quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Hóquei em Patins * FC Porto 9 - HC Cambra 3


19ª. Jornada * Campeonato Nacional

Pavilhão Dragão Caixa, no Porto
Assistência: 372 espectadores

Árbitros: Florindo Cardoso (Minho), João Rodrigues (Minho) e Cristina Costa (Porto)

FC PORTO: Edo Bosch (g.r.), Filipe Santos «cap.», Emanuel Garcia, Pedro Gil e Pedro Moreira
Jogaram ainda: Reinaldo Ventura, Gonçalo Suíssas, André Azevedo e Rafa
Treinador: Franklim Pais

HA Cambra: Mário Almeida (g.r.), António Pinto, Daniel Bastos, Ricardo Geitoeira «cap.» e Rui Silva
Jogaram ainda: Tiago Ferraz, Flávio Silva e Bruno Fernandes
Treinador: Rui Silva

Ao intervalo: 4-1
Marcadores: Pedro Gil (5m, 14m, 30m, 35m e 37m), Filipe Santos (11m), Gonçalo Suíssas (20m), André Pinto (21m e 30m), Daniel Bastos (28m), Rafa (38m) e Emanuel Garcia (46m)


Publicado no jornal "O Jogo" por Paula Capela Martins

Com a final-eight da Liga Europeia garantida, após a vitória frente ao Cronenberg, o FC Porto não teve dificuldade em bater o HA Cambra, último classificado do campeonato.
O treinador Franklim Pais falou da relevância em "dosear esforços" entre duas viagens desgastantes - a da Alemanha e a de amanhã para Porto Santo - e conseguiu uma jornada (19ª) tranquila, perfeita para rodar a equipa: desta vez Reinaldo Ventura não foi titular, pois uma gripe impediu-o de treinar na semana passada, o que significa que recupera a forma aos poucos.
O FC Porto fez bem o seu papel ao pressionar uma equipa defensiva durante a primeira parte, passando depois por cinco minutos de uma curta desconcentração que aproximou o Cambra (4-3); mas com Reinaldo Ventura a organizar o ataque, a assistir para golo por quatro vezes, e Pedro Gil a marcar, tudo se resolveu sem o sufoco de outras partidas. Ainda a dependerem de si para chegarem ao décimo título consecutivo, os jogadores do FC Porto sabem que se segue uma deslocação duplamente complicada à Ilha Dourada. Primeiro, porque a equipa de José Querido, sexta classificada, dos nove encontros em casa apenas cedeu dois. Segundo, porque se trata do último jogo antes da recepção ao Benfica (5 de Março), logo psicologicamente importante. Faltam nove jornadas para o fim do campeonato e a luta pelo título está em aberto. No ano passado, à 19º ronda, o FC Porto liderava com 52 pontos, mais 13 do que o Benfica e mais 16 do que a Oliveirense e a faltarem cinco rondas para o final, os dragões festejavam o enea em Oliveira de Azeméis.

FIGURA
Pedro Gil
Uma mão-cheia de golos
À sua conta foram mais de metade dos golos do FC Porto: contaram-se cinco, com dois oferecidos por Reinaldo Ventura. Foi para cima do adversário quando este se aproximou (4-3), devolveu a segurança à equipa (6-3) e deu mais uma folga para rodar o plantel.

No final, o técnico Franklim Pais analisou o encontro: «Vínhamos de um encontro nas competições europeias, em que conseguimos o apuramento para a ‘final oito’. A nossa primeira parte foi de bom nível. Na segunda parte, desconcentrámo-nos e permitimos dois golos ao Cambra. No entanto, rectificámos a situação e impusemos um ritmo forte. Acabámos por realizar uma partida agradável. Respeitamos todos os adversários, mas hoje conseguimos dosear o esforço, depois da viagem à Alemanha. No sábado, temos outro jogo importante, em Porto Santo. É mais uma ‘final’, num terreno difícil, mas vamos lá com muita ambição».

POS Equipa Pts JG V E D GM GS Cartões amarelos Duplos cartões amarelos Cartões vermelhos
1 Benfica 49 18 16 1 1 112 47


2 Oliveirense 47 18 15 2 1 95 49


3 FC Porto 46 18 15 1 2 114 59


4 Candelária 40 18 12 4 2 85 47


5 HC Braga 27 18 8 3 7 82 61


6 Porto Santo, SAD 26 18 8 2 8 58 66


7 O. Barcelos 26 19 8 2 9 69 87


8 Gulpilhares 25 19 7 4 8 55 62


9 Sp. Tomar 21 18 7 0 11 63 107


10 Valongo 20 19 6 2 11 65 71


11 Física 18 18 5 3 10 56 71


12 Cascais 17 19 5 2 12 64 90


13 Ac. Espinho 17 18 5 2 11 62 84


14 Juv. Viana 16 18 4 4 10 62 81


15 Limianos 15 18 5 0 13 51 97


16 Ac. Cambra 11 18 3 2 13 59 73

No dia 26 de Fevereiro, o FC Porto desloca-se à Ilha de Porto Santo, para defrontar o Porto Santo, SAD em jogo da 20ª. jornada do campeonato nacional.

2 comentários:

Armando Pinto disse...

O Hóquei do F C Porto é uma das modalidades mais atraentes e historicamente vitoriosas. Este ano, com alguma tremideira, numa irregularidade não habitual nos últimos anos, tem conseguido não se deixar afastar muito dos lugares da frente, e se vencermos este sábado na ilha e depois no jogo com os mouros voltarmos ao normal, tudo está ao nosso alcance.

Dragus Invictus disse...

Bom dia Sr.Pinto,

Este ano estamos menos bem, por culpa própria, e também por erros de arbitragem que nos prejudicaram (o jogo com o Candelária em que empatamos, o roubo foi gritante).

O Benfica, que fez uma época anterior desastrosa, reforçou se bem esta época, mas ...depois de termos vencido na Luz (6ª. jornada), pensei que iríamos retomar a caminhada imparável rumo ao 10º. título consecutivo, mas o empate caseiro com o Candelária (7ª. jornada), fez nos tremer, e na 11ª. e 15ª. jornada quando perdemos com a Juventude de Viana e Oliveirense do nosso Tó Neves, as coisas complicaram-se ainda mais, assumindo o Benfica a liderança, e a Oliveirense a vice liderança.

Mas eis que o Benfica também perdeu pontos, e temos tudo ao nosso alcance para recuperar os pontos perdidos. Como referiu o Sr. Pinto se vencermos o Porto Santo e o Benfica, daremos um passo decisivo na discussão pelo título, e poderemos valer a nossa experiência na luta final.

Espero que consigamos conquistar o histórico 10º. titulo consecutivo.

Abraço e bom fim de semana

Paulo