quarta-feira, 13 de junho de 2012

Costa Soares um "fazedor" de jogadores à Porto!

Eduardo Augusto Costa Soares faleceu esta quarta-feira. 
Treinador no FC Porto durante décadas, sendo o técnico com mais títulos de formação na história do futebol português, Costa Soares morreu aos 72 anos. Actualmente, fazia parte do gabinete de prospecção do clube.
O corpo estará em câmara ardente a partir das 16 horas de hoje na Igreja das Antas, realizando-se o funeral às 14h15 desta quinta-feira, para o cemitério do Prado Repouso.
Apresentamos as mais sentidas condolências à família do grande Homem e Portista.

Costa Soares estava ligado ao FC Porto desde 1974, tendo formado campeões durante 38 anos
.
Treinou os escalões de iniciados, juvenis e juniores do clube, e além de ter avalizado a contratação de Domingos Paciência e de Vítor Baía, "que eram quase como irmãos porque andavam sempre juntos", também esteve na génese da contratação de outros nomes que fizeram história nos dragões, entre eles Jorge Costa, Sérgio Conceição, Rui Filipe, Fernando Couto e Jorge Couto. 

Campeão Nacional de 1992/93, sob orientação de Costa Soares  - Foto longara.blogspot.pt
Costa Soares, o conselheiro de Domingos (artigo publicado no Jornal de Notícias em 09-09-2010)

Há 29 anos, Domingos era um adolescente carregado de sonhos. Jogava na Académica de Leça e ganhou o prémio de se transferir para o FC Porto. A sua contratação foi avalizada por Costa Soares.
Tudo começou no início da década de 80 do século passado, quando o então promissor futebolista tinha 13 anos e um mundo de sonhos a reluzir no olhar.
"Fui observá-lo e foi uma contratação muito simples, porque tinha qualidades únicas. Foi dos elementos mais técnicos que já treinei. Era um artista", conta Costa Soares, o primeiro técnico de Domingos Paciência na casa dos dragões, uma espécie de segundo pai e que procurou ajudá-lo a superar um quadro familiar carregado de dificuldades: "Chegou a estar em minha casa com os meus filhos. Procurei influenciá-lo no seu crescimento como homem para que a sua qualidade futebolística não se perdesse. Mas o clube também teve um papel importante".

Já nos iniciados do FC Porto, Domingos Paciência distinguia-se dos colegas. Não era só pela técnica apurada ao alcance de muito poucos, mas pela personalidade de um adolescente recatado e que já tinha metas bem definidas para singrar no mundo do futebol: "Não era uma criança muito expansiva, era muito atento, calmo e sabia ouvir. Mesmo nessa altura, notava-se que queria ir mais além". E foi, de facto, ao ponto de garantir um lugar no coração dos adeptos, quando subiu à categoria sénior, pela mão do treinador Artur Jorge.
Além de ter avalizado a contratação de Domingos Paciência e de ter sido o seu primeiro técnico no FC Porto, Costa Soares também foi seu professor no curso de treinador, quando o antigo avançado resolveu pendurar as chuteiras e traçar um novo rumo na carreira. "Muitos ex-jogadores famosos chegam às aulas pensando que são os melhores, mas ele não. Era muito inteligente, aplicado, atento e interessado. Colocava questões com qualidade. Por isso, a sua ascensão como treinador não me surpreende. É uma pessoa que quer aprender mais, continua a ser muito humilde e vai longe na profissão".

Adaptando a obra de Cressida Cowell “Como treinares o teu Dragão”....

Costa Soares, chefe, guerreiro, mestre, era reconhecido, por toda a nação azul e branca, o seu trajecto ímpar na formação do FC Porto, e em paralelismo com a obra de Cressida Cowell, seria igualmente denominado como "O Treinador de Dragões".
Costa Soares “pegava” num jovem dragão e acompanhado do bloco de notas, escrevia diariamente o que observava. A observação é essencial na formação de qualquer “jovem dragão”.
É preciso em parte ser um eterno aprendiz, munido de bloco de notas para fazer o registro dessas experiências... E conhecer os "cuspidores de fogo pelas ventas", para poder estabelecer uma efectiva comunicação.
Costa Soares percebendo os problemas de “voo dos jovens dragões”, pensava e criava estratégias para aprimorar o “voo dos jovens dragões” e formá-los enquanto homens.
Os jovens dragões, estabeleciam um contacto e contrato de confiança com Costa Soares - é preciso alimentar os sonhos e o conteúdo de quem convive connosco também para ambos alçarem voos longos...
Costa Soares voava junto com os seus jovens dragões, em equipa, e assim conquistava títulos e mais títulos.
Unindo o conhecimento adquirido, com o trabalho colectivo da equipa atinge-se o sucesso.
Costa Soares poderia bem ser a personagem principal da obra de Cressida Cowell “Como treinares o teu Dragão” pois tal como a verdadeira personagem da obra, Costa Soares foi um verdadeiro Treinador de Dragões.

4 comentários:

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

brilhante homenagem, Paulo!
parabéns!

abr@ço
Miguel | Tomo II

Rui Silva disse...

Descansa em paz campeão. Até sempre amigo....

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

off topic

caro Paulo, caríssimas(os):

são (no mínimo) uma vergonha as seguintes declarações de José Trindade, diretor do hóquei em patins encOrnado:
« O Benfica esteve acima, montou um plano honesto, justo, trabalhador, competente e derrotou os porcos »

mais uma vez, os responsáveis do 5lb demonstram que não sabem ser dignos nem na derrota e muito menos na vitória.
temos que ser superiores a esta gentinha e controlar a raiva e a indignação que nos assistem.
se nos quisermos demarcar pela positiva e sermos uns dignos e honrados vencidos - pese embora a impugnação do último jogo, junto da FPP - temos que evitar responder na mesma moeda.

somos Porto!, car@go!
«este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todas(os) vós! ;)
Miguel | Tomo II

Armando Pinto disse...

Depois de tudo o que se passou durante a semana...

Num fim de semana interessante, como este, desportivamente, estive mais distraído a renovar estes motivos que nos movem como são os da blogosfera portista e não só.
Assim, em

Alerta de amigos, dou conhecimento
de

Meus blogues novos e antigo

= Memória Portista
memoriaporto.blogspot.com

= Longra Histórico-Literária
longrahistorico.blogspot.com

= Lôngara – Actividade Literária e Memória Alvi-Anil
http://longara.blogspot.pt/