domingo, 9 de junho de 2013

Hóquei em Patins * FC Porto 8 - Candelária 7

30ª. Jornada do Campeonato Nacional  

Publicado em fcporto.pt
O FC Porto Império Bonança venceu este sábado o Candelária, por 8-7, em encontro da 30.ª e última jornada do Campeonato nacional. Barreiros fez um “hat-trick”, num encontro que serviu também para festejar o título que já estava garantido há três semanas, após o triunfo sobre o Benfica (7-3), na antepenúltima jornada.

Antes do jogo, deu-se a entrega do troféu de campeão nacional 2012/13 ao plantel, por intermédio de Fernando Graça, vice-presidente da Federação de Patinagem de Portugal. Quanto ao encontro em si, a vitória pela margem mínima não reflecte a superioridade portista: os Dragões apenas estiveram em desvantagem nos primeiros dez minutos, mostrando depois a sua superioridade técnica. Porém, alguma descompressão final permitiu aos açorianos reduzir a desvantagem até aos 8-7.

Foi o Candelária a primeira equipa a marcar, logo no primeiro minuto, por Tiago Rafael. Barreiros restabeleceu a igualdade no minuto seguinte, mas, com dois tentos de rajada, os insulares colocaram-se a vencer por 1-3, aos sete. A resposta portista voltou a não tardar, com dois golos ao minuto nove (Barreiros, de novo, e Pedro Moreira, de meia distância) que originaram novo empate (3-3). Seguir-se-iam mais três golos até ao intervalo, que praticamente definiram a partida: Barreiros completou um “hat-trick” aos 14 (num contra-ataque conduzido por Pedro Moreira), Vítor Hugo ampliou aos 19 e Hélder Nunes fechou a contagem da primeira parte (6-3) com um golo a 21 segundos do intervalo.

O mesmo Hélder Nunes fez o 7-3 três minutos depois do recomeço, num segundo tempo tranquilo dos portistas até aos 39, quando Miguel Dantas fez dois tentos e reduziu para 7-5. Os Dragões, até então dominadores perante um adversário que não oferecia resistência, voltaram a acelerar um pouco o ritmo e Jorge Silva, aos 43, com uma “bomba”, fez o 8-5, que parecia encerrar as dúvidas sobre o vencedor. Porém, o Candelária fez mais dois golos, num jogo em que há ainda a destacar o contributo do guarda-redes Nélson Filipe, que deteve um livre directo e um penálti.

A equipa orientada por Tó Neves alinhou e marcou da seguinte forma: Nélson Filipe (g.r.), Pedro Moreira (1), Ricardo Barreiros (3), Reinaldo Ventura e Jorge Silva (1). Jogaram ainda Tiago Losna, Hélder Nunes (2) e Vítor Hugo (1).

Sem comentários: