quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Andebol * Sporting Horta 27 - FC Porto 34

10ª. Jornada * Campeonato Nacional 

Publicado em fcporto.pt

O FC Porto Vitalis venceu esta terça-feira no pavilhão do Sporting da Horta, por 34-27, em encontro da décima jornada do Andebol 1. Os Dragões deram expressão a uma já esperada superioridade, liderando o marcador desde o primeiro minuto, e comandam agora o campeonato, com 28 pontos (mais um do que o Benfica, que tem menos um jogo).

Ao intervalo, os azuis e brancos comandavam por 15-13. Destaque-se a boa prestação dos guarda-redes portistas, com 41 por cento de eficácia. O melhor marcador do encontro foi Tiago Rocha, com nove golos.

A equipa comandada por Ljubomir Obradovic, alinhou e marcou da seguinte forma: Hugo Laurentino (g.r.), Gilberto Duarte (2), Wilson Davyes (3), Tiago Rocha (9), Elias Nogueira (4), Ricardo Moreira (7) e Pedro Spínola (7). Jogaram ainda Alfredo Quintana (g.r.), João Ferraz, Filipe Mota, Daymaro Salina (1), Hugo Rosário, José Silva e Sérgio Rola (1).

Na próxima jornada, dia 17 de Novembro, pelas 18h00, o FC Porto recebe o Madeira SAD.



Deixo-vos aqui uma mensagem que Wilson Dayves postou no mural da sua página de facebook.
Infelizmente continuam a existir seres humanos acéfalos, e ontem um deles atleta do Sporting da Horta, demonstrou o seu primitivismo básico e dirigiu um insulto racista a Wilson e tentou confrontá-lo fisicamente.
Vamos esperar que a Federação haja conforme, e puna severamente este atleta.
Força Wilson! 
O insulto é o argumento dos fracos!


Caros amigos,

É com um misto de determinação e de profunda consternação que partilho convosco o que me vai na alma. Determinado a quê? Difícil especificar.Porém,estou seguro de que é minha obrigação denunciar a situação que hoje vivi.
Jogo andebol desde os onze anos. Já ganhei e já perdi bastantes vezes, como é normal num desporto. Muitos foram e, felizmente, continuam a ser os dias em que o and
ebol me faz sentir realizado, pois considero-me um privilegiado por ter a possibilidade de me dedicar a 100% ao que mais gosto e de ainda ser pago para isso. No entanto, considero que apesar de toda a competitividade que é inerente ao jogo, há um conjunto de princípios e de valores que são imprescindíveis, para mim pelo menos.
Defendo que a vontade de ser melhor do que o adversário, não me dá o direito de humilhá-lo. Aceito que o jogo, imprevisível, leve a determinados estados de espírito, quer de euforia em caso de vitória, quer de frustração em caso de derrota, sendo que independentemente do resultado final, o respeito pelo adversário deva ser imperativo! Contudo, há determinados comportamentos que ultrapassam o campo desportivo, revelando o real carácter e, infelizmente em alguns casos, a (pouca) formação cívica de alguns atletas/homens.
Passando à situação em concreto, ela aconteceu durante o SC Horta x Porto de ontem, dia 13, no decorrer da segunda parte. Num lance em que me encontro a lateral esquerdo, na tentiva de ganhar superioridade para o ponta do mesmo lado, sou placado, sim, placado, pelo ponta direita da equipa da casa cujo nome é Afonso Almeida, indo de seguida os dois para o chão. Confesso que fiquei estupefacto pela acção, digna de um jogador de râguebi, pelo que olhei fixamente para a pessoa em questão para demonstrar a minha reprovação. Num acto que não só revela o elevado respeito que o dito "jogador" tem por uma etnia diferente da sua, como também a elevada formação cívica que possui, sou confrontado com um, passo a citar, «o que queres,preto?». Seguidamente, levantámo-nos simultâneamente e num acto de "justiça" salomónica, somos ambos sancionados com 2 minutos. Sem perceber esta noção de "justiça", dirijo-me para o banco de suplentes onde constato que o "jogador" igualmente sancionado me dirige um "convite" para me aproximar do local onde ele se encontra- um claro convite a uma cena de pancadaria- ao que respondo, cito, «vem cá tu!». Mais uma vez, sou alvo da dita "justiça", que me volta a sancionar com 2 minutos, fazendo assim um total de 4 minutos em que apenas eu estaria impedido de participar no jogo. Admito que possam ser feitas várias leituras da situação. Não pretendo ser nem "o bom", nem "a vítima". Pode haver quem defenda , como infelizmente já ouvi, «então mas tu ficas ofendido?Tu és preto.» Imaginam uma sociedade onde tratamos os nossos pares consoante as suas características físicas e não pelos nomes?
Obviamente que não tenho qualquer complexo em relação à minha cor, vivo bem com a minha condição e aceito-me como sou, assim como aceitaria caso fosse outra a minha cor/etnia. O que não entendo é como não estão previstas sanções para os que incorrem neste tipo de atitudes, como acontece por exemplo em Inglaterra, onde ao capitão da selecção inglesa, John Terry, foi retirada a braçadeira de capitão de equipa depois de ter dirigido insultos racistas a um adversário. Considero triste haver quem ainda recorra a este tipo de repertório, a meu ver, ultrapassado!
Para concluir, deixo um apelo. Um apelo a todos os que, como eu, se sentem privilegiados por fazerem disto a sua vida. Respeitemo-nos uns aos outros. Quando nos respeitarmos uns aos outros, estaremos em condições de exigir que respeitem a nossa classe e que nos sejam dadas as condições que merecemos.

Grato,
Wilson Davyes

12 comentários:

P. Ungaro disse...

Boas Paulo,

Mais uma excelente vitoria da melhor equipa portuguesa dos ultimos anos.
Quanto a questão do Wilson, não ha muito a dizer que o proprio ja não tenha dito, infelizmente o pais é povoado e governado nas variadissimas instituições e instancias por seres tacanhos e de mentes muito limitadas.
Vamos ficar a espera para ver as consequencias desportivas para o atrazado mental que proferiu tal comentario. Mas não me acredito que dê em nada como é habitual quando as cores do Porto estão presentes (alguem sabe se no hoquei ja houve decisão sobre o protesto do ano passado?).
Ja agora porque não apresentar uma queixa nos tribunais civis, certamente o anormal em questão para a proxima podendo pensar ja não o dizia.

Um abraço

http://www.fcportonoticias-dodragao.blogspot.pt/

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

Paulo,

é só para te informar, com a devida anuência, de que também vou postar este lamentável episódio lá no meu estaminé.
espero que não haja problema ;)

abr@ço
Miguel | Tomo II

Dragus Invictus disse...

Boa tarde Miguel,

Não há problema algum:)

Abraço

Paulo

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=RMGdGUU8bmA

o vídeo fala por si. vê-se claramente o atleta afonso almeida a pedir desculpa ao wilson! ou seja, o comentário do wilson é completamente escusado visto ter sido ele o provocador desta situação

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=RMGdGUU8bmA
O vídeo é esclarecedor. Vergonha devia ter o Wilson por tentar desculpar-se com atitudes racistas que não existiram. És uma vergonha para as pessoas da tua cor que realmente sofrem na pele injustos impropérios! Cresce e aparece.

José Faria.

Verdade Desportiva disse...

A verdadeira VERDADE.

Vejam o que realmente se passou.

http://www.youtube.com/watch?v=RMGdGUU8bmA&feature=share

DEUS disse...

Wilson é mais um funcionario do FCP. É um aldrabão! Atitude anti desportiva teve ele ao não aceitar o pedido de desculpas do atleta adversario pela falta cometida!

Vejam:
http://www.youtube.com/watch?v=RMGdGUU8bmA&feature=share

Anónimo disse...

O jogador wilson sofreu uma falta dura e absolutamente escusada, sem dúvida. Mas como o video demonstra o afonsa almeida percebeu a gravidade do lance e pediu desculpa. Wilson não as aceitou no calor do momento, algo que também é perfeitamente compreensível! Agora, vir lavar roupa suja, denegrindo o nome de um colega de profissão, não fica bem a ele, como profissional que é, nem a quem continua a dar azo a mentiras e difamações como a que se está a passar. Deixem de ser picuinhas e joguem à bola!

Ricas disse...

Wilson por amor de deus, lendo o teu comunicado, chega até ser quase comovente, mas estou de acordo com o comentario "15 de Novembro de 2012 20:59", vejo nas imagens uma falta um pouco dura, mas nao anormal no andebol, por isso vir para aqui lavar roupa suja, fica-te mal.
Da tentativa da cabeçada nao mencionas nada?
Es sem duvida um excelente atleta da nova geraçao do andebol portugues, mas ainda tens muito que crescer.

Anónimo disse...

Típico comportamento portista.
País triste este Portugal, onde reina a corrupção!

Dragus Invictus disse...

Bom dia amigos anónimos,

É caricata a vossa defesa em relação ao atleta em causa.

Mas é com satisfação que verifico que o Sporting da Horta, tem bastantes adeptos e alguns deles acérrimos , o que é salutar para o crescimento desta modalidade que tem vindo a ser dominada pelo FC Porto nos últimos anos.

Quanto à cabeçada, não deslumbro alguma.
Ao segundo 27 deste vídeo vejo Wilson a ser "abraçado" e a tentar soltar-se abrindo os braços, algo normal na prática desta modalidade.

Aos 35 segundos vejo a placagem "digna de um jogador de râguebi",, e percebe-se efectivamente que Afonso Almeida dirige palavras a Wilson para tentar emendar a contenda e tentar amenizar a punição.
Wilson não aceita as desculpas, pois já estava farto das constantes entradas deste atleta sobre si.
E eis que Afonso Almeida de forma básica e primitiva o insulta, chamando-lhe "preto".

Quanto ao que sucedeu posteriormente, só sei o relatado por Wilson Dayves.

Entende-se perfeitamente que Afonso Almeida e Wilson se tenham pegado durante o jogo.
Agora o que se verifica efectivamente é uma reacção negativa por parte de Wilson à placagem de Afonso, e posterior insulto racista.

Tudo isto não quer dizer que Afonso Almeida seja um militante racista, ou que Wilson queira passar o papel de coitadinho.

Abraço e boa semana

Paulo

victor sousa disse...

anónimos a dar palpites?! Diz bem da sua condição intelectual. Então para que perder tempo com tais personagens?.
O que fica é a exclamação do atleta da Horta. Disse ou não disse?
Só ele terá, ou não a ombridade para falar do assunto...