sábado, 16 de abril de 2011

O último grande herói…

Amanhã é dia de derby no Dragão, por sinal o último esta época com o FC Porto com anfitrião.

Apesar da diferença de 32 pontos entre as duas equipas vai ser um derby equilibrado. O Sporting apresenta-se no Dragão motivado pelos últimos resultados, motivado por ter uma nova direcção e motivado porque quer alcançar o 3º lugar da classificação.
Este Sporting, ainda que diferente do da primeira volta, foi o último grande herói que conseguiu anular o FC Porto para a Liga Portuguesa, ou seja, há 14 jornadas atrás, num jogo polémico marcado claramente pela má arbitragem, que validou o golo do Sporting, irregular por sinal, e considerou uma falta de Maicon que o levou à expulsão sobre Liedson.

Ora, com este último já não temos que nos preocupar pois já não está no grupo do Sporting, o que significa que para além de não corrermos o risco de simulações que enganem o árbitro será menos uma mais-valia no confronto com o FC Porto.

Mas se existe motivos para que o Sporting se apresente no Dragão motivado para discutir a vitória o mesmo se passa com o FC Porto, que apesar do ritmo de jogos que tem tido o resultado tem sido excepcional, quer em termos de objectivos quer mesmo na qualidade de jogo e nos muitos golos marcados nos últimos jogos.

Mas nem tudo tem sido positivo nos últimos dias. Depois de Belluschi foi agora Fucile que se lesionou com gravidade e dificilmente poderá jogar ainda esta época. São duas baixas importantes na equipa, que apesar de não serem titulares indiscutíveis eram jogadores que surgiam na equipa invariavelmente e permitia a Villas Boas fazer uma rotação na equipa mantendo os mesmos níveis de produtividade.
Para além destes jogadores, também Sapunaru por castigo e Fernando por opção, este último a grande surpresa da convocatória, irão falhar o jogo de amanhã. De regresso estão Sereno e Mariano.

Lista de convocados: Helton, Maicon, Alvaro, Guarín, João Moutinho, Falcao, Cristian Rodríguez, Mariano, Hulk, Rolando, Sereno, Varela, Walter, James, Souza, Beto, Rúben Micael e Otamendi.

Villas Boas será forçado a mexer em 2 sectores que têm sido fundamentais para o sucesso da equipa. Na defesa, Sereno vai ser titular à direita e é provável que Maicon regresse à titularidade face às características do jogo do Sporting. No meio campo, Ruben Micael será titular e fará com que Guarin volte à posição 6. Lá na frente é de esperar o trio Hulk, Varela e Falcão.

Equipa provável: Helton, Sereno, Alvaro, Maicon e Rolando, Guarin, Moutinho e Ruben Micael, Hulk, Varela e Falcão.



Ainda que a concentração não esteja no jogo da Taça de Portugal, o pensamento está lá. A ausência de Fernando é prova disso e provavelmente iremos assistir a um FC Porto mais na expectativa e não tão pressionante no inicio do jogo.
É de facto um objectivo terminar este campeonato sem derrotas mas mais importante é sem dúvida o jogo da meia-final da Taça de Portugal, que poderá permitir a conquista de mais um título.

Villas Boas tem esta noção, mas também sabe que é fundamental o FC Porto dar uma imagem de campeão sobretudo porque joga em casa e frente a um eterno rival.
Se o FC Porto souber explorar os erros e as lacunas do adversário, que se prendem claramente como sector defensivo, então poderemos ambicionar a mais uma vitória sem grande esforço, pois este FC Porto, competindo na máxima força, vencerá o jogo.

O Sporting apresenta-se com necessidade de vencer, mas um empate seria um resultado positivo, uma vez que apenas tem 1 ponto de desvantagem do SC Braga e na última jornada existe um confronto directo entre ambos.

Facto é que vamos todos assistir a um derby com grandes possibilidades de um bom espectáculo, isto se o Sporting assumir o jogo e a vontade de vencer. Se assim for não tenho dúvidas que o FC Porto responderá à letra, tal como fez em Portimão, quando se viu empatado por duas ocasiões.

Em caso de vitória o FC Porto somará 77 pontos mais 1 do que a classificação final do campeão no ano passado, naquele que foi considerado pela comunicação social, por uma época fantástica de todos os tempos. Esta marca permitirá igualmente ao FC Porto atingir a melhor marca de sempre num campeonato com 16 equipas que era de 75 pontos, na época 2007/08, mas que oficialmente ficou pelos 69 pontos, pela dedução de 6 pontos no âmbito do apito orquestrado pelo Benfica.

Antevisão de Villas-Boas:



O árbitro nomeado foi Artur Soares Dias, que esta época apenas apitou 2 vezes o FC Porto, em Paços de Ferreira, na vitória por 3-0 e para a taça da Liga, frente ao Gil Vicente. Arbitragens tranquilas e sem polémica, o que permite antecipar uma arbitragem tranquila.

Sendo o ante penúltimo jogo no Dragão, esta época, é de esperar muitos portistas amanhã. Depois deste jogo, só no dia 28 de Abril com o Villarreal e por último no dia 8 de Maio com o Paços Ferreira, naquele que será o jogo da entrega do troféu de campeão nacional.

Aconselhamos a leitura dos post's "Vislumbre histórico dos jogos de futebol sénior entre o FC Porto e o Sporting" e "No limiar do FC Porto – Sporting da consagração do Título Nacional de 2010 / 2011… um lumiar (não apagado) de outros tempos!", publicados no blogue do Sr. Pinto "Lôngara - Actividade Literária e Memória Alvi-Anil" que nos recorda duelos deste clássico do futebol português.

O jogo está marcado para as 20:15 e terá transmissão na Sporttv.

Força Porto
Ricardo Jorge

7 comentários:

austria87 disse...

OLA.
O DESTINO DO NOSSO PORTO, VENCER, VENCER.
Hoje demos um grande passo para isso. Nos juniores de futebol como nos seniores de andebol.
CARREGA PORTO.

Dragus Invictus disse...

Boa noite,

Amanhã é dia de clássico do futebol português.

Numa altura que o FC Porto já é campeão nacional, resta o objectivo de manter a invencibilidade no campeonato.
Todavia não podemos esquecer que existem competições mais importantes, tais como a segunda mão da Taça de Portugal já na próxima semana, e como tal há que gerir o plantel, pois na passada quinta-feira jogamos num relvado sintético que deixa sempre mazelas musculares e também tivemos uma longa viagem.

Independentemente de quem jogue, espera-se uma atitude aguerrida e pressionante que tem sido apanágio esta época.

O Sporting chega ao Dragão a necessitar de pontuar e se possível ganhar, para não perder de vista o terceiro lugar. Ao FC Porto cabe confirmar o favoritismo, e lutar para vencer os Leões, que irão estar motivados para ser a primeira equipa a vencer-nos no campeonato.

O Sporting apesar do campeonato abaixo das expectativas, foi uma das duas equipas que nos conseguiu roubar pontos num empate em Alvalade.

Espera-se acima de tudo um bom jogo de futebol, com respeito entre os atletas e entre os adeptos, e que claro o FC Porto saia vencedor, para fazermos história neste campeonato.

Abraço e bom fim de semana,

Paulo

Armando Pinto disse...

Este jogo é um pouco complicado, precisamente por vir poucos dias antes do importante da 2ª mão da Taça, e por não convir nada que os lagartos façam qualquer coisa positiva, que o mesmo é dizer que só interessa que o FCP vença. Como a equipa tem conseguido responder às dificuldades, sabido motivar-se e superado tudo, acredito em mais um bom resultado, na continuidade do ritmo. É para vencer!

Fiquei agradavelmente surpreendido com o destaque aos posts do meu blogue.
O F. C. Porto honramos, porque o F. C. Porto nos contempla!

Um abraço.

Dragus Invictus disse...

Boa noite Sr Pinto,

Nada melhor que os magníficos post's do Sr Pinto para dar a conhecer aos mais novos, e fazer recordar a outros portistas os clássicos FC Porto vs Sporting. Daí o destaque merecido e devido.

Abraço e boa noite

Paulo

dragao vila pouca disse...

Em condições normais somos bem melhores...
Só que o F.C.Porto/Sporting de hoje, não é um jogo para os Dragões, em condições normais. Sair da Invicta com 25º de temperatura e apanhar temperaturas de 0º graus em Mocovo; voltar ao Porto e novamente uma diferença de temperatura enorme; ter de jogar num piso sintético que, diz quem sabe, é muito mais desgastante; viajar, ida e volta, mais de 12 horas, a que acresce os tempos para formalidades; ter apenas um treino para preparar o jogo, faz com que, naturalmente, a equipa portista não se possa apresentar na plena posse de todas as suas faculdades. É verdade que a moral e a motivação estão no máximo, a qualidade futebolística é de excelência e issso ajuda a minimizar estragos, mas elas não matam, mas moem... para mais, já na quarta-feira há outro jogo de grande responsabilidade, na Luz apagada, frente ao clube do regime.
Assim, como gerir a vontade de fazer história - chegar ao fim do campeonato sem derrotas, se possível, apenas com dois empates -, com os interesses em objectivos mais importantes, tendo em conta que já não temos Emídio Rafael, Belluschi e Fucile, lesionados e com todo este desgaste estamos mais sujeitos a lesões? Se eu fosse Villas-Boas pouparia vários jogadores e entraria com uma equipa mista: Helton, Sereno, Rolando, Maicon e Álvaro, Souza, R.Micael e Moutinho, Varela, Hulk - quer jogar sempre! - e James.

Um abraço

Tiago Araújo disse...

Boas,
Hoje o nosso compromisso é ganhar, vencer é o nosso destino e acabar o campeonato sem derrotas.

abraço

http://campeoesfcporto.blogspot.com

100% Dragão disse...

Boa Tarde.

Criei a pouco tempo um espaço dedicado ao nosso FC Porto, se possível, gostaria de propor uma troca de links.

100% Dragão - http://fcporto.neositios.com

fcporto.neositios@gmail.com


Cumprimentos
100% Dragão