domingo, 12 de setembro de 2010

Brilhante!

Ontem fui ao Dragão assistir ao melhor jogo do campeonato até agora!



Villas Boas não mexeu no onze que tem vencido tudo até agora, mesmo nós sabendo da existência de alguns jogadores abaixo de forma, como é o caso Varela, pelo que a equipa apresentou-se com o onze habitual: Helton; Sapunaru, Maicon, Rolando e Alvaro Pereira; Belluschi, Fernando e João Moutinho; Hulk, Falcao e Varela.

Conhecedor profundo da equipa que tem, Villas Boas não desiludiu com a sua decisão. A equipa apresentou-se coesa, embora tenha entrado de forma mais apática que o Braga, cometendo alguns erros defensivos. Uma falta de Fernando à entrada da área portista levou ao primeiro golo da equipa minhota por Luís Aguiar.

O FC Porto reagiu bem, levando Hulk, inclusivamente, uma bola à barra da baliza de Felipe. O brasileiro esteve imparável, cheio de força e velocidade, dando profundidade ao jogo, rasgando a defesa bracarense, levando os defesas todos atrás dele e, ainda assim, ultrapassando todos eles. Foi assim que o FC Porto chegou ao empate: Hulk arranca pelo lado direito do ataque, cruza tenso e no centro da área Silvestre Varela cabeceia para o 1-1.

Até final da primeira parte o Porto retomou o controlo do jogo, tendo sempre mais posse de bola e mais oportunidades para marcar.

Na segunda parte o Porto surge completamente dominador, tendo várias oportunidades por Hulk e também por Falcao. Mas é mais uma vez o Braga que chega à vantagem, através de um grande remate de Lima. Sem qualquer hipótese para Helton, mas alguma culpa para a defesa que deu espaço a Lima (e já sabemos como ele é perigoso de fora da área!) e não pressionou.

No entanto, os festejos minhotos não duraram dois minutos. Hulk na grande área bracarense remata fortíssimo. Sem qualquer hipótese para Felipe.

Ruben Micael entra para o lugar de Moutinho, e o Porto continuou a pressionar, o Braga a resistir, mas sem conseguir criar perigo para a baliza portista. E a insistência deu frutos. Aos 70 minutos, após bom trabalho de Falcao na grande área minhota, Varela fuzila a baliza de Felipe.

O Porto aguentou o resultado. Falcao deu lugar a Cebola, Varela a Souza, o Baga foi tentando, mas não criou perigo junto à baliza portista. O maior perigo veio dos pés de Helton, que quase ia comprometendo ao chutar contra o corpo de Alan. Ainda assim, não teve grande trabalho durante a noite: o Braga foi duas vezes à baliza do Porto, e essas duas vezes resultaram em golo.

Foi um jogo em que o grande destaque foi mais uma vez Hulk. O brasileiro está mesmo numa forma "Incrível", tem confiança, liberdade, espaço para progredir, marca e dá a marcar. Outro destaque foi Varela, porque marcou dois golos e porque parece ter recuperado o fôlego após a pausa que se deu no campeonato. Falcao não marcou mas esteve bem nas movimentações, como sempre, levando muitos defesas atrás dele. Belluschi também esteve bem, sofrendo algumas faltas mais duras. Já Moutinho apresentou-se mais apagado. Destaque, por fim, para Fernando, que está endiabrado com a liberdade que Villas Boas lhe deu neste esquema de jogo portistas. Defende, ataca, recupera bolas, enfim, um verdadeiro "polvo".

No que diz respeito à arbitragem nada a apontar. O jogo foi bom, sem muitas faltas duras, sem casos. Pedro Proença esteve bem disciplinarmente e está provado que se duas grandes equipas jogarem limpo, isto só beneficia o espectáculo!

Foi um grande jogo de futebol. Muito disputado. Com 5 grandes golos. Mas a verdade é que o FC Porto dominou, teve mais posse de bola, mais oportunidades, o que resultou em mais golos. O Braga, como já referi, foi duas vezes à baliza e duas vezes marcou.



Mais importante ainda, é o facto de estarmos à quarta jornada completamente isolados na frente do campeonato, tendo o Guimarães a 4 pontos e o Braga e o Sporting a 5. (O Benfica não entra nestas contas!!).

Esperemos continuar com esta motivação, este fôlego e estas exibições. Assim vale a pena sair de Coimbra e ir até ao Dragão ver a bola!! Para a próxima jornada temos uma difícil deslocação à Madeira, e é importante mantermos os mesmos níveos exibicionais. Mas antes disso ainda há Europa!!

Um último destaque para a claque minhota que, mesmo a equipa tendo perdido, saiu do estádio a cantar e a apoiar a equipa. Oxalá todas fossem assim!



Saudações portistas,

DF

9 comentários:

dragao vila pouca disse...

Grande enchente - 47.617 espectadores, 2.500 vindos de Braga -, grande ambiente, grande espectáculo, duas grandes equipa e um Porto à Porto, principalmente na segunda-parte.

Na primeira-parte vimos um Dragão que não entrou bem, que esteve lento, pouco pressionante, desinspirado, até nervoso e que foi incapaz de perceber como devia enfrentar uma equipa compacta, organizada, que defende bem e com muitos, um Dragão que apenas reagiu depois de sofrer um golo, que se calhar não merecia - A equipa de Domingos estava bem, controlava, mas não criava perigo. A perder o conjunto portista soltou-se, passou a jogar melhor, mais rápido, com mais gente a aparecer na frente e chegou ao empate, justo, depois de uma grande jogada de Hulk, concluída por S.Varela, que se limitou a empurrar.
Nada mais digno de registo se passou na etapa inicial...

Na segunda-parte tudo foi diferente. O F.C.Porto entrou forte, esclarecido, dominador, a jogar bem, encostou o Braga lá atrás, criou um e outro lance de golo e quando se esperava o golo portista, contra a corrente do jogo, no único remate que a equipa de Domingos fez à baliza, Lima - parece talhado para marcar ao F.C.Porto...- colocou os bracarenses em vantagem. Mesmo sendo esse um dos encantos do futebol, foi injusto, muito injusto para o conjunto de Villas-Boas... Mas este é um Grande Dragão, um Dragão que tem crença, tem atitude, tem alma, força anímica, vontade de vencer, não se deixa abater, sabe reagir e mesmo que tivesse beneficiado de ter conseguido logo de seguida o golo do empate, com tudo o que isso significou em suporte psicológico, não se conformou, não abrandou e conseguiu chegar à vantagem e à vitória. Uma vitória cristalina, justa e indiscutível, frente a um bom adversário, sem dúvida, mas que hoje mereceu perder, ao contrário da ideia que tentou passar o treinador bracarense. Utilizando argumentos de sorte para a frente e ressaltos para trás, chegando a dizer que a vitória caiu para o lado do F.C.Porto, mas podia ter caído para o lado do Braga, Domingos Paciência não deve ter visto bem o jogo. O Conjunto azul e branco fez quatro remates?! e quantos fez o Braga, Domingos?

Resumindo: quando digo que o Grande Dragão está de volta, não é porque a exibição fosse de uma exuberância que me tenha enchido completamente as medidas. Não, estivemos pouco inspirados na primeira-parte - até ao empate - e muito bem na segunda. O que me deixa feliz e tranquilo, é aquilo que a equipa portista - treinador incluído - mostra, noutra componente, naquilo em que o F.C.Porto sempre foi forte e que na temporada anterior só aparecia de vez em quando, nos jogos em que se faziam apelos ao brio e ao carácter do grupo. Como referi anteriormente e que resumidamente, repito, a atitude, vontade de vencer, um enorme espírito de grupo, junto a princípios de jogo bem definidos, são a imagem de marca deste F.C.Porto e isso também tem a ver com o líder da equipa técnica.

Hulk fantástico, mas a equipa, a equipa é que está forte.

Um abraço

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Ontem assistimos a um grande jogo de futebol, essencialmente na segunda parte.
Um estádio praticamente cheio e entusiasta, foram os condimentos para muita emoção dentro e fora do campo.
Na primeira parte, o Porto não conseguiu segurar as rédeas do jogo, muito por culpa de um Braga que entrou muito pressionante com as linhas bastante subidas, e Belluschi e Moutinho não conseguiam construir jogo. Domingos estudou bem o Porto e tentou travar os nossos pontos fortes ... mas o Incrível Hulk de ontem, nada há que o possa parar.
O Braga chega à vantagem graças um grande golo de Luís Aguiar de livre.
Na primeira parte vivemos muito graças às acções individuais dos nossos jogadores. Fernando esteve bem a sair a jogar e a criar desequilíbrios, mas foi Hulk que com uma jogada fantástica arranca deixando Elderson para trás e cruza para Varela empatar.
Na segunda parte entramos mais controladores e dominadores, mas o Braga consegue fazer o 2 a 1 num excelente golo de Lima, que é uma espécie de caça dragões ... desde que chegou a Portugal marca que se farta sempre ao FC Porto.
Mas eis que surge o Incrível Hulk em jogo, sempre a desiquilibrar até à exaustão os adversários e até ele próprio. Há um lance que ele e Sílvio depois de uma arrancada de Hulk ficam os dois agarrados às pernas. Alvaro vem da defesa ao ataque assistir Hulk para à bomba fazer o empate. Domingos não sabia como parar Hulk e coloca Miguel Garcia, mas foi Varela que após grande jogada de crer de Falcao, faz à bomba o 3 a 2 final.
Até ao final de jogo assistimos ao espectáculo Hulk, que sai esgotado, aparentando mesmo lesão, mas entra de novo cheio de força para os minutos finais.
Realce para as exibições de Hulk, Belluschi, Alvaro e Varela.
Mas foram Varela e Hulk quem mais brilharam na noite de ontem.
Resultado muito importante para consolidar a liderança e mentalmente para embutir espírito de conquista.
Nota final para esta bola jabulani. Quem souber bater nesta menina ... vai ser muito feliz, com golos fantásticos cheio de velocidade e trajectórias indefensáveis para os guarda redes.

Abraço

Paulo

Armando Pinto disse...

Grande jogo! Grande fim de semana! Perdem os lampiões, empatam os calimeros, nós derrotamos o Braga (não gostei da cara enjoada do Domingos quando o Vilas Boas o abraçou e depois as declarações à tv foram insípidas), e, assim, esta época, se não houver toupeiras noutros túneis, vai ser em grande!
Para ajudar também vencemos no andebol.
Só a Selecção de Hóquei em Patins deslustrou, numa autêntica tristeza. O que nem me espantou, vendo que a equipa super-campeã nacional só lá teve 3 hoquistas, enquanto outro(...) classificado em posições secundárias vai para dez anos teve mais entre os escolhidos...
Mas o que me importa e que no futebol o Porto já vai distanciado na dianteira!!!

http://longara.blogspot.com/

P. Ungaro disse...

Sem duvida um grande espetaculo de futebol. Será provavelmente, e a 4ª jornada, um dos melhores jogos do campeonato.
Mais um passo importante contra o nosso principal rival.

Um abraço

http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.com/

Força Azul e Branca disse...

Muito Boa tarde caro amigo, venho informar que já pode participar na Liga de Apostas do Força Azul e Brança. Consulte neste link as condições e os prémios, deixe um comentário com o seu nickname e comece as suas apostas para a 5ª jornada! (http://forcaazulebrancaa.blogspot.com/2010/09/novo-passatempo-vence-uma-jabulani-no.html ) Participe sem falta! Inscreva-se já, não perca tempo!

Pode ainda participar noutro passatempo e ganhar prémios, basta ser original! Consulte o passatempo no link á frente disponibilizado (http://forcaazulebrancaa.blogspot.com/2010/09/passatempo-forca-fcp-participa-e-ganha.html )

Faço um apelo e se ainda não é seguidor, faça-o e ajude a tornar o blog um dos blogs com mais seguidores de Portugal. Se ainda não tiver adicionado o blog á sua lista faça-o por favor e responda no meu blog por favor.
http://forcaazulebrancaa.blogspot.com/

Abraços e continuação de excelente trabalho!

Dragaopentacampeao disse...

Foi sem dúvida um jogo muito emotivo e intenso, onde não faltou o entusiasmo civilizado dos apoiantes de ambas as equipas, com os bracarenses a deslocarem ao Dragão cerca de 3.000 adeptos, que ajudaram a colorir o ambiente frenético, digno das noites futebolísticas do mais alto nível.

O jogo começou muito táctico pelos receios evidentes de ambas as turmas.

Depois que o resultado começou a funcionar, de bola parada, pois então, o futebol, principalmente o dos Dragões, começou a desbloquear e o jogo tornou-se intenso e emocionante, com belos golos, belas jogadas, e um intérprete espectacular, o incrível Hulk. Jogou, correu, rematou, assistiu para golo,marcou e entusiasmou a plateia, até à exaustão. Que mais pedir.

Está de parabéns também André Villas-Boas, que passou incólume esta prova de fogo, sem se deixar deslumbrar, conforme demonstram as suas sensatas palavras na conferência de imprensa.

Um abraço

Artur Guedes disse...

Grande jogo, com mau inicio por parte da nossa equipa, com todo o merito para o Braga, que depois soubemos/conseguimos corrigir e fazer uma grande exibição. jogo espectacular com 5 excelentes golaços.
http://oimensovoododragao.blogspot.com

Carla Correia disse...

Esta época promete!

ultrafcporto disse...

Boas portistas, que grande jogo assistimos talvez um dos melhores deste campeonato, com bons golos, boas exibições, com muito empenho de ambas as equipas, sem casos polémicos, uma arbitragem muito consistente, um autentico hino ao futebol.
Cumprimentos,
ultrasfcportomatosinhos