terça-feira, 17 de agosto de 2010

Repetir a caminhada de Sevilha

 
E já na próxima quinta-feira, dia 19, que o FC Porto vai entrar em acção nas competições europeias desta vez , e ao contrário dos últimos anos, na última eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga Europa.

A última participação do FC Porto na agora extinta Taça Uefa, foi em 2002/2003, que culminou com a conquista da mesma. Agora, passados 9 anos, a Uefa mudou o formato e a denominação da prova para Liga Europa, que conta com uma fase de grupos à semelhança do que acontece com a Liga dos Campeões. Apesar deste formato que permite mais jogos entre as equipas, os prémios ficam muito aquém daqueles que existem na Liga dos Campeões.

O FC Porto apresenta-se nesta prova como o 2º cabeça de série de entre 74 equipas, á frente do já apurado detentor do troféu da época passada, Atlético de Madrid. Melhor, apenas o Liverpool que é a equipa mais cotada pela Uefa, segundo os critérios para determinação dos rankings. Será ultrapassado caso Sevilha e Werder Bremem não se apurem para a Liga dos Campeões e participem igualmente na Liga Europa. Independentemente do cenário o FC Porto será sempre cabeça de serie.

Em teoria há que assumir que o FC Porto é um dos favoritos para vencer esta prova.

Mas antes da fase de grupos o FC Porto terá que medir forças com o Genk, actual primeiro classificado do campeonato na Bélgica, equipa que tem mostrado uma veia goleadora, nos jogos efectuados e consequentemente noticia de destaque, contudo é bom não esquecer que se trata de uma equipa bem ao alcance de um FC Porto a jogar aquilo que sabe e pode.

A equipa Belga conta no seu plantel com um jovem jogador que é a grande esperança e valor desta equipa, De Bruyne, é um médio criativo que apoia muito o ataque. Jogador que já está referenciado por grandes clubes.

Para além do favoritismo o FC Porto, por jogar na Bélgica, contará com um forte apoio de emigrantes, o que certamente será mais um tónico para realizar uma boa exibição e marcar golos neste jogo, realizando depois no Dragão um jogo mais tranquilo.

Na semana passada o FC Porto divulgou 23 jogadores para jogarem nas competições europeias, ainda que com carácter provisório, uma vez, que até dia 1 de Setembro o FC Porto poderá enviar uma nova lista, essa sim definitiva.

Tendo esta possibilidade o FC Porto, estrategicamente e dado alguns condicionalismos, deixou de fora jogadores como Jorge Fucile, Rafa, James e o lesionado Mariano, que só será opção nesta competição em 2011. Quanto aos restantes, penso que Jorge Fucile ficou de fora por estar iminente a transferência, ou pelo menos na altura estava, e Rafa e James, por limitação do número de jogadores derivado da falta de vagas para jogadores da formação. James acumula outra questão que é o certificado que ainda não chegou.

Curiosamente, Raul Meireles integrou esta lista provisória, se bem que não foi opção no primeiro jogo do campeonato nem foi convocado para a primeira mão desta eliminatória. Continua o jogo de cintura, entre jogador e clube.

Villas Boas divulgou hoje os 19 convocados, sendo nota as ausências de Cristian Rodriguez e Guarin por lesão, Kieszek e Raul Meireles por opção e a primeira chamada para jogos oficiais de Walter, que passa a ser mais uma opção para o sector atacante:

Helton, Maicon, Alvaro, Belluschi, João Moutinho, Falcao, Hulk, Rolando, Sereno, Varela, Walter, Sapunaru, Miguel Lopes, Souza, Beto, Fernando, Castro, Ukra e Rúben Micael

Existia uma dúvida que era o facto de Alvaro Pereira ter visto o cartão vermelho no último jogo na época passada, para a Liga dos Campeões, mas pelos vistos, face à convocatória do jogador, não é cumulativo e assim poderá jogar.

Villas Boas não deverá mudar o esquema táctico que tem apresentado, sobretudo agora que não conta com Guarin e Ruben Micael ainda sem ritmo, para reforçarem o meio campo de 4 elementos, contudo, penso que seria o jogo ideal para apresentar um esquema de 4X4X2, pois a equipa Belga, motivada pelos últimos jogos, deverá assumir o jogo e nada como um FC Porto forte no meio campo e com criatividade para lançar avançados rápidos com Varela e Hulk.

O FC Porto deverá apresentar o seguinte onze: Helton, Sapunaru, Alvaro Pereira, Rolando e Maicon, Fernando, Moutinho e Belluschi, Hulk, Varela e Falcão.

O FC Porto parte amanhã de manhã para a Bélgica. O jogo está marcado para quinta-feira pelas 19:30 com transmissão na SIC.



Força Porto.

Ricardo Jorge

4 comentários:

Dragus Invictus disse...

Boa noite,

Parabéns pela excelente antevisão Ricardo ... e eu acredito que se repita mesmo Sevilha!

Deste Genk pouco conheço. Não nos chegam muitas noticias do campeonato belga, e a Selecção Belga tem andado afastada dos Europeus e Mundiais.

Espera-se um jogo complicado no terreno do adversário, mas penso que o FC Porto tem capacidade para controlar e dominar o jogo, e marcar golos fora.

Vai ser uma festa bonita para os nossos imensos emigrantes na Bélgica, que nas competições europeias são todos portugueses, deixam o clubismo de lado e fazem grande festa de afirmação do orgulho em ser português.

Abraço e boa noite

bruno leal disse...

Vamos ver o FCP a calar muita gente este ano, apesar de ser uma competição mais "fraca",mas em termos financeiros, e para ser uma coisa fantástica era a final ser jogada com a equipita encarnada da 2ª circular.
Ensinaram-me a não desprezar uma competição,por isso quero ver o FCP que nos acostumou a jogar, contra tudo e contra todos e a jogar aquele futebol de crescer água na boca.
FORÇA PORTO
FORÇA FALCAO

Anónimo disse...

Neste competição temos a missão de ganhar todos os jogos pois como diz o treiandor do Genk o FCPorto não pertence a esta competição mas sim a CL.Temos agora de o provar em campo e por sermos um clube humilde e respeitador do adversário vamos ganhar espero que o futebol apresentado seja bom e faça esquecer aquele jogo sofrido na Figueira da Foz.

Segundo o record o Otamendi está no FCP penso que é uma excelente contratação apesar de eu prefeir o Toloi.

Força Porto juntos trinfaremos novamente!!

Dragaopentacampeao disse...

Por vezes as dificuldades surgem nos jogos teoricamente mais fáceis.

O prestigio do FC Porto exige uma performance a condizer, pelo que espero um jogo complicado mas ao mesmo tempo uma exibição com a marca do Dragão.

É uma competição em que o FC Porto tem a obrigação de tentar vencer.

Um abraço