domingo, 9 de maio de 2010

Factos que devem ser analisados, por quem de Direito e Isento

Estava ansioso pelo fim do campeonato para poder terminar uma análise, há algum tempo iniciada e que tem como primeiro objectivo, pessoalmente, perceber o que se passou este ano na Liga e demais provas organizadas.

Só o faço agora, não que pretenda tirar mérito a quem ganhou o campeonato, até porque não reconheço mérito, mas sim porque terminou hoje as contas deste campeonato.

Uma primeira análise para a prestação do FC Porto.

Este ano, e comparativamente com os últimos 4 anos (campeonatos com 16 equipas), o FC Porto:

1- Fez menos 1 ponto que nas épocas 2006/2007 e 2007/2008 e menos 2 pontos que na época passada;
2- Marcou mais golos (70 golos, o melhor tinha sido na época 2006/2007 com 65 golos) mas também sofreu mais golos (26 golos, o melhor tinha sido na época 2007/2008 com 13 golos);
3 -Caso vença a taça de Portugal, conquistará 2 títulos nacionais, tal como nas épocas 2006/2007 e 2008/2009, e mais 1 título do que na época 2007/2008;
4- Na Champions League, voltou a atingir os 12 pontos no grupo, tal como em 2008/2009 e melhor do que em 2006/2007 e 2008/2009. Foi eliminado nos oitavos de final, tal como em 2006/2007 e 2007/2008.

Agora o que não houve nos outros 4 campeonatos e houve neste foi:

1- Castigos de Hulk e Sapunaru, que perderam vários jogos, nos quais resultaram a perda de 9 pontos e uma taça da Liga;
2- Jogadores do clube que ficou em primeiro lugar, que não foram suspensos, como outros, nem mesmo com imagens a percorrer as estações televisivas, como foi o caso do Luisão a agredir o jogador do Nacional no chão;
3- O Rui Costa que foi castigado num espaço de 1 ano e 2 meses, 3 vezes, por estar em locais junto ao acesso aos balneário dos árbitros/túneis, quando não tinha permissão para estar. Teve penas leves, mas o mais grave é a reincidência na atitude. Porque razão, contrariou e esteve presente em tais locais, sabendo das consequências de tais actos?
4 - Jogadores que ludibriaram várias vezes os árbitros, em simulações de penaltis, que não foram castigados pela Liga, tal como Lisandro Lopez, falo de Aimar, Di Maria, Saviola, etc..;
5- O mesmo clube que ficou em primeiro lugar, na mesma época, teve 3 situações de túneis, tantas como os casos de túneis que ocorreram, que acabou sempre por não ser punido, apenas num caso, um jogador foi suspenso 2 jogos;
6- A presença de stewards a provocar jogadores junto ao balneários destes. Alguém tem memória de casos semelhantes?
7- No inicio da época, foi conhecido o castigo para um delegado da Liga, que na época passada, e também num SLB-Nacional, com túnel, falsificou o relatório do árbitro, punido com mais de 1 ano de suspensão. Alguém averiguou porque razão esse delegado agiu assim?
8- Na taça da Liga, e novamente num Benfica-Nacional, assistiu-se à 2ª pior arbitragem da época, de seu nome Olegário Benquerença, que prejudicou, quer em golos, quer em expulsões o Nacional;
9- As ajudas que o SC Braga teve, claramente em beneficio do SLB em conseguir manipular a classificação para que o FC Porto, terminasse na 3ª posição;

Isto tudo acima descrito, fez com que 68 pontos, que nas outras 3 épocas eram suficientes para ganhar o título, ficássemos em 3º lugar.

Ainda assim a classificação poderia e deveria ter sido outra, pois no caso do primeiro classificado, que perdeu poucos pontos, nos jogos de Leiria (simulação de Aimar e penalti ganho, perto do final - menos 2 pontos), Olhanense (perdoadas as expulsões de Cardozo e David Luiz e o golo do empate foi perto do final e em fora de jogo - menos 1 ponto) e FC Porto (o golo da vitória foi irregular - menos 2 pontos). Já no caso do Braga, conta-se os jogos com o Marítimo (quer em casa quer fora, conseguiram ganhar com erros de arbitragem - menos 4 pontos) e com o Vitória, que foi a maior vergonha que se assistiu - menos 2 pontos.

No caso do FC Porto, para além do jogo da Luz, 1 golo limpo anulado, quer contra o Belenenses quer contra o Paços de Ferreira, no Dragão, ambos quando ainda estava 0-0, este último igualmente sem Hulk a jogar, que terminaram em empates. Ou seja, menos 5 pontos no total.

Para quem considere isto facciosismo, ou dor de cotovelo, lembrar que existe um comentador desportivo, claramente anti-portista e anti-Pinto da Costa, que já relatou, na sua classificação real, que o FC Porto deveria ter mais 4 pontos e o SLB menos 2 e o Braga menos 4 pontos. No caso do SLB é onde reside a maior diferença com a minha análise, contudo, é um facto, que fez relatos e comentários dos jogos do SLB na Liga Europa, que deu muitos conselhos à direcção do SLB, no seu espaço de antena e é também verdade, que em matéria de Ricardo Costa, Túneis, Apito Dourado, esteve sempre do mesmo lado, ao ponto de inclusive, no seu programa de análise de Futebol, levar documentos com salários do Presidente do FC Porto.

Resumindo, estamos a falar de uma classificação, onde o FC Porto merecia ter 73 pontos, o SLB, 71 pontos e o Braga 65 pontos.

É que a estratégia deste ano, não era apenas ser beneficiado, mas sim, ao mesmo tempo prejudicar o FC Porto e ajudar o Braga a manter o 2º lugar, pois, se ficasse apenas pelos benefícios próprios, o FC Porto era na mesma Campeão, teria os seus 72 pontos iguais aos 72 do SLB (até podia ficar com o erro do jogo da 1º mão contra o FC Porto), o que na diferença entre os 2 jogos, ganharíamos o campeonato.

Ainda hoje, foi possível assistir a mais uma pequena vergonha, mais uma vez, um jogador expulso antes dos 15 minutos da primeira parte (há duas semanas, tinha sido um do Olhanense), desta vez um misto de exagero do árbitro e vontade do jogador em fazer asneira, pois aos 3 minutos, fez uma falta desnecessária mesmo ao jeito de Cardozo, e lembrar que o primeiro golo, deixa muitas dúvidas se não é jogo perigoso do Cardozo.

O que eu sei, é que com 10 jogadores, quando o Rio Ave marcou, gelou 65 mil adeptos, por alguns minutos, prova que não foi nem é a tal grande equipa imbatível e que ninguém pára, mesmo marcando mais de 100 golos numa época.

Por último relembrar que o FC Porto, nas últimas 4 épocas teve excelentes prestações na Champions League, derrotando grandes equipas e o SLB, ao aparecer um Liverpool, talvez o mais fraco dos últimos 4 anos, caiu, facto que não me faz reconhecer mérito na época desportiva que teve.

Quando uma equipa é forte, é forte em todas as competições.

O mérito reconhece-se aos melhores e nos momentos de confronto directo com os seus rivais, e nesse aspecto perderam neste campeonato, e na taça da Liga, o mérito que tiveram foi igualmente pelas fragilidades do adversário e não pelo poder enquanto equipa, pois até lhe fizeram a vontade de realizar o jogo no Domingo à noite, quando poderia ter sido Domingo à tarde, descansando mais umas horas e limitando assim muitos adeptos Portistas de efectuarem 1200 KM's num dia.

Estou expectante para ver a reacção da SAD do FC Porto, em relação a tudo isto que se passou esta época, que nos retirou a hipótese de sermos Campeões e claramente, nos arrastou para fora da Champions, ou alguém no seu perfeito juízo, acredita que com Hulk, não teríamos mais 3 pontos (dos 9 que perdemos sem Hulk) do que os actuais, e assim estaríamos na pré-eliminatória?

Existiram erros de Jesualdo Ferreira, dos jogadores e da direcção, mas ainda assim, não foram suficientes para justificar esta classificação. Há que mudar, sim, novo treinador, não tanto pela incompetência do actual, mas pela saturação de ambas as partes. Novos jogadores? Sim, mas poucos e bons, e não fornalhas da mesma nacionalidade.

Mas o que precisa mesmo de ser feito, são estes factos que devem ser analisados, por quem de Direito e Isento.

Não posso aceitar que um "tribunal" desportivo condene e um tribunal civil absolva. Como ainda acredito na justiça civil, leva-me a concluir que algo está mal na justiça desportiva.

No próximo dia 16 de Maio, estarei lá, a apoiar este grande clube na conquista de mais um título e assim, ficarmos a escassos 3 títulos do reconhecimento do maior clube de Portugal de todos os tempos.

Ricardo Jorge

3 comentários:

Templo do Dragão disse...

troca de linjs pf

http://templododragao.blogspot.com

Dragus Invictus disse...

O Fifica na última década vence 2 campeonatos. Um marcado pelo caso não investigado do Estoril Gate, e este marcado pelo castigos caricatos dos túneis, pelas dezenas de jogos em que as equipas adversárias se viram reduzidas a pelo menos um jogador, pelas inúmeras penalidades conquistadas pelo Caimar etc.

Esta CD foi célere a retirar-nos 6 pts e a "contratar" a opinião do Prof. DR. Freitas do Amaral, mas para avaliar a situação dúbia dos túneis... decidiram logo, antes que fosse tarde!


Mesmo com todos estes benefícios só conseguem ser campeões "cagadinhos" na última jornada!

Dragus Invictus disse...

Jogadores expulsos nos jogos frente ao Fifica:

V. Guimarães-Benfica, 0-1 (2ª jornada da Liga): Flávio Meireles (61m) e Nuno Assis (90m).

Benfica-Leixões, 5-0 (6ª jornada da Liga): Pouga (27m) e Nuno Silva (55m).

Benfica-Nacional, 6-1 (8ª jornada da Liga): Patacas (82m) e João Aurélio (88m).

Sp. Braga-Benfica, 2-0 (9ª jornada da Liga): Leone (45m)*

Benfica-V. Guimarães, 0-1 (5ª eliminatória Taça de Portugal): Desmarets (90m)

Olhanense-Benfica, 2-2 (13ª jornada da Liga): Djalmir (26m) e Miguel Garcia (90m).

Benfica-F.C. Porto, 1-0 (14ª jornada da Liga): Hulk e Sapunaru**

Marítimo-Benfica, 0-5 (16ª jornada da Liga): Olberdam (31m) e Robson (45m).

V. Setúbal-Benfica, 1-1 (18ª jornada): Neca (90m).

Benfica-U. Leiria, 3-0 (20ª jornada da Liga): Elias (75m).

Sporting-Benfica, 1-4 (meias-finais da Taça da Liga): João Pereira (7m) e Tiago***

Setúbal-Benfica, 1-1 (21ª. Jornada): Neca (90m)

Benfica-Belenenses, 1-0 (22ª. Jornada): Bruno Vale (78m)

Benfica-Olhanense, 5-0 (28ª. Jornada): Delson (9m)

Fc Porto- Benfica, 3-1 (29ª. Jornada): Fucile (51m)

Benfica-Rio Ave, 2-1 (30ª. Jornada): Wires (11m)
*Expulsão ao intervalo depois dos incidentes no túnel.
**Expulsões no final do jogo na sequência dos incidentes no túnel.
***Expulso do banco de suplentes.

Cardozo melhor marcador com 7 golos de grande penalidade e umas 3 falhadas.

Falcao 4 golos mal anulados!