sábado, 17 de dezembro de 2011

Gomes, estado de Alerta!

Não vai ser o ultimo jogo do ano, no próximo dia 21 o FC Porto antecipou o primeiro jogo da taça da Liga, mas será o o último jogo da Liga em 2011 e uma vitória significará fechar o no na liderança da Liga.

O jogo não será nada fácil. E nem mesmo o facto de o Marítimo ter ficado privado do trio de médios habitualmente titulares faz com que este jogo seja encarado de forma mais optimista.

Mais, a nomeação no ultimo jogo do Marítimo e a própria arbitragem e sobretudo a nomeação de Duarte Gomes para o jogo de hoje torna este jogo, que à partida seria um jogo complicado mas não retirava favoritismo ao FC Porto, num jogo que certamente e infelizmente pode vir a ter uma história bem diferente.

Este é o árbitro que num passado recente, entendeu que um Académica-FC Porto tinha as condições mínimas para se jogar futebol, foi o único que assim entendeu, ou então o famoso derbi marcado pelo Apagão que errou massivamente e sempre para o mesmo lado ou mais recentemente até, marcou 3 penaltis em 25 minutos, todos a favor do seu clube, perdão, do clube da casa.

E só quem não anda no mundo do futebol é que não percebe que, depois do Marítimo-Benfica, depois de o Marítimo ter ficado desfalcado, o FC Porto ter 3 jogadores em risco para Alvalade, esta era a nomeação mais indicada!
Aliás, olhando para o histórico deste árbitro, este será o 5º jogo apitado na Liga. Dos outros 4 apenas apitou uma vez um dos candidatos ao titulo, o famoso jogo dos 3 penaltis a favor do Benfica. Curiosamente, ainda não apitou o Sporting (clube que já teve um diferimento na justiça desportiva) e prepara-se para apitar pela primeira vez o FC Porto.

Face a este cenário, hoje o FC Porto tem de fazer muito mais do que tem feito.

Vítor Pereira continua com alguns jogadores lesionados mas face ao que se tem visto provavelmente nem seriam titulares ou convocáveis, á excepção de Defour. Na direita, com Sapunaru fora do boletim clínico e Fucile novamente lesionado, a opção mantém-se em Maicon, mesmo depois de no último jogo ter ficado ligado aos 2 lances perigosos do Beira-Mar, ainda que apenas 1 deles tenha dado em golo.

Não sabemos da disponibilidade de Otamendi em actuar nessa posição, contudo, comparativamente, Otamendi já o fez na selecção Argentina e com bons resultados. Resta saber se face a este provável cenário, Mangala ou Maicon terão a confiança para actuar ao lado de Rolando.

Quem está de regresso às convocatórias é Cristian Rodriguez, que no meio de um entra e sai, possibilidade de sair já em Janeiro, relatos de discussões com o treinador, volta assim a merecer a convocatória de Vítor Pereira. É sem dúvida o caso mais curioso e incompreensível no plantel do FC Porto, pois continuamos sem noticias de uma eventual renovação do contrato. O sacrificado foi desta vez Varela, outro caso que não se consegue perceber o que se passa com um jogador que na época passada foi só um dos melhores.

Também no ataque, Kléber regressa para o lugar de Walter, uma troca que Vítor Pereira fez mesmo sem que Walter tenha tido oportunidade de jogar no ultimo jogo. Regressa Kléber frente à sua anterior equipa que fez com que o avançado já tivesse afirmado que não ia festejar se marcasse o que não deixa de ser curioso tanto respeito pelo anterior clube, aquele que o motivou a não se apresentar aos treinos, a ter abandonado o clube sem autorização ou mesmo ter ficado algum tempo sem jogar.

Lista de convocados: Helton, Maicon, Alvaro Pereira, Belluschi, João Moutinho, Cristian Rodríguez, Kléber, Hulk, Rolando, James, Djalma, Mangala, Souza, Fernando, Alex Sandro, Iturbe, Otamendi e Bracali.

Olhando para os aspectos desportivos e jogo jogado, o Marítimo tem feito uma boa campanha esta época, sem dúvida, sobretudo no que diz respeito à quantidade de pontos que tem acumulado com vitórias, com destaque para os jogos com os candidatos ao titulo, venceu em Alvalade, eliminou o clube amigo na taça de Portugal e perdeu pela margem mínima no segundo confronto num espaço de 1 semana.

Mas será um Marítimo mais fragilizado, pois os 3 elementos do meio campo têm assegurado uma consistência entre a defesa e o ataque, sector onde o FC Porto poderá e deverá explorar essas fragilidades.

O facto de Rolando, Moutinho e Alvaro Pereira estarem em risco para Alvalade poderá significar algumas mexidas no onze inicial. É verdade que é no meio campo onde o FC Porto está mais limitado, com Guarin e Defour de fora, restam Fernando, Souza, Moutinho e Belluschi, mas Vítor Pereira poderá mesmo apostar no triângulo invertido, com Fernando e Souza mais recuados e um 10 no vértice, sendo que James é forte hipótese.

Na defesa e face à necessidade de atacar, Alvaro Pereira deverá manter a titularidade, mas Rolando poderá ceder o lugar a Mangala, isto de Otamendi alinhar no eixo.

No ataque continua a dúvida de quem acompanhará Hulk. Com a possibilidade de James avançar para 10, abre-se duas vagas que poderão ser preenchidas por Kléber ou então até assistirmos à estreia oficial a titular de Iturbe, relegando para o banco Djalma que ainda que tenha mostrado algum serviço tem sido dos jogadores menos desequilibradores no sector atacante.

Equipa provável: Helton, Otamendi, Rolando, Mangala e Alvaro Pereira, Fernando, Souza e James, Hulk, Iturbe e Kléber.



É preciso mais logo um FC Porto muito forte, pois as dificuldades irão ser muitas e é preciso igualmente muita tranquilidade de Vítor Pereira e dos jogadores para não caírem numa eventual ratoeira que tenha sido preparada para mais logo.

Todos ao Dragão apoiar o nosso Campeão.

O jogo está marcado para as 20:30 e terá transmissão na TVI.

Força Porto
Ricardo Jorge

3 comentários:

Dragus Invictus disse...

Boa tarde,

Vamos defrontar a equipa sensação do campeonato.

É uma equipa bem orientada, com alguns jogadores de qualidade, que podem fazer diferença.

Temos de ser mais consistentes defensivamente que nos últimos desafios.
Temos sofrido golos, que não podem ser permitidos por uma equipa que luta por títulos.

Espera-se portanto um Porto lutador, à procura dos 3 pontos desde o apito inicial.

Espera-se muito público do Dragão para empurrar a equipa para mais uma vitória.

Abraço e bom fim de semana

Paulo

dragao vila pouca disse...

No último jogo para o campeonato, Liga Zon Sagres, antes da pausa natalícia e para que não haja uma recaída e, desportivamente falando, o Natal seja feliz, é importante ganhar e manter firme a liderança. O Marítimo, sensação da época, é forte e ninguém acredite que, só porque não jogam alguns jogadores habitualmente titulares, vai ser mais fácil e podemos encarar o jogo sem o espírito certo, o espírito que nos tem permitido estar bem melhores e mais consistentes agora. Se for assim, se entramos determinados, com a atitude correcta e em busca do triunfo desde o primeiro minuto, colocando em campo a nossa qualidade, ficaremos mais próximos da vitória e de continuar num trilho que já vai em 51 jogos sem conhecer o travo amargo da derrota, na principal prova do futebol português.

Abraço

Artigosonline/ana disse...

Boas,
Não estou à espera de um jogo fácil, vamos ver como corre.

Força FC Porto!

Cumprimentos

Ana Andrade

www.portistaacemporcento.blogspot.com
www.artigosonlineanaandrade.blogspot.com