durante o intervalo estava perturbado, mas absolutamente confiante. Primeiro porque estava convicto que o FC Porto virava o resultado, segundo porque sabia que no El Madrigal estaria um FC Porto poético e épico!

A segunda parte deixa poucas palavras descritivas daquilo que o FC Porto fez em campo: devastador, genial, único. Lindo foi cantar o "Venceremos Venceremos" a cada golo nosso.

Vivi uma noite memorável no Dragão. Obrigado Porto.

Cumprimentos

Hugo

DragõesUnidos