sábado, 2 de fevereiro de 2013

Liderança é para manter…

Depois de alcançada a liderança com uma goleada de 5-0 frente ao Gil Vicente, o FC Porto olha agora apenas para baixo. E é assim que tem de continuar. A equipa, ainda que com muitas baixas importantes, deu uma excelente resposta no mês de Janeiro, seguindo em frente na Taça da Liga e alcançando o primeiro lugar da classificação da Liga.

Hoje, o adversário éo sempre complicado Vitória de Guimarães, sobretudo porque joga em casa e frente ao FC Porto! A equipa vitoriana está um pouco melhor do que no ínicio do campeonato, mas continua com um saldo negativo de golos, ou seja, sofre mais golos do que aqueles que marca, quando curiosamente está no 6º lugar da classificação!

No jogo da primeira volta o FC Porto goleou por 4-0 esta equipa, isto depois de uma jornada inauguaral muito fraca em termos exibicionais e lógicamente com reflexo no resultado. Mas no Dragão o FC Porto fez um dos melhores jogos da primeira volta, jogando bem e marcando bons golos.

Mas a motivação continua em alta. O FC Porto chega hoje a Guimarães no primeiro lugar da classificação e ainda que o jogo seja complicado, e as lesões continuem para alguns jogadores importantes, o FC Porto tem todas as condições para fazer um bom jogo e trazer os 3 pontos.

Vítor Pereira teve mais uma baixa nesta semana. Defour juntou-se a James e Atsu, as principais baixas no plantel. Por outro lado, já pode contar com Liedson, naquele que é uma das grandes espectactivas para o jogo de amanhã.

Lista de convocados: Helton, Danilo, Lucho, Maicon, Castro, João Moutinho, Jackson, Izmaylov, Varela, Liedson, Mangala, Abdoulaye, Fabiano, Fernando, Alex Sandro, Otamendi, Sebá e Tozé.

A baixa de Defour volta a obrigar Vítor Pereira a mexer na equipa, depois de James ter saído do onze. Desta vez a opção para deverá recair em Alex Sandro que deverá avançar no terreno, cedendo o lugar de defesa a Mangala, que será substituido por Maicon no eixo. Esta opção é a mais consistente que Vítor Pereira tem e irá permitir fechar as alas sempre que a equipa estiver em acções defensivas e dar mais profundidade sempre que a equipa estiver em acções ofensivas.

De resto Vítor Pereira não irá certamente mexer mais na equipa, até porque a nível de opções indiscutiveis para o onze inicial está claramente limitado.

Equipa provável: Helton, Danilo, Mangala, Maicon e Otamendi, Fernando, Moutinho e Lucho, Alex Sandro, Varela e Jackson.



É claramente uma das duas saídas mais complicadas que o FC Porto terá até ao fim do campeonato. Uma vitória hoje irá cimentar ainda mais o primeiro lugar, independentemente dos golos que se venham a marcar nos jogos dos dois primeiros classificados. A questão de golos para já só tem o efeito psicológico de ser o primeiro classificado, pelo que a vitória mais logo, nem que seja pela margem minima, será sempre o primeiro objectivo da equipa.

Se Liedson está convocado é porque poderá estar mesmo em condições minimas para realizar alguns minutos em campo. Se isso se concretizar será sem dúvida uma das grandes atrações para mais logo, não só pela qualidade que todos conhecem, mas também pelo simbolismo que tem no campeonato Português.

Ultima nota para apelar a todos os Portistas do Norte, sobretudo, que se possam deslocar a Guimarães e apoiar o nosso FC Porto. O estádio tem condições para receber muitos Portistas pelo que, face à dificuldade do encontro, faz todo o sentido que esteja muito bem preenchido de Portistas.

Por último ainda referir que mais uma vez o conselho de arbitragem entendeu nomear mais um árbitro mediocre para o jogo mais importante da jornada! Esperamos todos que a mediocridade não se faça sentir sempre para o mesmo lado!

O jogo está marcado para as 20h30 e terá transmissão televisiva na SportTv1.

Força Porto.
Ricardo Nuno Gonçalves Jorge

4 comentários:

Dragus Invictus disse...

Boa tarde,

Mais logo na cidade Berço o FC Porto tem um dos jogos mais complicados fora do seu reduto na segunda volta.

O Vitória é uma equipa que tem demonstrado uma evolução competitiva, tem jogadores de qualidade e um treinador que percebe de futebol.
Vai ser portanto necessário um Porto solidário, aguerrido e com capacidade de sofrimento, para levar de vencida os minhotos.

Temos demonstrado muita confiança nos passados desafios.

Temos um meio campo criativo e capaz de controlar e dominar um adversário.

Defour é uma baixa de peso, pelo que não será de admirar que Alex Sandro ocupe a ala esquerda do ataque, entrando Maicon para o centro da defesa e Mangala para a defensiva esquerda.

Jogue quem jogar, estou convicto que com o apoio dos nossos adeptos iremos vencer.

O árbitro é habilidoso, pelo que se espera que não complique o desafio para ambas as equipas.

Abraço e boa semana

Paulo

dragao vila pouca disse...

O Castelo está bem guardado, é defendido por jovens corajosos, valorosos, atrevidos e bem orientados. Logo, não é fácil de conquistar. Mas o exército do Dragão, apesar de não ter um dos seus principais génios, o jovem colombiano James; o guerreiro africano Atsu; e também o todo o terreno belga, Defour, tem argumentos para sair incólume de mais esta batalha, conquistar o Castelo e seguir o seu caminho até à vitória final. Para que isso aconteça, é necessário que as tropas do invencível comandante e campeão Vítor Pereira, coloquem no campo de batalha toda a sua experiência, qualidade, estejam preparados para o entusiasmo, a raça e a qualidade dos vitorianos, superiormente dirigidos por um comandante que está a fazer um grande trabalho e que até tem um nome sugestivo, Vitória. Para ajudar e apoiar o exército azul e branco, na rectaguarda, lá estarão os batalhões Super e Colectivo, homens e mulheres sem medo, habituados às mais difíceis condições, mas importantíssimos em tantas e tantas batalhas ganhas.

Abraço

Zé Manel disse...

Será um jogo dificil para a nossa equipa devido à forma como o guimarães costuma jogar contra nós. Mas com uma entrada série, com atitude sairemos de lá com mais 3 pontos rumo ao tri!

http://dragaocomrazao.blogspot.pt/2013/02/v-guimaraes-vs-fc-porto-3-pontos-para.html

Armando Pinto disse...

4-0 (ou seja, 0-4 porque foi em casa do Guimarães): Grande vitória, num concludente resultado de quatro golos sem resposta! Triunfo expressivo, este, num campo difícil, onde todos nós Portistas temíamos dificuldades e os adversários estavam esperançosos num desaire da nossa equipa… O que dá maior alegria e nos enche de satisfação.
Efetivamente a nossa equipa está a praticar um futebol atraente e frutuoso, curiosamente num período em que estamos sem alguns titulares, estando ausentes por lesão valores como James e Defour, mais o Atsu por estar na prova africana de seleções, e a equipa continua a dar boa resposta. Algo que acrescenta pontos por assim colocar mais pressão no clube do regime…
Outro aspeto importante a salientar é a veia goleadora da equipa e a marca alcançada por Jackson Martínez, autor de mais três golos, que com isso se distancia mais na lista dos goleadores. Lá terá a Liga e os jornais do regime de atribuir mais golos fantasmas, ou auto-golos de defesas, ao avançado do Benfica… para que a diferença não seja ainda maior e eventualmente tentem como quando, há algumas épocas atrás, prejudicaram o Falcao, tal como numa época ainda mais recuada tiraram o trofeu de goleador ao Domingos por essas manobras…
Um caso ainda de referir é o que se passa com as arbitragens, pois que neste jogo foram cortadas mais três jogadas de ataque e possível golo, perante três foras de jogo mal assinalados. O que tem sido uma constante, tal como quando com erros desses nos roubaram a possibilidade de vencermos na casa do clube do regime, vulgo luz apagada, recentemente. O que comprova que o F C Porto tem de ter uma equipa muitíssimo superior aos outros, para superar tudo, como está a acontecer, quando a nossa equipa joga à altura da estatura do clube e da própria equipa.
Para continuar… ok !!!

http://memoriaporto.blogspot.pt/