segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Minuto 9 de Magia


Não foi um grande espectáculo este clássico do Dragão, mas teve um momento puro de magia aos 9 minutos, quando Jackson, com dois toques geniais faz o primeiro golo da partida e provavelmente o melhor golo da Liga época 2012/13.

Foi um jogo em que o FC Porto dominou do inicio ao fim, e na primeira parte foi mesmo gritante a ausência de jogo ofensivo do Sporting. Vítor Pereira sofreu a primeira contrariedade com a lesão de Maicon, mas mesmo assim, a defesa não cedeu para o Sporting.

Foi um Sporting à imagem dos últimos jogos. A tal motivação extra, depois de um mau resultado, e a mudança de treinador não levantou a moral ao Leão. Já o FC Porto apresentou-se muito cauteloso, se calhar a pensar num Sporting mais forte, mas a cautela foi importante para não entrar confiante demais.

Talvez tenha sido esta a razão para um jogo menos emotivo, mas a ter sido uma estratégia de Vítor Pereira, foi assertiva, pois bloqueo o Sporting, obrigou-o a sair a jogar e claro o golo madrugador de Jackson foi uma grande ajuda para a conquista da vitória.

Vítor Pereira não mexeu no onze, e mesmo com Mangala na equipa, o FC Porto fechou a primeira parte, claramente superior ao Sporting e com toda a justiça na vantagem do marcador.

Na segunda parte, o FC Porto voltou a entrar forte na partida. Muito dominio no meio campo, muita segurança defensiva, e no ataque as jogadas perto da área surgiam com alguma naturalidade e algum perigo.

Mas a grande oportunidade para o FC Porto aumentar a vantagem foi desperdiçada por Lucho, ao falhar a primeira grande penalidade do jogo. Este foi um dos momentos de indignação do Sporting, aqui convém referir que o toque com a mão não é intencional, felizmente, para a saúde mental de todos os Portistas, Lucho não marcou.

Agora é estranho não de indignarem com o seu jogador Rojo, que no espaço de 5 minutos fez duas faltas para amarelo!!!

Mas até aí tiveram sorte, pois passado pouco tempo, o FC Porto teve mais uma contrariedade, com a lesão de Alex Sandro. Ou seja, não se podem queixar da expulsão, pois esse lance sim, não teve qualquer impacto no resultado final, tal como o primeiro penalti, que nem cartão amarelo foi dado a Cedric.

Já no caso do segundo penalti, depois de um cabeçeamento à barra de Mangala, as duvidas são legitimas de o defesa do Sporting impede ou não Jackson de chegar á bola.
Ainda que se admita não ser penalti, a questão é se o golo nos minutos finais teve assim tanto impacto na atribuição da vitória neste jogo.

O que é que o Sporting fez durante todo o jogo?
O que é que o Sporting tem feito nos últimos jogos?
O que é que o FC Porto tem feito nos últimos jogos?

É um tanto ou quanto ridiculo, que uma instituição como o Sporting venha mostrar indignação neste jogo, quando nada fez por merecer um único golo nesta partida.

Helton fez uma defesa dificil em todo o jogo, e provavelmente mais 2 ou 3 defesas fáceis.

Destaque natural para Jackson. O Colombiano está em alta e o golo que marcou é qualquer coisa de outro mundo. Fez lembrar Falcão quando marcou um golo impossivel na vitória dos 5-0 frente ao clube do regime.

Fica aqui o devido reparo de alguém que criticou muito a sua contratação e que hoje tem obrigatoriamente de dizer que se trata de um bom jogador, discreto, mas com boa técnica e sobretudo com faro de golo.

Toda a equipa esteve a um nível acima da média, mas o meio campo esteve muito bem, segurando o jogo defensivo e lançando as ofensivas, mesmo com Fernando e Lucho amarelados.

Vítor Pereira lançou Atsu no momento certo, pois Varela estava em baixo rendimento, e o jovem africano veio trazer velocidade e desiquilibros que foram fundamentais para encostar o Sporting lá atrás.

Mas este jogo fica marcado pelo minuto 9. Aliás, se o jogo terminasse nesse momento teria sido um hino ao futebol espectáculo. Para mais tarde recordar…



O FC Porto voltou à liderança da prova e agora terá algum tempo para recuperar a equipa, depois de dois jogos desgastantes e de duas vitórias muito moralizadoras para os restantes confrontos que aí veem.

Todas as imagens dos jogos do FC Porto.
(Clique na imagem para entrar)
Última nota para o ambiente fantástico no Dragão. Os adeptos estão com a equipa.

Força Porto.
Ricardo Nuno Gonçalves Jorge

6 comentários:

100% Dragão disse...

Boas

Entramos muito bem e o golo monumental do Jackson deu justiça ao resultado, depois baixamos o ritmo e pressionamos menos. O jogo ficou mais dividido mas sem que o adversário conseguisse criar perigo. O sporting como sempre vai chorar mas todos os "casos" foram bem ajuizados. Eles não fizeram uma única oportunidade, ZERO, só o Porto poderia ganhar este jogo. Vitória justíssima.

Abraço

http://100porcentodragao.blogs.sapo.pt/

P. Ungaro disse...

Boas ,

Antes de mais 3 pontos.

Depois de o grande jogo de 4ª feira o Porto entrou muito bem pressionando e dominando os primeiros 20 minutos. Depois do golo o Porto baixou as linhas, no meu entender sem sentido, os passes começaram a falhar, a pressão deixou de existir, e é aí que temos que melhorar. Não pode acontecer, somos superiores, independentemente do cansaço que pode existir, temos que como disse VP depois do Rio Ave continuar a procurar o 2º golo.
Relativamente as queixas dos calimeros, comecei a ficar preocupado quando o arbitro começou a distribuir cartões aos jogadores do Porto logo no inicio do jogo o que penso que tambem nos limitou ... os penaltis são claros, a expulsão ja deia ter sido mais cedo, por isso os calimeros continuam a chorar ... e se não se põem finos ainda vão lutar para não descer de divisão.
O golo do "Action" Jackson ... fabuloso !!!! e penso que com mais meia duzia de jogos vai melhorar ainda mais ... temos ponta de lança.

Um abraço

http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.pt/

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Ontem tivemos uma entrada forte na partida e obtivemos a vantagem. Depois dominamos e controlamos o jogo.
Na segunda parte voltamos a entrar fortes, e foi com naturalidade que obtivemos o segundo golo.

Pena foi que Jorge Sousa tenha efectuado uma má arbitragem. Muitos amarelos, dois penaltis duvidosos a nosso favor, sempre a quebrar o ritmo de jogo etc.

O dérbi merecia um melhor árbitro, que não fosse na manhosice do jogador típico do nosso campeonato que se atira ao tapete mal sente o calor humano.

O Sporting pode observar que existiram penaltis duvidosos, mas sem qualquer influência no resultado.

O Sporting não criou uma única oportunidade de golo.
Sinceramente esperava um Leão mais bravo, a querer mostrar valor.

Mas foi um Sporting amorfo.

Ao FC Porto aponto novamente o erro de depois da vantagem cair no marasmo e não resolver logo a contenda.

Quanto aos jogadores, estiveram bem colectivamente, com Jackson a apontar mais um golo de belo efeito.
James cada vez mais cimenta a sua posição no plantel, Varela está em boa forma e Moutinho é aquela máquina, sempre com o eucalipto Fernando a secar tudo à sua volta e Lucho a comandar.

Danilo e Alex Sandro muito bem no papel de laterais, a saber temporizar o seu jogo ofensivo e defensivo.

Excelente ambiente nas bancadas. A família azul e branca está com a equipa.
Estamos em evolução e isso distingue-nos dos adversários que já estão espremidos.

Abraço e boa semana

Paulo

Rui Anjos (Dragaopentacampeao) disse...

O FC Porto entrou bem e fez um quarto de hora de excelente nível, altura em que justificou não só o espectacular golo de Jackson como também merecia ter dilatado o marcador.

Depois caiu numa toada sofrível, caracterizada por excessivas perdas de bola e erros primários que os calimeros nunca souberam explorar.

Parece inexplicável a atitude portista, só ligeiramente atenuada pelo facto de, à falta de melhores argumentos, os calimeros tenham enveredado pelo recurso da «sarrafada», com a complacência do árbitro, que apesar de os carregar de amarelos, não teve coragem de expulsar mais cedo, dois ou três infractores recorrentes. Por causa disso Fernando viu um amarelo.

O trabalho do árbitro foi, ainda assim, obviamente contestado, no final, pelo já habitual mau perder dos calimeros. Se como já afirmei, não esteve bem disciplinarmente, tecnicamente esteve bem melhor. Não cometeu grandes falhas e a única dúvida terá sido a segunda grande penalidade, que no Estádio me pareceu correcta. De resto, em seis jogos do campeonato, este foi o primeiro em que o FC Porto, em termos técnicos, não foi prejudicado.

Um abraço.

dragao vila pouca disse...

Sem ser tão brilhante como na última quarta-feira e com alguns jogadores - Varela, Maicon, Alex e Lucho - a acusarem os efeitos de uma partida que obrigou a um grande desgaste físico e mental, o F.C.Porto venceu com toda a justiça um Sporting que apenas uma vez colocou Helton, verdadeiramente, à prova.

Depois, como é normal para os lados de Alvalade, tentam branquear a incompetência e os constantes desvarios, com críticas requentadas aos árbitros. Já os topamos.

Abraço

Azulibranco disse...

Ricardo, uma boa apresentação Ganhámos, pronto, isso é que é importante.
O Porto entrou com a lição bem estudada, para jogar contra uma equipa que naturalmente viria picada pela chicotada psicológica.
Os jogos não podem correr sempre da mesma forma. Desenganem-se aqueles que pensaram que, de agora em diante o Porto iria sempre explanar desempenhos como o que teve para com o Paris Saint Germain.
O importante é que a matriz de jogo se mantenha, e ela manteve-se.
Quanto aos penaltis, não existiram? Pronto, ganhámos por 1-0.