sábado, 31 de março de 2012

Querem ser Campeões?

É este o desafio que se coloca aos jogadores e à equipa técnica do FC Porto. Já são erros demais, já se perderam oportunidades demais para descolar na frente, faltam 6 jogos para a concretização do mais importante objectivo da época.

Neste momento a concentração tem de estar em exclusivo nos jogos que a equipa tem pela frente. Já se percebeu que nem o facto dos adversários directos perderem pontos fez com que o FC Porto tivesse mais motivação e força para alcançar as vitórias. Ainda a depender de si próprio, tal com o actual primeiro classificado, SC Braga, o FC Porto cumpre amanhã o antepenúltimo jogo no Dragão.

Curiosamente, o ultimo jogo será com o Sporting, que esperam todos os adeptos, seja o jogo da festa, da consagração dos campeões. Até lá, a equipa tem 4 jogos que em caso de vitória poderá fazer com que seja este mesmo o jogo do título. Mas é preciso vencer. É preciso dar tudo em campo. É preciso estar concentrado e não cometer erros como o ultimo em Paços de Ferreira, que um jogador com 1,71, saltou sozinho e marcou o golo que fez com que o FC Porto perdesse 2 pontos e perdesse o primeiro lugar do campeonato.

O Olhanense chega ao Dragão hiper motivado pelo excelente jogo que fez na última jornada. Para além de ter conquistado um ponto ao clube do regime, o Olhanense impressionou pela garra e pela organização defensiva que teve nesse jogo, nunca descurando o ataque, tendo sido em alguns lances, bastante perigoso.

Será um Olhanense idêntico aquele que se vai apresentar no Dragão. Não terá o central Maurício, uma das pedras chave da defesa, mas terá outros jogadores que certamente irão complicar e muito o FC Porto, que continua debilitado, logo, vulnerável a equipas com garra, concentradas e motivadas.
Curiosamente, é 7º classificado com mais golos sofridos do que marcados. Bom pronuncio, sobretudo porque Maurício não jogará.

Victor Pereira conta com mais uma opção para este jogo. Maicon regressa após castigo, tendo sido preterido Mangala, desta vez o elo mais fraco dos disponíveis para ir a jogo.

De saudar o regresso aos treinos, ainda que com condicionalismos, de Danilo e Djalma, que poderão ser já opções para a visita a Braga, na próxima jornada. Boas noticias para a equipa técnica, mas sobretudo para os jogadores, em especial, Danilo, que teve a infelicidade de se lesionar num momento que crescia no seio do grupo.

Lista de convocados: Helton e Bracali, Lucho, Maicon, Alvaro, João Moutinho, Kléber, Hulk, Rolando, Varela, James, Sapunaru, Fernando, Alex Sandro, Iturbe, Janko, Otamendi e Defour.



O último jogo em Paços de Ferreira, mostrou um FC Porto dominador mas sem capacidade de finalização. Essa incapacidade resultou muito do facto de James, Hulk e o meio campo não terem estado fortes no colectivo e no discernimento das jogadas.

No ataque, James passou ao lado do jogo, mais uma vez, Hulk, ainda assim um dos melhores em campo nos desequilíbrios, mas algo desnorteado no momento final. Sem James e Hulk ao melhor nível, Janko passou ao lado do jogo, o que não deixa de ser normal. O que não foi minimamente compreensível foi a opção por Kléber a certa altura, reduzindo as possibilidades de golo, não só pela sua inoperância, mas sobretudo porque não acrescenta nada de novo.

No meio campo, e depois de vários jogos de desgaste, Lucho não aguentou mais do que 60 minutos e João Moutinho, um dos melhores deste plantel, não consegue tudo sozinho.

Victor Pereira deverá realizar algumas alterações. É provável que Varela regresse ao onze, permitindo mais capacidade de cruzamentos e desequilíbrios nas alas. Só assim é que faz sentido a aposta num jogador de área como Janko, para aproveitar o jogo aéreo do austríaco.

No meio campo, Fernando volta a ser titular e em principio terá a companhia de Moutinho e Lucho, formando assim o meio campo que dá mais garantias.

Na defesa faz todo o sentido apostar em Maicon na zona central. Nenhum dos outros centrais da equipa, rotinados a jogar sempre a central, fizeram melhor do que Maicon quando este alinhou a central nos últimos jogos. É neste momento o jogador mais confiante e assertivo da defesa. E uma vez que Sapunaru até dá mais profundidade à ala direita, a dúvida é quem acompanhará Maicon, se Rolando ou Otamendi. Por uma questão de justiça e do momento, faz todo o sentido a aposta recair por Otamendi, uma vez que para além do triste episódio no ultimo jogo do Dragão, aquando da substituição, juntou-se a falha grave do último jogo em Paços de Ferreira.

Equipa provável: Helton, Sapunaru, Alvaro Pereira, Maicon e Otamendi, Fernando, Lucho e Moutinho, Varela, Hulk e Janko.

O facto de o FC Porto jogar primeiro poderá ser uma vantagem relativamente à concorrência.

Olhando para trás, o FC Porto perdeu em Barcelos e empatou em Paços de Ferreira depois de saber os resultados do adversário, que no caso do último jogo, poderia e deveria resultar numa motivação extra pelo facto do adversário directo ter perdido pontos.

Uma vitória significará o afastamento pontual perante os adversários, que no caso de empatarem, significará não só o afastamento de ambas as equipas mas também o regresso ao primeiro lugar da classificação.

Não pode acontecer outro resultado que não a vitória e uma exibição convincente que permita à equipa ganhar índices de motivação capazes de descolar definitivamente na classificação.

O jogo com o SC Braga é apenas na próxima semana pelo que a concentração tem de estar nos 3 pontos em jogo frente ao Olhanense.

Um desafio para Victor Pereira, que mais uma vez, não conseguiu estimular a equipa em Paços de Ferreira na procura do 2º golo. O FC Porto não pode parar de procurar marcar golos quando se coloca em vantagem. O FC Porto não pode, constantemente, ir para a segunda parte, empatado ou a perder.
Uma entrada forte, para além de aumentar as possibilidades de marcar cedo, permite surpreender o adversário e a obrigá-lo a abrir espaços. É assim que a equipa tem de encarar os jogos, e não, de uma forma passiva e na expectativa para ver no que dá.

O jogo está marcado para as 19:00 e terá transmissão na Sporttv.

O Dragão precisa de encher, temos de saber manifestar a nossa indignação mas também mostrar que continuamos a apoiar a equipa.

Força Porto. Força Campeões.

Ricardo Jorge

3 comentários:

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Para o jogo de hoje não há muito a dizer.

Os jogadores que lutem com garra e afinco pelo desejo de ser campeões, e que foi manifestado no cartaz que entregaram aos seus adeptos.

Os adeptos irão apoiar a equipa como sempre fizeram, apesar de muitas vezes nos deixarem à beira de um ataque de nervos, tão grande é a passividade com que encaram os desafios.

Abraço e bom fim de semana

Paulo

dragao vila pouca disse...

Como já estou cansado de fazer apelos a tudo e mais alguma coisa, limito-me a dizer: cumpram a vossa obrigação e ganhem.

Abraço

Artigosonline/ana disse...

Boas,
Vou repetir-me ... Com ou sem nota artística, o importante é o FC Porto somar os três pontos.

Força FC Porto!

Cumprimentos

Ana Andrade

www.portistaacemporcento.blogspot.com
www.artigosonlineanaandrade.blogspot.com