quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Anedota do dia * JJ castigado ... mas não falha nenhum jogo

O CD da Federação Portuguesa de Futebol anunciou um castigo de 15 dias a JJ "O Reincidente", na sequência das críticas à arbitragem de Pedro Proença no Benfica-FC Porto, realizado a 2 de Março no Salão de Festas. 
Ricardo Santos, um dos árbitros assistentes, foi o principal visado pelas críticas do técnico, que contestou a validação do terceiro golo portista, apontado por Maicon.


Apesar deste castigo, o técnico dos “encarnados”, não vai perder qualquer jogo do Benfica .... pois o castigo surge na paragem do campeonato, quem vem mesmo a calhar ... lucky fucking one!!
Arrisco-me a ser um "Mestre Alves" e a profetizar que Luisão será castigado na paragem do campeonato no Natal e Ano Novo!


Entretanto ... comunicado da FC Porto SAD

A secção profissional do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol reuniu-se hoje em plenário e decidiu castigar o treinador do Benfica com a pena de suspensão de 15 dias - por coincidência, quando o campeonato está parado - no seguimento de uma denúncia do árbitro assistente Ricardo Santos, que se sentiu injuriado pelas declarações de Jorge Jesus após mais uma vitória do FC Porto no Estádio da Luz.

187 dias depois desse jogo, os srs. conselheiros aplicaram um castigo que vai ser cumprido num período sem jogos, o que contribuiu para o descrédito da competição.

Curiosamente, isto acontece depois de há três semanas a secção não profissional do mesmo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol ter anunciado um processo urgente para o caso Luisão. E o que é que o carácter de urgente confere ao processo? Ser decidido em 15 dias...

O FC Porto espera que isto não faça jurisprudência para ser aplicável ao caso Luisão.

6 comentários:

Armando Pinto disse...

Por algum motivo o orelhas apoiou o Gomes ex-da-SAD... um antigo dirigente do FC Porto que não se consegue entender... dando ideia que é como os cataventos, a pontos de ter deixado a SAD do Porto para ir para a Liga e logo depois a Federação... onde está a tentar defender o tacho. Ou então falta uma grande explicação...
É escandaloso isto, do tal fantasiado castigo sem punição, etc. e tal...
Estamos no antigo regime ou no mesmo... do clube do regime?!

http://memoriaporto.blogspot.pt/

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

a conquista do tricampeonato vai dar muita luta - e não me refiro aos jogos jogados dentro das quatro linhas.

tudo o que é "adversário" (ao bom estilo de rato de esgoto) vai começar a sair da toca para defender «gloriosos» interesses nacionais.

é bom que a massa adepta portista esteja unida e fale a uma só voz na defesa intransigente dos interesses do nosso clube d coração (o que não significa que sejamos como os carneirinhos da segunda Circular, sem massa encefálica e voz crítica positiva).
tempos muito difíceis e exigentes se aproximam!

(palavras escritas a propósito do "castigo" aplicado ao Jorge JeBus)

somos Porto!, car@go!
«este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todas(os) vós! ;)
Miguel | Tomo II

Anónimo disse...

Fantásticos comentários, devo dizer em primeiro lugar que Jorge Jesus é castigado por dizer as verdades, depois qual é a moral dos adeptos e direcção dos "Azuis e Broncos", quando são penalizados com a retirada de 6 pontos, e esses mesmos pontos são retirados no final dum campeonato que terminaram com 20 pontos de avanço. Nos países onde a justiça é levada a sério, os pontos são retirados no inicio da época seguinte, como foi em Itália, onde o Milan começou com pontos negativos, em Portugal é como convém, queria ver se só tivessem 5 pontos de avanço, se retiravam os 6 pontosnaquela altura.Qual é então a moral? Agora falam mal do Fernando Gomes, mais conhecido pelo " Nandinho das Facturas", ou já se esqueceram que ele era o responsável financeiro do Porto, na altura dos famosos pagamentos das férias dos árbitros à agência Cosme. Pois foi apoiado pelo Vieira, porque este é um verdadeiro Tótó, e assim o " Gangster da Costa" já não precisou de o apoiar, podendo agora fazer-se de Santo, quando todos sabemos e as escutas o demonstram que é um dos mais corruptos dirigentes de que há memória, chegando ao cúmulo de até a data do fundação do clube ele conseguir mafiar.Quanto ao clube do regime, não há dúvidas que o FCP (Futebol Corrupção e Putas), é esse mesmo clube do regime, os factos mostram que em 1929, em plena época do regime lhe foi concedido o estatuto de "Utilidade Pública", estatuto esse que só foi concedido ao Benfica na década de 60, depois em plena época do regime o Benfica era a única equipa onde as eleições eram livres, não era o Benfica mas sim o FCP que fazia a saudação Nazi antes dos jogos, portanto não queiram agora branquear as verdades, o Benfica sempre foi um clube livre e do povo, ao contrário de outros em que o lema é " O nosso destino é gamar desde 1893". E mais não digo, porque contra factos não há argumentos. Saudações Desportivas. José Carlos

Dragus Invictus disse...

Boa tarde caro José Carlos,

Relativamente à questão dos 6 pontos, vamos lá ver o seguinte.

Pinto da Costa recorreu e foi ilibado de todas as acusações no Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa , pelo que seria legítimo a nós portistas exigir a devolução dos pontos retirados para a época seguinte, uma vez que a anterior já havia sido homologada.

Quanto às ligações do Benfica ao regime de Salazar, a culpa não é do Benfica, ou Benfiquistas, aliás dirigentes do Benfica lutaram contra o regime.
Os regimes políticos de então, em Portugal, tal como em Itália e Espanha, "penduravam-se" nas conquistas desportivas dos clubes para entreter o povo que sofria.
Salazar fê-lo com o Sporting dos 5 violinos e com o Benfica dos anos 60, fê-lo com a Amália e com Fátima. E nem vou falar dos árbitros irradiados por terem beneficiado o Benfica no Fascismo.

Vocês falam da factura de uma agência de viagens que era propriedade de Joaquim Oliveira (ligado ao FC Porto), e pela qual o árbitro viajou. Ora, isto não significa corrupção. Se o Calheiros e família fossem ao cinema Lusomundo ver o filme box-ffice da altura também era corrupção?!

Quanto a ser o FC Porto a fazer a saudação nazi, venho informar que todos faziam. Tinha de ser.
A cidade do Porto sempre foi anti- regime e mais pró-monárquica, por via da influência inglesa. Basta recordar o comício de Humberto Delgado, no dia 14 de Maio de 1958, que proporcionou a maior manifestação anti-salazarista de sempre.
O azul e branco e o brasão, são distintivos da monarquia, já a Águia é um conhecido símbolo alusivo à extrema direita/fascismo.
Se reparar no emblema do FC Porto, sobre a antiga bola de futebol azul tem o brasão da cidade, onde estão as armas que D. Maria II atribuiu ao Porto em Janeiro de 1837.

Quanto ao estatuto de "Utilidade Pública" este foi atribuído mediante a lei em vigor na altura. Para se ter tal distinção tinham de se cumprir requisitos.
Tem esse estatuto a instituição que pelo seu objecto se substitua ao Estado na concessão de serviços que são do foro do mesmo.

Ora, como se sabe o FC Porto sempre foi um clube eclético, e proporcionando desporto a jovens, e desde a década de 20 vence títulos em diversas modalidades, algumas delas extintas. Com José Monteiro da Costa começaram-se a praticar no clube modalidades como o ténis, o boxe, o atletismo, o halterofilismo e a natação.

Quanto ao facto de em Itália a justiça ser célere ... é simples. Existe um tribunal desportivo, algo que já devia existir à muito para dissipar estes casos que vão surgindo, tais como o Estoril Gate, o Calheiros, o Apito Dourado, transferência de Mantorras, Falência do Alverca, e as escutas de LFV a escolher também um árbitro etc

Todos nós que gostamos de futebol queremos que o mesmo seja sério.

LFV é tudo menos sério. Recebia PC em limusina em Alverca, ofereceu-lhe um Mocho, símbolo da sapiência etc.

PC defende sem limites o FC Porto, quer vocês gostem ou não.

Há-de morreu e dar o nome a uma avenida, enquanto que LFV dará nome a uma lápide do cemitério da freguesia de onde é natural.

Por último uma correcção, o nosso lema é "A vencer desde 1893" e como escreveu Luís Vaz de Camões:
" ... e se mais mundo houvera lá chegara .... "

Saudações

Paulo

Anónimo disse...

Amigo Paulo, eu também sei que LFVieira é tudo menos sério, o que lhe quiz dizer é que Pinto da Costa também é tudo menos sério.
E o pessoal do FCP tem por hábito, vá-se lá saber porquê, nunca dar mérito às vitórias do Benfica.
Tentam sempre fazer crer que o Benfica sempre que ganha algo é com ajudas, ao contrário o Porto nunca tem ajudas e ganha sempre com mérito.
Ora é contra esta visão que eu falo, há que dar mérito quando se ganha com mérito e há que condenar quando se ganha com ajudas, e neste capítulo todos têm ajudas, uns mais que outros.
Eu concordo que antigamente era um pouco como o amigo diz, para calar o povo era preciso distrai-lo com o futebol, como nessa altura o Benfica estava em alta, era preciso manter e vai daí dar-lhe um certo protecionismo.
Da mesma forma o seu presidente nos últimos 30 anos inverteu esse ciclo, agora o que é preciso dizer é que houve muitas vitórias com mérito, mas também houve muitas com as tais ditas ajudas, e isso é inegável.
Também reconheco que o seu presidente é o melhor presidente, o que mais puxa para o seu clube, não concordo é com alguns dos métodos que são utilizados.
Quanto às escolhas de árbitros todos o fazem, por isso todos tentam dominar a arbitragem, umas vezes dominam uns, outras dominam outros, para sua sorte nos últimos tempos tem sido o seu clube fruto da visão do seu presidente, quando este ciclo fehar será outro provavelmente será o Benfica outra vez. o que é feio é estarem sempre a apontar o dedo uns aos outros, quando isto é tudo um grande negócio e são todos pr´ticamente iguais.
Esse tribunal que o amigo fala seria bem vindo, mas não creio que vá para a frente pelo menos nos tempos mais próximos, se os politicos que deviam dar o exemplo não dão, acha que são os outros?
Olhe as escutas do Sócrates...
Saudações Desportivas.
José Carlos.

Dragus Invictus disse...

Boa tarde amigo José Carlos,

Tem razão no que expõe.

Eu como portista não fico satisfeito em ver o nome do meu clube manchado por alguns actos de PC. Mas é sua forma de dirigir. Em terra de cegos quem tem olho é rei, e PC teve o dom de conquistar o temor de adversários e intervenientes no jogo.

Benfica venceu no tempo do fascismo pois contava nas suas fileiras com jogadores que dispensam apresentações, um deles o melhor português de todos os tempos e ídolo de infância de PC por curioso que seja.
FC Porto vence desde 74 porque tem tido grandes equipas, tem feitos bons negócios que lhe permitiram crescer em Portugal e na Europa.

Claro que nestes periodos em que um clube +e dominador, os árbitros tendem a beneficia-los, embora eu entenda que no deve e haver final do campeonato as contas ficam saldadas.

O Porto por exemplo na época passada foi roubado em Barcelos, mas perdeu bem, porque jogou mal e porcamente e não há desculpa, o mesmo aconteceu com o Benfica em Guimarães.

Volte sempre a este espaço, pois os seus comentários pela educação e moderação serão sempre bem vindos.

Cumprimentos

paulo