domingo, 2 de maio de 2010

No Dragão é que não...



O Benfica dirigiu-se ao Estádio do Dragão com o intuito de lá festejar a conquista deste campeonato, intuito esse que previ desde logo que não fosse conseguido... É que os nossos pupilos tinham uma questão de honra para defender: a derrota na Carlsberg Cup!
Tratou-se de um jogo emotivo, muito emotivo, como todos aqueles que esta época foram disputados entre os dois clubes. Os nervos estavam à flor da pele, mas a pressão estava toda do lado do Benfica:afinal são eles que estão a lutar pelo título.
A primeira parte foi muito disputada, mais a nível físico do que propriamente técnico. Muitas picardias, mas pouco espectáculo. Muitas faltas duras cometidas, também muitas simulações. Tratava-se do jogo daquilo que pegasse.
O Benfica nunca tomou conta do jogo, e mesmo no final da primeira parte um tento acertado do capitão portista deu segurança à equipa.
A segunda parte melhorou muito em qualidade. O Benfica melhorou de rendimento. Ainda assim, o FcPorto foi prejudicado. Fucile sofre falta para penalty na grande área e é penalizado com vermelho por acumulação de amarelos. Não se percebe esta decisão. Logo depois, o Benfica fez o empate por Luisão, num lance em que a defesa portista falhou completamente, nomeadamente Rolando que o estava a defender directamente. Mas o FC Porto deu uma grande resposta, num grande golo do inevitável Farias. Lá está, este ponta-de-lança não aparece tantas vezes no jogo como o Falcao, mas quando aparece é demolidor.
O jogo continuou emotivo, mas a instabilidade Benfiquista fez com que o Porto sentisse mais segurança. As nossas jogadas de contra-ataque eram perigosas, até que Belluschi, numa grande jogada individual, faz o 3-1. Mas que golo do argentino...
O resto do jogo foi de grande tensão. O Benfica atacava em massa, o Porto jogava em contra-ataque, mas sempre com boas oportunidades, nomeadamente uma bola ao poste atirada por Guarin.
Em nada o Benfica se mostrou superior neste jogo. Deixo uma palavra à grande exibição do Beto, sempre com muita segurança. Não comprometeu nunca, e não teve responsabilidades no golo sofrido.
O Porto perdeu esta noite a oportunidade de poder ir à Liga dos Campeões com a vitória do Braga, mas pelo menos manteve o orgulho intacto. Venceu em casa, e muito bem, o Benfica por 3-1... Como tal, todos estaremos a torcer pelo Rio Ave na próxima jornada... Se alguém tem que ser campeão que não o Porto, que pelo menos seja do Norte...
Os Benfiquistas saíram silenciosos do estádio, dos cafés, de suas casas... Não há festejos esta noite, muito menos no Dragão... O nosso orgulho encontra-se reposto...

Saudações portistas,

DF


Nota para a atitude deplorável de Luisão que ao intervalo atirou violentamente uma bola de golfe aos adeptos.


Por atitude similar, a Federação Alemã de Futebol (DBF) condenou o avançado do Hamburgo, Paolo Guerrero , a uma suspensão de 5 jogos depois de este ter atirado uma garrafa de água contra um adepto no fim do jogo contra o Hannover 96 .

Além da suspensão, Guerrero teve de pagar uma multa de 20 mil euros. O Ministério Público de Hamburgo abriu um processo contra o atleta que pode vir a ser acusado de um crime de agressão física .


Este gesto que pode valer castigo ao central, já que o artigo 125.º do Regulamento Disciplinar, sobre o "uso de expressões ou gestos ameaçadores", prevê na alínea 4 - "contra os espectadores" - suspensão de um a dois jogos e multa de 100 a 500 euros.


Mas vamos esperar (sentados) para ver o que vai fazer o CD a Luísão!







Fantástico o apoio da nossa claque!


8 comentários:

Anónimo disse...

Espectacular, cada vez me orgulho mais em pertencer a este clube, grande jogo do FCP á muito que não via o Porto com esta vontade e crer.

O JF acho que já percebeu que o melhor sistema tactico passa em jogar com 4 medios e não com extremos o jogo conquista-se no meio-campo e hoje o Porto teve-o

Bem haja hoje já durmo mais contente

dragao vila pouca disse...

Um grande Porto na alma, na raça, com o verdadeiro espírito do Dragão, fez apelo ao orgulho ferido e ganhou, com toda a justiça, ao melhor Benfica dos últimos 30 anos, por 3-1 e com 10 jogadores. Um Porto em 4x4x2, desfalcado de várias das suas figuras, Varela, Rúben Micael e Falcao, foi capaz de se bater e ganhar sem discussão, mesmo contra um árbitro que, mais uma vez, colocou o clube do regime a jogar contra 10, uma constante deste campeonato.

Queriam fazer a festa no Dragão, tinham tudo preparado, o gozo ia ser muito, mas tiveram azar, não conhecem o F.C.Porto, os portistas e deram-se mal. A arrogância dos sem vergonha, foi derrotada, a reacção não passou! As televisões - vergonhoso o comportamento da estação pública - tiveram de desmontar a tenda, os directos, já programados, ficaram para a próxima, os carros de exteriores regressaram à base...a nervoseira toma conta dos "6 milhões". Não houve incidentes conhecidos e também aqui, os portistas ganharam por ko, mesmo assistindo a coisas que pensavamos já estarem afastadas há muito deste país. Passados 36 anos do 25 de Abril, o Porto esteve sitiado, os portistas e os portuenses, foram tratados como um bando de malfeitores, tratados como filhos de um Deus menor. Regressei a casa rouco, mas feliz, não porque ao F.C.Porto esta vitória valha muito, até dissemos definitivamente adeus à Champions, mas porque hoje vi o orgulho portista, o orgulho Dragão na sua planitude e isso, meus caros amigos é a garantia que o futuro vai continuar a ser azul e branco.

Um abraço

Dragus Invictus disse...

http://futebolar.portugalmail.pt/artigo/20100503/f-c-porto-3-s-l-benfica-1-analise-independente-de-luis-freitas-lobo

pois disse...

Poderia a SE ser campeã no DRAGÃO. Poderia mas não dependia deles:
1) Dependia do que o João, pode ser o João conseguisse fazer na Pedreira, e não conseguiu;
2) Dependia do que o Braga conseguisse fazer na Pedreira e conseguiu. Se bem com um golo que quase me faz lembrar de Manaca e da época de 1979/80;
3) Dependia do que Olegário conseguisse inventar, provocar/condicionar e realizar. Conseguiu inventar uma expulsão e um critério único e inovador de amostragem de cartões amarelos. Conseguiu provocar/condicionar o golo do empate da SE, não conseguiu ir lá ele marcar os golitos (deve ter sido isso que JJ lhe implorou ao ouvido à saída do túnel.
4) Dependia do que o PORTO conseguisse demonstrar em pleno relvado, aos olhos de todos os espectadores e telespectadores. Bem sabemos que sem Falcão, sem Varela, sem R. Micael, sem Helton, sem Mariano, sem Sapunaru, sem Fucile quase toda a 2.ª parte;
5) Dependia do que os adeptos do PORTO conseguissem fazer durante os 90 e tal minutos do encontro e do apoio incessante que conseguissem transmitir à sua equipa ou ao que restasse dela;
6) Pelos vistos até dependia das declarações do Comando da PSP do Porto;
7) E por fim, será que dependia da SE. Não, não dependia da SE porque a SE nada mais é do que um SB (super bluff). É um super desenrolar consecutivo de reclamações e simulações e de mergulhos para a área à espera que tal como ao menino deus lhe deite a mão por baixo. Luisão pela enésima vez tem o comportamento que se viu e pareceu-me responder a uma provocação, e agredir alguém. Terá sido um steward a levar com o arremesso? É que se foi, a inquestionável coerência do CD, nada mais poderá fazer que não seja suspendê-lo preventivamente, demorar um bom mês e tal a dar-lhe um castigo (obviamente anunciado em pomposa conferencia de imprensa) e que terminará inevitavelmente com o Conselho de Justiça a repor a Justiça. O que até nem acho que tenha acontecido. O que eu acho é que Luisão apanhou com um pacote de sugus arremessado pelo vendedor de “bom drop, caramelo, sugo ou chocolate” inegavelmente um interveniente no jogo (o que seria um jogo de futebol sem drops???) e depois reagindo a tal provocação agrediu o referido vendedor. Isto só pode ter um resultado: a) obrigar Luisão a deixar crescer o cabelo; b) suspendê-lo por 6 meses a 3 anos; impedi-lo de defrontar o Rio Ave na ultima jornada e o PORTO na Supertaça e d) eu acordar porque se trata de um jogador do SB
Finalmente este é um blog de portistas e para desabafos e inconfidencias de portistas e eu vou fazer duas: 1) sugerir uma musica que a mim me agrada profundamente e principalmente hoje não me apetece ouvir outra “The Sound Of Silence - Simon And Garfunkel” 2) Gosto mesmo muito de me rir e se por um acaso (tinha que ser um muito grande acaso) o Braga for campeão para a semana só vou parar de rir lá para Quinta –Feira.
Saudações Portistas

Dragaopentacampeao disse...

Foi um dos melhores Portos da época, que esteve ontem no Dragão. Não tanto pela qualidade do futebol praticado, mais pela raça, determinação, solidariedade e empenho.

Mesmo em inferioridade numérica, pela ridícula expulsão de Fucile, os Dragões nunca se atemorizaram e vulgarizaram o «ninguém pára o benfica». Foram três mas podiam ter sido mais.

Noite agradável em que mandamos os mouros ir festejar para Marrocos, depois de uma tarde estupidamente cinzenta pelo aparato policial que fez lembrar um teatro de guerra. Que parolada!

Um abraço

Rage disse...

Ganhamos com garra, com querer, com vontade, com determinação...este foi um daqueles jogos que costumo apelidar de "contra tudo e contra todos!!". Se este ano tivéssemos sempre esta atitude não havia túnel, nem larápio que nos impedisse de sermos campeões.

Segue comunicado oficial do FC Porto em resposta as virgens ofendidas:

Comunicado da FC Porto – Futebol, SAD

Tendo em apreço o jogo da 29ª jornada da Liga 2009/10, entre o FC Porto e o SL Benfica, vem a Administração da FC Porto – Futebol, SAD comunicar o seguinte:

1 – O SL Benfica não tem dimensão moral para apontar o que quer que seja em matéria de comportamento de adeptos e de organização de jogos;

2 - O clube, de resto, é o denominador comum nos seguintes factos: morte de espectador numa final da Taça de Portugal; ataque a uma equipa de hóquei em patins, que deixou um atleta do FC Porto em coma; incêndio de um autocarro de portistas em visita ao pavilhão da Luz; invasão de campo e agressão a um árbitro assistente; conivência e apoio a claques não legalizadas, que acarreta multas a ritmo quase semanal, devido ao lançamento de material pirotécnico diversificado; colocação estratégica de stewards num túnel, a fim de provocar a equipa adversária;

3 – Não faz sentido, por conseguinte, que dirigentes ou papagaios falem sobre temáticas como a segurança. E não será a complacência ou o deferimento das forças da autoridade que apagará os factos supracitados ou legitimará discursos atabalhoados;

4 – O jogo deste domingo, no Estádio do Dragão, apenas veio sublinhar o despudor vermelho;

5 – É normal que «virgens ofendidas», que conseguem que a polícia responda a sacos de tinta com tiros de «shotgun», arrombem portas de um balneário?

6 – Faz sentido que um dirigente suspenso consiga comparecer na zona técnica, ainda por cima com direito a escolta policial?

7 – É «fair play» ver um jogador lançar um objecto e cuspir para a bancada?

8 – A violência é algo que, efectivamente, deve ser erradicado. Mas a incoerência, os abusos de autoridade e as provocações também devem sê-lo;

9 – Diz o SL Benfica que a PSP deve ter «critérios uniformes por todo o país». Aqui chegados, finalmente uma verdade. De facto, os critérios devem ser uniformes, mas acontece que nunca o FC Porto entrou em Lisboa com tiros de «shotgun» (basta recordar a recente chegada da comitiva do FC Porto ao Estoril…), nunca um comandante de polícia fez uma espécie de «guarda de honra» aos seus responsáveis e nunca um par de agentes acompanhou um treinador azul e branco à sala de Imprensa;

10 – O FC Porto aguarda tranquilamente os relatórios da força policial e dos responsáveis da Liga, seguro de que, dentro do campo, derrotou claramente o seu adversário e que este campeonato será para sempre recordado por túneis e pelas decisões da Comissão Disciplinar.

Porto, 03 de Maio de 2010
O Conselho de Administração da FC Porto – Futebol, SAD

Cumprimentos e pelo menos durante esta semana somos nós que "gozamos"

penta1975 disse...

@ POIS

excelente comentário ;)

então a parte dos sugus foi de lágrimas ;)

saudações PENTACAMPEÃS!

Dragus Invictus disse...

O nosso amigo Pois chega ao ponto de ser poético nos seus comentários :)

Fantásticas sempre as suas labaredas ;)

Abraço a todos, e desculpem andar arredado um pouco dos comentários ... o trabalho é imenso :(