sábado, 14 de janeiro de 2012

Correr atrás do prejuizo!

Depois de ter estado 43 jornadas consecutivas no comando da Liga, ao 44º jogo o FC Porto perdeu a liderança. Perdeu a liderança mas não perdeu.

Empatar em Alvalade não foi um mau resultado, contudo, empatar daquela maneira em que se preferiu não perder do que tentar ganhar acabou por saber um pouco a derrota.

Para já a grande derrota foi mesmo ter perdido o 1º lugar. Agora há que correr atrás do prejuízo, que esta época já é mais volumoso do que a época passada.

Não há grandes fórmulas para alterar o estado das coisas. Não há dinheiro porque existem jogadores a mais, investimento a mais que à data de hoje percebe-se que não foi o mais correcto pois continuamos com as mesmas lacunas.

Até lá a competição continua a decorrer.

Amanhã inicia um ciclo importante. São 6 jogos, dos quais 5 no Dragão, três para a Liga e dois para a Taça da Liga. E ciclo antecede o confronto com o Man City para a Liga Europa e poderá vir mesmo na melhor altura. A equipa precisa de voltar às vitórias e com a vantagem de realizar vários jogos consecutivos no Dragão, apenas interrompe para a deslocação a Barcelos, é de facto importante somar vitórias e assim ganhar confiança e força para a reconquista do primeiro lugar.

Vítor Pereira teve algumas ausências durante a semana. Numa altura em que se fala de transferências de alguns dos jogadores, houve a preocupação de informar que Cristian Rodriguez tinha ausentado-se por questões familiares e no caso de James e Guarin, por motivos pessoais associados ao visto de residência.

Mas continuam a treinar no Dragão e a não ser convocados Fucile, Sapunaru e Guarin, aparentemente todos aptos. Djalma e Rafa foram os ausentes, o primeiro está com a selecção que prepara a CAN2012, Rafa, continua a longa caminhada para a recuperação.

Portanto, não foi complicado para Vítor Pereira seleccionar os jogadores para o jogo frente ao Rio Ave. Convocou todos os disponíveis para o jogo com excepção do trio Fucile, Sapunaru e Guarin. João Moutinho por castigo e Danilo por não estar ainda inscrito também não podiam ser opções.

Uma nota particular para Danilo. Depois dos casos Mangala e Defour, onde o FC Porto foi acusado de não pagar e ameaçado pelo Standard de recorrer à UEFA, é agora a vez do tal clube que foi goleado pelo Barcelona, o tal clube que julga ter os melhores do mundo, que julga ser o Barcelona do Brasil, mas pelos vistos nem no seu próprio campeonato consegue ganhar.
O jogador já manifestou aparente desagrado com a situação e espero que a SAD não ceda às chantagens de um clube e de uma mentalidade de gerir o futebol como mais nenhum país tem.

Lista de convocados: Helton, Maicon, Alvaro Pereira, Belluschi, Cristian Rodriguez, Kléber, Hulk, Rolando, Varela, James, Mangala, Souza, Fernando, Alex Sandro, Iturbe, Otamendi, Bracali e Defour.

Vítor Pereira tem para o jogo com o Rio Ave um conjunto de soluções que permite abordar o jogo com optimismo. O Rio Ave está numa posição muito perto da linha de descida e tem demonstrado muita dificuldade na finalização, não sendo ao mesmo tempo uma equipa que defenda muito bem.

Ainda assim, possui um conjunto de jogadores experientes que poderão fazer a diferença tal como fizeram no jogo da taça da Liga frente ao Sporting, onde rubricaram uma excelente exibição.

Não sendo provável que Vítor Pereira altere o sistema de jogo, seria interessante neste jogo ver algumas alterações tácticas. Já todos percebemos que James é um jogador mais talhado para jogar numa zona central e não colado a uma das alas. E com o ressurgimento de Cristian Rodriguez, que claramente tem mais aptidão para essa posição, seria interessante dar mais criatividade e poder ofensivo ao meio campo do FC Porto. Nessa perspectiva, Vítor Pereira teria que inverter o triângulo do meio campo, colocando um jogador ao lado de Fernando, tal como fez em Alvalade e colocando um jogador mais ofensivo à frente dessa dupla.

Mas uma coisa é certa, no mínimo serão 2 alterações no onze face ao jogo de Alvalade. No meio campo é provável a titularidade de Defour e no ataque avançar James ou então Kléber, desviando Hulk para as alas.

Vítor Pereira terá ainda que gerir os cartões amarelos de alguns jogadores. Na defesa Rolando, Otamendi e Alvaro Pereira e no meio campo Fernando estão em risco para o próximo jogo, podendo cumprir esse jogo de castigo frente ao Estoril para a taça da Liga estando assim todos aptos para o próximo jogo da Liga frente ao Vitória de Guimarães.

Equipa Provável: Helton, Maicon, Rolando, Otamendi e Alvaro Pereira, Fernando, Defour e Belluschi, Hulk, James e Cristian Rodriguez.



Há já algum tempo que o FC Porto não faz uma exibição com muitos golos no Dragão. Na época passada foram vários os jogos que atingiu a marca dos 5 golos. Os adeptos têm estado com a equipa e merecem voltar a ver grandes jogos com emoção e golos no Dragão.

É sem dúvida uma das grandes lacunas do futebol Português, que se concentra no objectivo desportivo e alheia-se do futebol espectáculo. E se queremos copiar os outros então basta ir aqui ao lado e ver as goleadas consecutivas de Real Madrid e Barcelona a vários adversários, jornadas após jornadas.

Mas se a prioridade do novo Presidente da Liga é aumentar o número de clubes, então, é provável que o estatuto de 4º melhor Liga de futebol se perca nos próximos tempos…

A partida está marcada para as 20h30, e terá transmissão televisiva na TVI.

Força Porto.
Ricardo Jorge

3 comentários:

dragao vila pouca disse...

Depois do empate de Alvalade e da perda de liderança, é fundamental ganhar e mais importante, dar sinais claros que isso não afectou o grupo, que o espírito de conquista, a alma e a crença em atingir o objectivo principal da época, a conquista do título, se mantém intacto. São esses os sinais que os portistas esperam ver frente ao Rio Ave. Com o andor já em marcha e a máquina de propaganda a não poupar esforços, puxando pelo clube do regime, só um Porte forte, convicto, determinado e competente, capaz de todos os sacrifícios pela vitória, poderá atingir o bicampeonato.

Não há mais tempo para ter tempo.
Se Vítor Pereira diz que não estamos cómodos no segundo lugar, vamos lá mostrar esse incómodo no campo...

Abraço

Dragus Invictus disse...

Boa tarde,

Depois de perdermos a liderança, temos de continuar a nossa caminhada e lutar para vencer.
Não há margem para perder mais pontos, é imperioso vencer. Temos de entrar determinados na procura dos 3 pontos.
Jogue quem jogar, tem de respeitar o clube e dar tudo dentro das 4 linhas.
Enquanto esperamos a vinda de um ponta de lança, temos de usar as armas que temos para sermos mais eficazes na finalização.
Atenção ao boneco que colocaram hoje a apitar ... foi escolhido a dedo. A equipa tem de ser adulta e paciente, pois este disciplo tudo irá fazer para intranquilizar.

Vamos dar uma resposta dentro do campo, ao pasquim da queimada - IURD benfiquista - que durante a semana espalhou a palavra.

Num dia muito frio na cidade do Porto, espera-se um ambiente quente nas bancadas, com muito apoio na equipa rumo a mais uma vitória.

Abraço e bom fim de semana

Paulo

Artigosonline/ana disse...

Boas,
O jogo de hoje não vai ser fácil, no final logo se vê o que acontece.

Força FC Porto!

cumprimentos

Ana Andrade

www.portistaacemporcento.blogspot.com
www.artigosonlineanaandrade.blogspot.com